Olhar Conceito

Segunda-feira, 21 de maio de 2018

Notícias / Chef Paulo Vitor

Chef Paulo Vitor quebra o velho tabu de que comida pronta não é saudável

Chef Paulo Vitor

12 Fev 2016 - 09:20

Chef Paulo Vitor quebra o velho tabu de que comida pronta não é saudável
Cada dia mais e mais brasileiros aderem à facilidade e agilidade das comidas prontas, muitas assinadas por chefs renomados ou por restaurantes. No entanto, o que é preciso saber, desmitificar, que comida pronta ou congelada não é saudável.

Leia mais:
Chef Paulo Vitor fala sobre o Josper, combinação entre uma grelha e um forno numa só máquina
Chef Paulo Vitor comenta sobre as hamburguerias de Cuiabá

É importante ler a embalagem do produto, saber se há ou não conservantes, que é fresco, como foi feita a seleção dos produtos e principalmente, mesmo congelado o alimento deve ser agradável aos olhos. Existem formas que garantem sabor e frescor mesmo quando congelado e consumido em casa.

Na correria do dia-a-dia, entre tantas reuniões e compromissos profissionais ou pessoais, é possível ter uma alimentação saudável, equilibrada e deliciosa. O saudável pode e deve ser gostoso, comida é poesia, é prosa em forma de alimento para o corpo e também para a alma. Nada mais confortante que uma massa quentinha, um queijo e um bom vinho, seja em casa ou na empresa. Até a próxima semana.

14 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Fabiane
    15 Fev 2016 às 11:41

    Acho que o número de likes no primeiro comentário demonstra que há pessoas dispostas a investir sua leitura em textos mais longos do que 3 parágrafos apenas. De maneira alguma questionando a competência técnica do colunista - pelo contrário, aliás - todo o seu saber está sendo subutilizado neste espaço que deveria ser precioso. Até a resposta ao comentário da internauta foi mais elucidativa e poderia estar inserida no texto principal. As pessoas têm sede de conhecimento e clicam no link da matéria esperando encontrar mais do que poderiam simplesmente "jogar no Google". Aos puxa-sacos de plantão, aproveitem a familiaridade com o Google e "joguem" "regras de boa comunicação na internet".

  • Robson
    12 Fev 2016 às 18:42

    Existem empresas especializadas em refeições prontas e congeladas. Com um cardápio variado, saboroso e nutritivo, utilizam ingredientes naturais em todos os seus pratos. É ideal para pessoas que valorizam a saúde sem abrir mão da praticidade e do prazer na alimentação. São ótimas opções para comer em casa, no trabalho... parabéns ao chef pela matéria, acho interessante abordar e quebrar tabus.

  • Solange
    12 Fev 2016 às 17:34

    Engraçado, o texto poderia sim ter sido longo, detalhado e tal....maaaas, isso aqui não é um artigo científico não minha gente.....vão estudar se querem detalhes bibliográficos pra copiar e colar na nos seus trabalhinhos de curso de gastronomia....cursinhos que aliás não servem pra p**** nenhuma.....pra ser chef de verdade vai muito além disso meus caros...eu conheço o chef Paulo Vitor e tive o prazer de já ter trabalhado com ele e posso afirmar que encher linguiça é tudo o q ele não faz, isso é só uma coluna e não um diário, até por que se fosse diário nem haveria espaço aqui pra detalhar tantos afazeres, conhecimento, qualidades e competências que ele possui....então amiguinhos, vão estudar, trabalhar, enfim, façam qquer coisa, mas saibam que no nível dele nenhum de vcs nunca vai chegar, por que os poucos que chegam não fazem esse tipo de crítica desconstrutiva, muito menos perdem tempo com piadinhas fúteis...só lamento o futuro de vcs!!!

  • Sebastião Neves
    12 Fev 2016 às 17:25

    kkkkk rindo alto do comentário de vocês. Essa Carol é muito louca e os outros todos cordeiros. Vamos trabalhar, povo!

  • Andrea de Jesus
    12 Fev 2016 às 17:21

    Gente, vocês são muito chatos. as pessoas escrevem sobre o que querem e se vocês não gostam, simples, não leiam. O cara é um Chef renomado, de um dos melhores restaurantes de Cuiabá, ou você cozinha melhor que ele ou cala a boca.

  • Andrea de Jesus
    12 Fev 2016 às 17:21

    Gente, vocês são muito chatos. as pessoas escrevem sobre o que querem e se vocês não gostam, simples, não leiam. O cara é um Chef renomado, de um dos melhores restaurantes de Cuiabá, ou você cozinha melhor que ele ou cala a boca.

  • José Pedro
    12 Fev 2016 às 17:19

    Carol, de boa, senti uma dorzinha de cotovelo! Quer saber mais sobre conservantes, joga no Google. Acho que tá sobrando tempo pra você. Eu como comida pronta do Leila Malouf, da Vitalit, que são congeladas e são boas, são saudáveis.

  • Chef Paulo Vítor
    12 Fev 2016 às 17:16

    Olá Carol, Agradeço seu comentário e sua sincera opinião. Isso é bacana e importante, porque posso explicar o motivo da coluna desta semana. Conforme inumeras pesquisas com internautas e/ou usuários de redes sociais (disponíveis no Google, caso queira consultar), textos muito longos não agradam os leitores e normalmente são abandonados pela metade. Por isso, uma das minhas escolhas, foram textos pequenos, para uma leitura rápida. Embora tenha conhecimento técnico, como colunista, optei por usar uma linguagem mais coloquial, para que todos possam compreender. 1) A coluna fala de um novo conceito, um novo comportamento dos consumidores, que buscam comidas prontas e saudáveis. Isso é um fato, descrito no primeiro parágrafo. 2) Todos os conservantes devem ser evitados, tais como Sorbato de Potássio e Benzonato de Sódio – utilizados para aumentar a vida útil do produto. 3) O Buffet Leila Malouf por exemplo, comercializa comida pronta de alta qualidade, utilizando a técnica de ultra-congelamento de alimentos, como por exemplo, um salmão, depois de grelhado é levado ao ultra-congelador atingindo rapidamente temperaturas baixíssimas, como -10o C, no núcleo do alimento. Essa é uma das técnicas utilizadas para que se tenha uma comida pronta e fresca, sem conservantes. 4) Como eu disse na coluna, é fundamental que você leia o rótulo e/ou tabela nutricional do alimento. Evite conversantes, corantes, aromatizantes, antioxidantes, estabilizantes e acidulantes. Caso ainda tenha alguma dúvida, por favor, envie-me um e-mail, terei o maior prazer em respondê-la. pvgastronomia@gmail.com

  • Arigó
    12 Fev 2016 às 16:19

    Carol seu Comentário Mitou!!Parabéns Clareza sempre é bom ainda mais em um veiculo de comunicação renomado...

  • marcão
    12 Fev 2016 às 16:16

    falou, falou e não falou nada.... que tabu ele quebrou? e outra, se é comida quer dizer que está pronta,rsrs

Redes Sociais

Sitevip Internet