Agro Olhar

Sábado, 23 de setembro de 2017

Notícias / Pecuária

Maior associação de equinos do Brasil inicia atividades em Cuiabá durante 53ª Expoagro

Da Redação – Fabiana Mendes

14 Jul 2017 - 16:21

Foto: Divulgação

Maior associação de equinos do Brasil inicia atividades em Cuiabá durante 53ª Expoagro
Mato Grosso agora possui um Núcleo dos Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador (NCCMM-MT), que foi lançado pela Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador (ABCCMM), uma das maiores raças equinas do mundo, durante a 53ª Expoagro, em Cuiabá. A nova estrutura já conta com o apoio da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), que pretende criar um conselho de fomento à economia equina no Estado, conforme anunciou o presidente da Famato, Normando Corral, durante a fundação do núcleo. Mato Grosso teve uma expansão de 800% no número de criadores associados, no país são 13,5 mil.

Leia Mais:
Vacinação de bovinos e bubalinos contra aftosa atinge recorde de 99,85% do rebanho em MT

Para o presidente da ABCCMM, Daniel Borja, este é um momento de expansão deste nicho de mercado, já que o Mangalarga Marchador é considerado o melhor cavalo de sela do mundo, reconhecido e comercializado internacionalmente, ele foi selecionado e aprimorado no Brasil. Hoje são mais de 600 mil animais registrados (maior raça com folga no país) e cerca de 13,5 mil associados ativos, entre criadores e usuários, fazendo da ABCCMM a maior associação de raça das américas e uma das maiores do planeta.
 
"Nenhuma outra raça proporciona tanta comodidade na montada, sendo ideal para cavalgadas, passeios, esportes e para o trabalho. Além de uma beleza indiscutível e rusticidade elogiável, ele pode ser criado apenas em regime de pasto, é dócil e inteligente e é a raça preferida para adestramento e equoterapia".
 
Conforme o presidente do NCCMM-MT, Alvaro de Carvalho, a criação da ração está em expansão em Mato Grosso, entre 2016 e 2017, houve um crescimento de pelo menos 800% no número de criadores associados, que adquiriram cerca de 400 animais (contanto coberturas e óvulos) apenas nos leilões chancelados, fora as aquisições diretas. "Dois leilões foram realizados no período e faturaram, juntos, mais de R$ 1 milhão. Além disso, fizemos três cursos que qualificaram mais de 50 novos criadores e usuários".
 
Conforme assessoria, o mercado do cavalo no Brasil fomenta mais de R$ 16 bilhões por ano e gera 615 mil empregos diretos e indiretos. Dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), em um estudo publicado em 2016, mostram ainda que a raça tem perspectiva de atingir cifras astronômicas, com alguns exemplares sendo comercializados acima da casa de R$ 10 milhões. "Apesar de haver uma expansão do mercado de alta linhagem, a maioria dos animais são acessíveis a todos e podem ser adquiridos a partir de R$ 2 mil".
 
Daniel Borja destaca a força da parceria entre a gestão nacional da associação o núcleo regional para propiciar mais impulso aos negócios. "Grandes projetos estão por vir. Não mediremos esforços para realizar grandes eventos e dar todo o suporte que a maior raça de cavalos do país precisar em Mato Grosso. A sinergia entre os objetivos da ABCCMM e o maior estado agropecuário brasileiro são enormes.
 
Além do presidente da Famato, Normando Corral, também demonstrou interesse no projeto apresentado o presidente do Sindicato Rural de Cuiabá, Jorge Pires, que anunciou a parceria entre o sindicato e a raça Mangalarga Marchador. "O parque de exposições senador Jonas Pinheiro estará à disposição dos eventos da raça e também abrigará a sede do recém-inaugurado núcleo mato-grossense", pontuou Pires.
 
Durante o evento de fundação do NCCMM-MT, os sócios-fundadores deram posse à diretoria eleita por unanimidade, que conta com o publicitário e pecuarista Alvaro de Carvalho (presidente) e com o neurocirurgião e pecuarista Giovani Mendes Ferreira (vice-presidente). Outros 11 membros integram a diretoria e o conselho da raça no Estado. Foi outorgado também o título de presidente de honra ao conselheiro substituto do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT), o criador Ronaldo Ribeiro de Oliveira.
 
Sobre o Núcleo de Criadores
 
Cerca de 200 pessoas prestigiaram o ato de fundação do Núcleo dos Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador de Mato Grosso (NCCMM-MT), entre eles, o presidente da Famato, Normando Corral; o presidente do Sindicato Rural de Cuiabá, Jorge Pires; o superintendente do Sindicato Rural de Cuiabá, Carlos Moreno; o presidente da Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Pantaneiro e o presidente da Associação Mato-grossense dos criadores do cavalo Pantaneiro, Luiz Rodolfo Paes de Barros; o presidente do Cavalo Árabe em Mato Grosso; o secretário municipal de Educação, Rafael Cotrim Dias e o recém empossado secretário da pasta dos 300 anos, Junior Leite, entre outras autoridades, pecuaristas e criadores das mais diversas raças de cavalo.
 
Estande na Expoagro
 
Durante toda a 53ª Expoagro Cuiabá, que segue até o dia 16 julho, o estande do Mangalarga Marchador estará aberto com filmes e explicações sobre a raça e com um 'test drive' gratuito em mais de 20 animais da raça disponíveis para todos os frequentadores montarem e conhecerem as qualidades da raça. Outras informações: www.abccmm.org.br.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet