Olhar Conceito

Terça-feira, 26 de setembro de 2017

Notícias / Saúde e Beleza

Após passar pelo Atacama e Antártida, ultramaratonista vai correr 24h sem parar no Parque das Águas

Da Redação - Isabela Mercuri

12 Jul 2017 - 11:02

Foto: Arquivo Pessoal

Após passar pelo Atacama e Antártida, ultramaratonista vai correr 24h sem parar no Parque das Águas
O ultramaratonista Carlos Dias, considerado pela History Channel como um superhumano, chega a Cuiabá esta semana para realizar mais um de seus desafios. Ele vai correr durante 24h sem parar, das 9h da manhã de sábado (15) às 9h da manhã de domingo (16). Na capital mato-grossense, a corrida será realizada no Parque das Águas, e a média é de 120 quilômetros percorridos no percurso.

Leia também:
AFC promove show da banda Herois de Brinquedo durante treino no 'Dia Internacional do Rock'

Carlos tem 24 anos de carreira, 44 de vida, e muita história para contar. Segundo ele, ser ultramaratonista não foi uma decisão, mas uma consequência. “Depois de ter percorrido diversas provas de 5, 10, 15, 21, e os 42 km 195 metros, descobri a ultramaratona em 1997 e corri uma prova de 100 km em Cubatão. No ano seguinte fui correr a Comrades Marathon na África do Sul, prova de 89 km, que percorri em 11 h 1 min 27 segundos, mas não peguei a medalha, pois o tempo limite para ter a medalha  era de 10 59 min 59 seg”, lembra.

A frustração se transformou em ânimo, e Carlos passou a criar desafios pessoais para que ele mesmo se superasse. Neste tempo, já cruzou a selva amazônica três vezes (250 km em 7 dias), se tornou o primeiro sulamericano a correr os quatro desertos mais extremos  do planeta  (Antártida, Sahara, Gobi e Atacama), já visitou mais de 80 países e 14 ambientes extremos. No total, foram 122 mil km percorridos.



Carlos também já cruzou todos os Estados Unidos e o Brasil, do Oiapoque ao Chuí, 9 mil km, em cem dias. O mapa brasileiro, com 18.250km, ele percorreu em 325 dias, e também realizou o desafio dos 250km em sete dias na Jordânia, Nepal, Madagascar, Equador e Sri Lanka. 

Desafio das 24 horas



O desafio das 24 horas começou no Rio de Janeiro no último dia 17 de junho. Na semana passada, dias 1 e 2 de julho, ele correu em Curitiba, com 6 graus de temperatura. No último final de semana, dias 8 e 9, a maratona foi em Brasília. Em Cuiabá, o evento acontece no sábado (15) e domingo (16), e daqui ele segue para Campo Grande, Porto Velho, Boa Vista, Manaus, até completar 18 capitais (e Porto Seguro, na Bahia).

Para conseguir correr tanto, Carlos conta que não possui nenhuma dieta especial. “Gosto de tomar café da manhã pelo menos duas horas antes de começar a correr, com frutas, ovos e sucos”, explica.

Durante as vinte e quatro horas de prova, ele explica que faz paradas para ir ao banheiro, trocar de tênis quando necessário e para almoçar e jantar (20 minutos cada). “No almoço das 24h e jantar minha comida é arroz, frango e macarrão, e durante toda a corrida vou comendo castanha, paçoca de amendoim, banana e nas horas de muito cansaço até uma fatia de salame”, conta.

Quando não está realizando os desafios, o ‘super-humano’ treina em São Paulo nas trilhas da Serra da Cantareira e Pedra Grande, em Atibaia. “E três vezes por semana faço um trabalho junto aos fisioterapeutas da Fisio4Sport, que trabalham força, equilíbrio e resistência. Tenho dois dias da semana que são off, de descanso, com massagem ou exercícios na água, de relaxamento. O resto é a mente focada em fazer o melhor, dar muita risada e seguir leve”, complementa.

Solidariedade

E para quem pensa que Carlos só ‘corre sem rumo’, ele conta que em seus desafios sempre arrecada fundos para ajudar instituições de caridade. Desta vez, a escolhida é o Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer (Graac).

“Escolhi o Graacc pois o trabalho é muito sério, um hospital referência na América Latina no combate ao câncer infanto-juvenil. Conheci o hospital em 2008 em uma visita e resolvi que não dava simplesmente para alimentar o meu ego buscando somente o primeiro lugar do pódio ou a medalha”, conta. “Resolvi dar um significado maior ao meu esforço, ser um voluntário usando a corrida como ferramenta para chamar outras pessoas para abraçar a causa”.

Além do Graac, ele ajuda também a ‘Associação Filhos do Céu’, que fica em Arraial D’Ajuda, na Bahia. “Eu faço uma caminhada por ano com as crianças, e lá elas aprendem a valorizar  o local onde moram e a cuidar dele”.

Em Cuiabá, quem quiser correr por alguns minutos ou horas junto a Carlos, ganhar camiseta, medalha e certificado e ainda ajudar as instituições pode se inscrever durante todo o dia do evento, no Parque das Águas. O preço é: R$90 (kit de camiseta e medalha), R$60 (kit de medalha e certificado) e R$40 (certificado).

“O desafio em Cuiabá será bem descontraído, a ideia não é competição, e sim reunir os amantes de corrida, os iniciantes e os mais experientes para correr e ajudar instituições importantes que cuidam de crianças com câncer e trabalham com crianças em áreas de alta vulnerabilidade”, explica o ultramaratonista.

Depois de Cuiabá, Carlos segue para mais quinze cidades para completar seu desafio. Para acompanhar seu roteiro, basta acessar o BLOG. Inscrições para as próximas etapas podem ser feitas pelo TICKET AGORA e ATIVO.COM.

Carlos tem patrocínio da Movida locação de veículos, Farmácia Pague Menos, Mantle La Torre Resort e aos apoios locais em Cuiabá Skechers, Shopping Pantanal e Running Cuiabá.

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Kakashi
    12 Jul 2017 às 14:38

    O loco, o cara correu até a entrada da Aldeia da Areia. Que jutsu é esse.

  • Whydston Antonieto
    12 Jul 2017 às 14:32

    Vou torcer para ele não conseguir vencer em Cuiabá!!!!!! Aqui é Cuiabá !!!!!

  • Alexandre Craveiro
    12 Jul 2017 às 12:39

    Parabéns Carlos Dias Você é um exemplo.

  • BRENO
    12 Jul 2017 às 11:57

    Palhaçada isso, eu sofrendo para correr 20 min.

Sitevip Internet