Agro Olhar

Sábado, 25 de novembro de 2017

Notícias / Logística

DNIT executa 80% de obras na BR-163 entre a Serra de São Vicente e Jaciara; termino previsto para 2018 vídeo

Da Redação - Viviane Petroli

01 Jul 2017 - 14:24

Foto: Reprodução/DNIT

DNIT executa 80% de obras na BR-163 entre a Serra de São Vicente e Jaciara; termino previsto para 2018  vídeo
O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) já executou 80% das obras da BR-163 em Mato Grosso no trecho entre a Serra de São Vicente e Jaciara. A previsão é que o trecho seja concluído no primeiro semestre de 2018, incluindo os contornos duplicado da travessia urbana de Jaciara e do IFMT- Campus de São Vicente.

Leia mais:
DNIT investirá R$ 2,2 bi em obras restauração e manutenção das BRs-158, 163 e 364
 
O DNIT é responsável pelas obras de duplicação das BRs-163/364 entre Cuiabá e Rondonópolis.
 
Neste momento, além da implantação de pista nova, o Consórcio Sanches Tripoloni - Contécnica realiza a restauração do asfalto antigo, o substituindo por concreto, o que proporcionará maior resistência e durabilidade diante o grande fluxo de veículos pesados com destino aos portos de Santos (SP) e Paranaguá (PR).
 
Hoje, a BR-163, sentido Sul e Sudeste, é a principal rota de escoamento da produção agropecuária de Mato Grosso.
 
De acordo com informações do DNIT, o investimento total estimado é de R$ 920 milhões, dividido em três lotes de obras.
 
O Superintendente Regional do DNIT no Estado de Mato Grosso, Orlando Fanaia Machado, frisa que o Governo Federal tem priorizado a obra no trecho entre Cuiabá e Rondonópolis em decorrência a grande importância do agronegócio na contribuição do equilíbrio da balança comercial brasileira.

 

6 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Antonio
    03 Jul 2017 às 09:09

    Agora eu fique na duvida, essas obras não são de responsabilidade da rota do oeste? pois se não me engano eles cobram pedágio nessa rodovia.

  • mIaXjKdL
    02 Jul 2017 às 09:37

    mIaXjKdL

  • Francisco
    01 Jul 2017 às 19:32

    Tranquilo, mais uns 30 anos finalizamos o trecho. Bem rápido.

  • Antonio
    01 Jul 2017 às 19:12

    Parabéns. Mas só uma pergunta, quando vai liberar a serra do posto Gil..que foi feita por essa mesma construtora e houve um deslizamento que simplesmente bloquearam a pista e ... já faz tempo hem.

  • Marcos
    01 Jul 2017 às 18:09

    Aí eu pergunto. Porque pago pedágio para Odebrecht? Sou representante comercial e passo nesse trecho duas vezes por mês. Quem souber responder peço que o faça.

  • Ernani Alves de Souza
    01 Jul 2017 às 16:55

    É o governo federal dando a resposta para o setor produtivo, e transporte do nosso país....Receba os nossos aplausos.

Sitevip Internet