Olhar Agro & Negócios

Terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Notícias / Política

Pronatec é uma saída para evitar o apagão de mão de obra

Da Redação – Viviane Petroli

24 Abr 2014 - 17:21

Foto: Mayke Toscano/Secom-MT

Pronatec é uma saída para evitar o apagão de mão de obra
O apagão de mão de obra em Mato Grosso é um dos entraves do agronegócio, da indústria e do comércio. A questão foi o ponto forte dos discursos durante a entrega dos 1,2 mil certificados dos cursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), nesta quinta-feira (24), em Cuiabá. A entrega contou com a presença da presidente Dilma Rousseff, que salientou a necessidade de se estar sempre buscando a capacitação.

Os 1,2 mil alunos eram de 18 cidades mato-grossenses. “Isso mostra que o Pronatec não está apenas na Capital”, salientou Dilma Rousseff.

Leia também
Dilma entrega certificados do Pronatec em Cuiabá durante visita
Entrega de casas torna lançamento de pré-campanha à reeleição de Dilma; Silval recebe elogios

Até o final de 2014 o governo federal deverá investir R$ 14 bilhões em cursos do Pronatec, destes R$ 444 milhões em Mato Grosso, onde 260 mil matrículas já estão garantidas, conforme o ministro da Educação, Henrique Paim. Do montante destinado a Mato Grosso R$ 112 milhões serão investidos em Cuiabá. “Os cursos são criados conforme a necessidade dos Estados para não deixarmos ocorrer o apagão da mão de obra”, disse Paim.

De acordo com a presidente Dilma Rousseff, o governo federal oferece a oportunidade à população, “mas nada adianta se não agarrarem as oportunidades”. “O fato do Pronatec ser gratuito não descrimina ninguém e permite o acesso de todos a qualificação. Mato Grosso nos orgulha. O governador Silval Barbosa é parceiro, pois acreditou na proposta do programa e trouxe para o Estado. Aqui temos 260 mil pessoas sendo capacitadas. O ensino técnico é um caminho de oportunidades. Há países onde técnicos ganham mais que os pós-graduados”.

Segundo o governador Silval Barbosa, Mato Grosso é um Estado que “apenas agora” começa a crescer. “Somos um Estado em crescimento. Estes cursos vislumbram para as pessoas a vontade de crescer e conseguir um bom emprego”.

Em seu discurso o prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes, salientou que o Pronatec tem de continuar. Mendes frisou que o agronegócio é a força motriz de Mato Grosso. “Não só no campo, mas na indústria também carecemos de mão de obra qualificada, pois a tecnologia a cada dia avança. O comércio é outro que tem a necessidade da qualificação”.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • jose alves da silva
    24 Abr 2014 às 20:51

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet