Agro Olhar

Domingo, 30 de abril de 2017

Notícias / Agronegócio

Para Maggi, atuação de frigoríficos no Oeste de Mato Grosso deixa evidências de "cartel"

Da Redação - Viviane Petroli

15 Fev 2017 - 07:39

Foto: Noaldo Santos /Mapa

Para Maggi, atuação de frigoríficos no Oeste de Mato Grosso deixa evidências de
A situação vivida na região Oeste de Mato Grosso diante o fechamento de plantas frigoríficas nos últimos anos, segundo o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, "Da forma como está, fica muito evidente que há um controle, quase um cartel na região". A colocação de Maggi, perante a questão, foi pontuada em reunião com prefeitos de municípios do Oeste mato-grossense.

Para o ministro da Agricultura, que já conversa com representantes dos frigoríficos atuantes na localidade, “Se não querem operar na região, arrendem o frigorífico, vendam, deixem que o mercado funcione mais aberto".

Leia mais:
- Ministério da Agricultura pedirá explicação de donos de grandes frigoríficos por fechamento em Mato Grosso

Ministério da Agricultura cria projeto para estimular agropecuária no oeste de Mato Grosso

Prefeitos da região Oeste de Mato Grosso reuniram-se na tarde de terça-feira, 14 de fevereiro, com o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, e secretários do Ministério. O encontro foi uma continuidade de reuniões realizadas em Mato Grosso e em Brasília (DF) no mês de janeiro.

De acordo com Blairo Maggi, em conversa com diretores da Associação Brasileira da Indústria da Carne (Abiec) verificou-se que há possibilidade da reabertura de plantas frigoríficas nos municípios de Mirassol d'Oeste, Nova Xavantina, Brasnorte e Vila Bela da Santíssima Trindade. "Ainda não tem nada definitivo. Mas vamos trabalhar para que isso aconteça. Afinal, o maior rebanho bovino do Brasil está no Mato Grosso".

Liberação de R$ 1 milhão


O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) anunciou ainda que irá liberar R$ 1 milhão, dentro do programa Agro+ Produtor, para a região Oeste de Mato Grosso. O recurso é voltado para a prestação de assistência técnica aos pequenos produtores de leite da região que foram afetados pelo fechamento de três plantas frigoríficas.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • El Cid
    15 Fev 2017 às 15:47

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet