Agro Olhar

Quarta-feira, 24 de maio de 2017

Notícias / Agronegócio

Ministro em exercício diz apoiar operação da PF e abre sindicância contra servidores

Da Redação - Lázaro Thor Borges

16 Mai 2017 - 18:26

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Ministro em exercício diz apoiar operação da PF e abre sindicância contra servidores
O ministro em exercício Eumar Novacki informou nesta terça-feira (16) que apoia o trabalho da Polícia Federal no decorrer da Operação Lucas, que investiga fraudes envolvendo servidores do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Leia mais:
Após Carne Fraca, Mapa é alvo de nova operação da PF e Blairo diz que irá afastar envolvidos


Para tentar conter o desgaste político e econômico da nova operação o ministro Blairo Maggi, que está em viagem oficial na Arábia Saudita, publicou nota em que ressalta que irá afastar todos os servidores do Mapa que são alvos da investigação. A Operação Lucas cumpre 62 mandados judiciais em Tocantins, Pará, São Paulo, Pernambuco e Brasília. Segundo informações preliminares, o esquema teria desviado R$ 3 milhões dos cofres públicos.

Veja íntegra da nota de Novacki:

Nota à Imprensa

A respeito das duas operações deflagradas nesta terça-feira (16) pela Polícia Federal envolvendo servidores, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) vem a público esclarecer:

- O Mapa apoia integralmente a ação da Polícia Federal e vem colaborando com as investigações;
- Todos os servidores envolvidos na ação foram afastados preventivamente por 60 dias e, os que possuem cargos em comissão, exonerados das funções;

- Será aberto procedimento administrativo (sindicância) para investigar o envolvimento dos citados nas duas operações da Polícia Federal;

- Sobre a operação Lucas, envolvendo a Superintendência do Estado do Tocantins, é importante destacar que a servidora já estava exonerada há mais de 30 dias e que as investigações não atingem o sistema como um todo, se referindo a desvio de conduta de uma servidora;

-  Com relação à Operação Fugu, realizada em Santa Catarina, todo o trabalho técnico, durante os nove meses de investigação, foi realizado com a participação de técnicos do Mapa, inclusive com a análise de amostras efetuadas no Lanagro (laboratório do ministério) no Pará;

- Por fim, o Ministério da Agricultura deixa claro que mantém a mesma postura de transparência e de cooperação com as investigações, como ocorreu durante os trabalhos de investigação da Operação Carne Fraca, deflagrada em março deste ano.
 
Eumar Novacki
Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento em exercício

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet