Agro Olhar

Quinta-feira, 27 de abril de 2017

Artigos

O despertar da equipe pelo coaching

Autor: Giovanna Caseli

12 Abr 2017 - 06:41

Foto: Lucas Ninno

Uma mensagem central quando o assunto é coaching é o foco no autoconhecimento. Não autodidatismo, mas o processo de conhecer suas próprias habilidades e limitações, assim como seus desejos, expectativas e objetivos de vida. A evolução profissional é mais seguramente conquistada quando conhecemos quem somos como pessoa e, por consequência, no ambiente de trabalho. 

Esse olhar para "dentro" geralmente resulta de um processo de muita entrega pessoal e disposição para a mudança – dois comportamentos que nos tiram totalmente da zona de conforto. Fazer coaching é uma revolução interna, trabalhosa e nada fácil. Seus efeitos positivos, porém, não se restringem à relação coach/coachee. É possível para líderes e gestores adotarem a técnica do coaching para impulsionar equipes à alta performance. 

Não se trata aqui de se tornar coach e "atender" os profissionais da sua organização. O desafio é usar o ferramental que o processo de coaching emprega para modificar o ambiente de gestão de pessoas, de forma sistêmica e efetiva. 

Trata-se, na verdade, de conhecer a sua equipe, mapeando competências individuais, identificando as expectativas profissionais de cada um, percebendo pontos fortes e fracos de cada componente. Essa visão individual permitirá o entendimento do todo, de forma que o gestor conseguirá notar o que precisa ser aprimorado em cada um para que os objetivos da instituição possam ser alcançados. Como num quebra-cabeça, mas vivo e humano. 

Será preciso sensibilidade e muita capacidade de escuta para que a leitura seja eficiente. Haverá a necessidade de "estudar" cada membro do time para que o perfil individual seja compreendido e possa ajudar na percepção da totalidade do grupo. Observar a relação entre cada liderado e o líder também é essencial. 

Mas isso não basta. O coaching vai além da identificação dos perfis. Quando empregado como ferramenta de gestão, orienta o líder sobre como tornar mais claras e compreensíveis as diretrizes estratégicas. O processo de comunicação será aperfeiçoado para que não restem dúvidas sobre o caminho a ser seguido pela equipe, e sobre o papel que cada um precisa performar. 

Além disso, o coaching permite que o gestor desenvolva a habilidade de manter a conexão entre todos do grupo. Uma equipe gerida com ferramentas do coaching sabe qual é o papel de cada um na engrenagem e como operar quando ocorrem falhas. Um sistema solidário se instala, porque há o sentimento de engajamento, relevância e reconhecimento. O sucesso do time passa a ser o resultado natural do sucesso profissional individual de cada um. 

E, assim como amadurecemos quando conseguimos nos conhecer a fundo, a organização também se amplifica quando suas equipes passam a ter noção de quem são, qual seu papel e sua importância. É um despertar. De dentro para fora, da pessoa para o todo, o resultado é certo: sucesso.  


*Giovanna Caseli é coach executiva, pessoal e de carreira. Focada em conectar membros de famílias empreendedoras. Saiba mais em www.giovannacaseli.com.br. 

Redes Sociais

Sitevip Internet