Olhar Agro & Negócios

Terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Notícias / Geral

Jovens buscam na capacitação técnica soluções para suas propriedades rurais

Da Redação – Viviane Petroli

26 Abr 2014 - 17:45

Foto: Viviane Petroli/Agro Olhar

A presidente Dilma Rousseff entregou pessoalmente certificado aos formando do Pronatec e conferiu de perto a assinatura da carteira de trabalho de alunos que ingressaram no mercado de trabalho após os cursos

A presidente Dilma Rousseff entregou pessoalmente certificado aos formando do Pronatec e conferiu de perto a assinatura da carteira de trabalho de alunos que ingressaram no mercado de trabalho após os cursos

Muitos jovens da zona rural ao terminarem o ensino médio vão para a cidade em busca de emprego e novas oportunidades. Contudo, alguns optam em ficar e trazer melhorias para as propriedades de sua família. Na quinta-feira (24) em meio aos 80 alunos formandos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT), que receberam certificados na presença da presidente Dilma Rousseff, muitos jovens podiam ser vistos.

Como exemplos de jovens que buscam a capacitação técnica para realizar melhorias na propriedade rural da família podem ser vistos Antônio Marcos de Oliveira e Maurício César Santos de Arruda, ambos de 17 anos, que já estão empregados em um viveiro na Grande Cuiabá. O sonho dos jovens é adquirir mais experiências e voltar para Nossa Senhora do Livramento, onde estão localizadas as propriedades de suas famílias e colocar em prática tudo o que aprenderam.

Leia também
Pronatec é uma saída para evitar o apagão de mão de obra

Durante a formatura dos alunos do Pronatec, em Cuiabá, Antônio Marcos recebeu das mãos da presidente Dilma Rousseff o certificado de conclusão do curso, enquanto Maurício teve sua carteira de trabalho assinada pelo proprietário do viveiro na presença da presidente.

Os dois meninos revelam ter feito o curso de horticultura orgânica por curiosidade o ano passado, quando técnicos do Pronatec do Senar-MT foram para Nossa Senhora do Livramento. Os dois já concluíram o ensino médio e ficaram sabendo do curso na escola.

“Se não tivesse feito o curso iria para Várzea Grande fazer algum outro curso. Fiquei sabendo na escola e como sou curioso fiz em busca de conhecimento para colocar em prática em casa. Na verdade aperfeiçoei o que já sabia”, comenta Antônio Marcos, que espera agora, com o trabalho que conseguiu, fazer uma faculdade de ciências contábeis.

O jovem Maurício César revela que seu maior sonho é ser operador de máquinas agrícolas. “Este será o próximo curso que farei. Quero voltar para a comunidade de Pirizal, em Nossa Senhora do Livramento, como operador de máquinas”.

De acordo com a analista de projetos técnicos do Senar-MT e responsável pelos cursos do Pronatec na entidade, Daniela Figueiredo, os cursos do programa são realizados conforme as demandas vindas dos sindicatos rurais. Ela comenta ainda que a média de idade nos curso do Pronatec, ministrados pelo Senar-MT, são de pessoas com 20 anos. “Mas, a partir dos 15 anos já se pode fazer os cursos”. Somente em 2013 o Senar-MT formou pelo Pronatec 1.080 alunos.

Pelo Senar-MT são ministrados no Pronatec cursos de operador de máquinas e implementos agrícolas, bovinocultura de leite, horticultura orgânica, piscicultura, e apicultura. Os cursos são realizados em Nova Brasilândia, Campinápolis, Canabrava do Norte, Denise, Paranaíta e na próxima semana iniciam turmas em Juruena e Araguainha. “Araguainha é o menor município de Mato Grosso e o Senar-MT é o primeiro a levar curso do Pronatec. O curso será o de horticultura orgânica, com o objetivo de fomentar a agricultura familiar. Estes cursos na verdade são formadores de empreendedores”, frisa Daniela.

Segundo a coordenadora da equipe de projetos técnicos do Senar-MT, Juliana Mardegan Ferreira, consegue-se atrair, ainda, pessoas da área urbana para a zona rural. “É uma oportunidade de diminuir o apagão de mão-de-obra no campo”.

O apagão da mão de obra, inclusive, foi o ponto mais abordado durante a formatura de 1,2 mil alunos do Pronatec na quinta-feira (24), com a presença da presidente Dilma Rousseff, em Cuiabá. Formaram alunos do Senar-MT, SENAI, SENAC e SEST/SENAT.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet