Agro Olhar

Sábado, 21 de outubro de 2017

Notícias / Agronegócio

MAPA pede ajuda ao Banco do Brasil para facilitar transações com Irã; transações giram em torno de R$ 2 bi

Da Redação - André Garcia Santana

10 Out 2017 - 11:29

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

MAPA pede ajuda ao Banco do Brasil para facilitar transações com Irã; transações giram em torno de R$ 2 bi
O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) pediu ao Banco do Brasil ajuda para facilitar as transações bancarias entre Brasil e Irã, para aumentar as vendas de carne, soja e milho. Atualmente as transações entre os dois país é estimada em U$ 2 bilhões.  O Irã enfrenta um embargo financeiro por parte dos Estados Unidos e por isso não consegue fechar alguns processos comerciais.

Leia mais:
Cuiabá é a 12ª melhor cidade do país para investir; Sinop e Rondonópolis entre as 100
 

Na segunda-feira (9) o secretário executivo do Mapa, Eumar Novacki, reuniu-se com o vice-presidente de negócios de atacado do Banco do Brasil, Mauricio Maurano, para ver o que pode ser feito para facilitar as transações comerciais entre os dois países.
 
No início de setembro deste ano o secretário executivo esteve em missão oficial no Irã para promover o compromisso do Brasil em manter uma parceria de longo prazo com aquele país. O secretário mostrou as autoridades iranianas as diversas oportunidades para diversificar e intensificar as relações entre os dois países na área do agronegócio, o aprofundamento das relações comerciais e solução de pendências.
 
No entanto, por causa do embargo financeiro dos Estados Unidos ao Irã muitos bancos têm se negado a fazer as transações comerciais envolvendo empresas iranianas, o que tem dificultado a ampliação do mercado bilateral entre Brasil e Irã.
 
De acordo com Novacki, o arranjo financeiro bilateral será importante para investimentos e financiamento de projetos agrícolas, além do aumento das exportações e importações. Durante a visita do secretário executivo do Mapa foi solicitado pedido de apoio para ajudar a parte iraniana nesse quesito. Com o apoio do Embaixador do Brasil, algumas medidas já foram tomadas e alguns obstáculos financeiros/bancários já estão sendo resolvidos. 

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • ADNEN RAJAB
    10 Out 2017 às 16:30

    Nem a China nem a Russia adotam esse embargo maluco.

  • Joane lindoia
    10 Out 2017 às 13:55

    AMAGGI TEM UM.BANCO.EM. CUIABA QUE O DINHEIRO A ORIGEM TODO MUNDO SABE

Sitevip Internet