Olhar Conceito

Colunas

Não consegue emagrecer? O problema pode estar no seu intestino

Autor: Samara Gonçalves

08 Jul 2017 - 10:45

Sabemos que o intestino é responsável pela digestão e absorção dos nutrientes, mas ele também exerce funções neuroendócrinas e por isso é conhecido como o “segundo cérebro”.

O trato gastrointestinal é composto por bactérias benéficas fundamentais para o bom funcionamento intestinal, conhecido como microbiota.

Essas bactérias intestinais são responsáveis pela manutenção e fortalecimento da imunidade, pela produção de anticorpos, atuam nadetoxificação e auxiliam na produção de vitaminas (K e do complexo B) e hormônios como a grelina, o hormônio da fome.

Em condições saudáveis existe um equilíbrio entre todos os microorganismos presentes no intestino. O desequilíbrio da microbiota favorece o crescimento de bactérias patogênicase gera um quadro chamado de disbiose.

A disbiose ocasiona o aparecimento de sintomas intestinais, como dores abdominais recorrentes, quadros de constipação alternados com períodos de diarreia, sensação de distensão abdominal após alimentação, mesmo quando o indivíduo come pouco. Inclusive pode desencadear quadros de fadiga,crises de enxaqueca,corrimentos vaginais e dificuldade em perder peso. Mas o que a perda de peso tem a ver com o intestino?

O desequilíbrio na microbiota intestinal pode alterar a forma de armazenar gordura e também causar distúrbios hormonais que atrapalham o emagrecimento, por meio da oscilação entre os hormônios que proporcionam saciedade e fome. Além disso, alterações na camada protetora afetam diretamente a absorção de diversos nutrientes.

Por isso, é necessário prestar atenção na saúde do nosso intestino, fazer boas escolhas alimentares,mastigar bem os alimentos e ingerir água adequadamente. A suplementação com probióticos e prebióticos tem sido uma excelente opção para prevenção e tratamento da disbiose.

Cuidar do intestino é um passo essencial para quem deseja emagrecimento e qualidade de vida.
 
*Dra. Samara Gonçalves é médica graduada pela Universidade de Cuiabá, pós-graduada em Fisiologia Humana pela Universidade Tales de Mileto e membro da SOBRAF

Redes Sociais

Sitevip Internet