Agro Olhar

Segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Notícias / Geral

"Internet das Coisas" discutirá benefícios de aplicações virtuais no Agronegócio

Da Redação - André Garcia Santana

11 Out 2017 - 09:54

Foto: Reprodução

Com inscrições gratuitas já abertas, o evento “Internet das Coisas de Baixo Custo: uma nova rede para revolucionar o agro brasileiro” reunirá autoridades e instituições de pesquisa em Cuiabá no dia 26 de outubro. O encontro é organizado pela WND Brasil e Sistema Famato, com apoio da ABINC – Associação Brasileira de Internet das Coisas, e acontece no auditório do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT), a partir das 8h.

Leia mais:
Capital do cooperativismo dá aula sobre como a 'união' pode transformar uma cidade; fotos

De acordo com a Famato o objetivo é mostrar os benefícios que aplicações de IoT (Internet das Coisas) podem trazer para o mundo do agronegócio. Servirá também para lançar a rede que a WND implantou no Estado de Mato Grosso e que já cobre diversas cidades como Cuiabá, Rondonópolis, Cáceres, Sorriso, entre outras. A rede oferece a possibilidade de conexão para objetos aos mais variados processos do mundo do agronegócio.

A programação inclui palestras de autoridades do Governo Federal, representantes do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), ABINC e uma exposição sobre a rede da WND em todo o país e, em particular, em Mato Grosso. Para participar, basta fazer a inscrição pelo endereço do encontro  até o dia 26/10.

“Para o Sistema Famato, investir em inovação ajuda o produtor rural a controlar os riscos de sua produção e aumenta o número de informações sobre sua propriedade, uma estratégia para aumentar a lucratividade”, afirma o presidente do Sistema Famato Normando Corral.

“Oferecer conectividade para soluções de Internet das Coisas para o agronegócio é prioridade para a WND Brasil”, afirma o CEO da empresa, Francisco Cavalcanti. O COO do Grupo WND, Alexandre Reis, ressalta o diferencial da tecnologia Sigfox no campo: “Baixo custo de conexão, baixo consumo de energia e longo alcance são diferenciais que podem impactar de forma muito positiva os negócios no agro brasileiro”, afirma.

Grupo WND – A rede da WND Brasil já atende mais de 100 grandes cidade brasileiras, incluindo as 12 principais regiões metropolitanas, onde vivem cerca de 80 milhões de pessoas. Até o final do ano, a rede estará cobrindo áreas onde vivem 100 milhões de pessoas – cerca de 50% da população brasileira. A WND Brasil é parte do Grupo WND, operadora da SigFox para toda a América Latina e Reino Unido. Os investimentos no Brasil superam US$ 50 milhões. 

Confira a programação:

8h às 8h30 – Recepção e Credenciamento
8h30 às 8h45 – Abertura - Uma visão do Plano Nacional IoT – MCTIC
8h45 às 9h – A importância da IoT para o Agro Brasileiro – ABINC
9h às 9h30 – Uma nova Rede IoT para o Agro Brasileiro
9h30 às 10h30 – Painel: A tecnologia no ambiente do agronegócio
10h30 às 11h -  Coffe Break  
11h às 11h30 – Os benefícios do IoT para o Agro Brasileiro - Projeto AgriHub
11h30 às 12h30 – Painel: Business Model de IoT para o Agro Brasileiro
12h30 às 11h – Encerramento
13h às 14h – Confraternização

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet