Olhar Conceito

Terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Notícias / Diversão e Lazer

Jovens empreendedores abrem espaço que une café-bar, loja-galeria e ateliê colaborativo em Cuiabá

Da Redação - Isabela Mercuri

17 Jun 2017 - 09:11

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Hiasmyn e Alexandre

Hiasmyn e Alexandre

Café-bar, loja-galeria, ateliê colaborativo, empresas ‘encubadas’. O ‘Metade Cheio’ é tudo isso. Mais que isso: é um espaço aberto a todos aqueles que não se sentiam tão confortáveis em outros lugares do centro de Cuiabá, seja para trabalhar, para criar, ou mesmo para tomar um cafezinho (que lá é refil) ou um drink. A ideia é dos jovens empreendedores Alexandre Cervi, 25, e Hiasmyn Lorraynne, 24, que, antes de ser sócios, já eram amigos e sonhadores.

Leia também:
Gabinete une café, chapelaria, sebo, bar e galeria de arte em ambiente intimista em Cuiabá

A amizade começou quando Hiasmyn expôs pela primeira vez na Feirinha da 24. Alexandre, publicitário, na época ainda trabalhava em agência de publicidade, mas já organizava a feira junto com Creuza Medeiros e Bianca Poppi. Não passou muito tempo até ele decidir trabalhar para si e abrir o salão ‘Serve Cervi’, para cortes de cabelo (tão somente).

Hiasmyn é ilustradora, trabalhou por um tempo com a mãe no Bistrô Vitta, e em 2016 começou a se aventurar pelo mundo das tatuagens. Foi nessa época, também, que ela e Alexandre começaram a pensar em abrir um negócio juntos. “Eu e Hiasmyn temos histórico na família de pessoas que trabalham com comércio, meu pai e a mãe dela”, conta Alexandre. “E a gente começou a amizade falando sobre o que gostaríamos de fazer de diferente em Cuiabá, contando nossas experiências com viagens, o que a gente gostava de fazer, de comer, etc”.


Entrada do 'Metade Cheio' (Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto)

 A amizade se fortaleceu no momento em que os dois entenderam que seriam sócios. “Foi no meio de 2016. Eu me lembro, era um domingo à tarde, e a gente estava conversando e simplesmente se perguntou quando que íamos oficializar a sociedade. Porque as ideias já estavam prontas, nós sabíamos como fazer, só faltava começar”, completa.

O que os dois já sabiam era: o espaço deveria ser no centro da cidade, teria coisas que não existem em Cuiabá até então (ou pelo menos não na região central), e que encubaria o estúdio de tatuagem de Hiasmyn (Ás de Ouro) e o salão de Alexandre (Serve Cervi).


Serve Cervi (Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto)


Estúdio Ás de Ouro (Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto)

Em uma volta pelo centro, eles fizeram uma lista de vinte possíveis locais para alugar. A casa onde se instalaram, na Rua Comandante Costa, era a terceira da lista. “Quando entramos, a gente sabia que tinha que ser aqui. Na verdade a gente esperava que fosse um lugar pequeno, uma portinha só com tudo no mesmo cômodo. Mas quando achamos a casa, vimos que não, que o projeto era bem maior”.

Metade cheio

O Metade tem 400 metros quadrados, divididos em três andares e seis ambientes. No subsolo, ficam o estacionamento (gratuito para clientes) e o estúdio Ás de Ouro (veja AQUI). No térreo, o café-bar, a loja-galeria e o salão Serve Cervi. No primeiro andar, por sua vez, ficam o ateliê e um salão para eventos.


Fachada da casa (Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto)

Para começar com os diferenciais, o café-bar é um espaço com wi-fi liberado (e com sinal bom), tomadas em todas as mesas, som ambiente (com vitrola) e uma biblioteca (para ler ali mesmo). “Nós não conhecíamos nenhum espaço, que não fosse shopping, padaria ou restaurante, que fosse aconchegante e confortável para trabalhar, escrever... enfim, para ficar ali, com tomada pra carregar o celular ou o computador, e ficar o quanto quiser”, explica Alexandre.






O café-bar (Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto)

No cardápio, por ser um café-bar, tem café coado (R$2 o pequeno, R$3 o grande e R$6 o refil), café expresso, capuccino e bebida da semana, além de sempre ter um pão (R$3), um bolo (R$4), um biscoito (R$4) e uma comidinha da semana (preço variável). “Não determinamos os sabores porque queremos fazer tudo sempre fresco, e priorizar a sazonalidade e os produtores locais”, afirma. Vale lembrar que o refil é pago uma vez no dia. “Se a pessoa chegar aqui às 15h e ficar até as 23h, pode tomar o quanto de café que quiser, e só paga uma vez”, completa.

Na parte de drinks, cervejas (R$7), chope, caipirinha de limão, catu-cola (catuaba com coca-cola), cuba libre (rum com coca cola), mojito e a bebida da semana estão disponíveis o tempo todo. “É um café-bar exatamente por isso. Tem drink às três da tarde e tem café às onze da noite. A hora que o cliente quiser”.

O segundo ambiente é a loja-galeria. Ali, o diferencial é a opção por artistas novos. “Acho que dá pra gente saber quando um artista já é consagrado, e nós queremos ser a porta de entrada para os que ainda não são”, explica. Atualmente, estão disponíveis quadros de Hiasmyn Lorraine, Hugo Alberto e Thiago Sinohara, além dos cactos em vasos de cerâmica da ‘Cactos de Marte’.


Lojinha-galeria (Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto)

No andar de cima, o ateliê funciona como um espaço de co-working. Alexandre explica que ele tem sua tabela de preços (para alugar por hora, por dia ou por mês), mas que vão funcionar também as trocas (desde que justas). Por exemplo: um grupo de teatro que quiser usar o espaço para ensaiar, depois apresenta a peça ali, e uma porcentagem da bilheteria ficaria para a casa.

“A diferença de um co-working é que as pessoas não deixam suas coisas ali. A ideia é que seja mais como um espaço de trabalho, e nós fornecemos parte do material. Temos o essencial de multimídia, o essencial de papelaria, por exemplo”, esclarece.




O ateliê (Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto)

A cada semana, o ‘Metade Cheio’ terá uma inspiração que vai guiar desde seu cardápio até sua programação e suas músicas. Na semana de inauguração (que começou na última quarta-feira, 14), o tema é ‘drama’. Por este motivo, na quinta-feira (15) foi exibido o filme ‘Amour’, e na sexta, no sábado e no domingo acontece a apresentação da peça ‘Ora Mortem’ (veja AQUI).

Para acompanhar a programação do Metade Cheio, basta segui-los na FAN PAGE e no INSTAGRAM. O espaço fica na Rua Comandante Costa, 381, centro de Cuiabá, e funciona das 15h às 23h, de quarta-feira à domingo. O salão ‘Serve Cervi’ e o estúdio ‘Ás de Ouro’ são espaços encubados, e funcionam com seus próprios horários de atendimento.

Serviço

Metade Cheio
Rua Comandante Costa, 381
Contato: aloalo@metadecheio.com

12 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Marta Rocha
    19 Jun 2017 às 10:37

    Adorei a ideia do espaco de bronzeamento na laje com feijoada . Com Roda de samba também. Vou levar minha irmã Diana

  • Nascimento
    19 Jun 2017 às 09:30

    A ideia é boa, mas eu não gostei muito da decoração. Creio que gosto do dono não pode ser confundir com o do cliente. Mas, com certeza, deve ter pessoas que gostem. Parabéns pelo negócio e sucesso.

  • Rubia Mara
    19 Jun 2017 às 07:33

    Que lugar bacana!! adorei! Precisamos de muitos espaços assim em Cuiabá. Parabéns pela iniciativa e sucesso aos jovens empreendedores. Espero visitá-los em breve!!

  • Vieira
    18 Jun 2017 às 18:05

    Tem que tem muito capital pra isso, ou o prédio é próprio, sendo próprio que legal de capital....

  • Paulo toller abdull
    18 Jun 2017 às 15:09

    Que coisa sensacional isso em Cuiabá, fiquei curioso e já quero conhecer.....vou convidar os amigos....sucesso

  • Ju Pinheiro
    18 Jun 2017 às 09:23

    Q idéia excelente. ..Vou conhecer e divulgar com toda certeza.Parabéns pela iniciativa

  • nilva lima
    18 Jun 2017 às 06:18

    amei a ideia vou conher rapidinho.vcs podia abrir para expositores de outras áreas como acessórios lingeries ia amar expor ai

  • Catarina
    17 Jun 2017 às 20:20

    Que lugar mais lindo amei e com certeza irei visitar, alem desses bolos lindos tbm poderiam ter uns quitutes regionais como bolo de queijo/chipa/arroz com um cafezinho um tudo de bom... Parabens

  • Eduardo Gonsalves
    17 Jun 2017 às 17:23

    Parabens pela iniciativa!!!!!

  • Murilo Araujo
    17 Jun 2017 às 12:41

    Conheci o espaço apresentado pelo Alexandre. Achei muito confortável, acessível e urbano. Um lugar com proposta inédita e bem despretenciosa em Cuiabá. Os preços são justos. A decoração condiz com a alma da casa, cheio de histórias... Cuiabá precisava de um espaço underground desse. Parabéns aos idealizadores, o projeto ficou show!

Sitevip Internet