Olhar Conceito

Terça-feira, 17 de julho de 2018

Notícias / Artes Cênicas

Cultura, diversão e adrenalina marcam 3ª noite do Celebra Sinop

Da Redação - Fabiana Mendes

12 Set 2017 - 16:15

Cultura, diversão e adrenalina marcam 3ª noite do Celebra Sinop
Na noite desta segunda-feira, (11), o palco cultural do ‘Celebra Sinop’ abrigou vários talentos locais. A noite foi aberta com uma apresentação de teatro da Cia Teart que reúne atores com idade entre 06 a 33 anos. Segundo um dos atores da companhia, eles procuraram levar ao público presente uma nova essência na arte de atuar.

Leia Mais: 
Prefeitura de Sinop entrega mais três obras de asfalto em três bairros

A peça escolhida para a noite foi "A revolta dos brinquedos", uma adaptação de Patrícia Emanuela Kleszta, que abordou conceitos, virtudes e valores importantes para a vida em sociedade. A peça, que prendeu bastante a atenção do público infantil, mostrava as atitudes de uma criança que, por influência de amigas, resolveu destruir seus brinquedos velhos para ganhar seus brinquedos novos.
 
Muitos pais que aproveitavam o momento de descontração nas barracas da Festa das Nações acharam excelente a lição de moral que seus filhos estavam recebendo na forma lúdica do teatro.
 
A noite seguiu com música para os ouvidos dos presentes. Entre tenores e sopranos, o coral universitário Vozes de Mato Grosso, da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT) agradou encantar a todos. O coral é uma interação entre universidade e comunidade e reúne vozes de crianças, jovens e adultos das redes fundamental, médio e superior, proporcionando uma elevação da cultura local. O grupo adulto trouxe 18 participantes para a noite de segunda-feira.
 
As melodias, Cuitelinho, Folclore de Mato Grosso, Felicidade de Lupicínio Rodrigues, Caçador de mim de Milton Nascimento, Ode à Alegria de Beethoven, Aleluia de Leonard Coohen e Fama de Mal de Roberto Carlos e Erasmo Carlos.
 
A partir daí foi à vez das crianças tomarem conta do palco e alegrarem a noite com roupas coloridas e muita dança. O estúdio de dança árabe Hemer Angeline contagiou a todos com meia hora de cultura árabe "Habibi Arabic Belly Dance". As dançarinas mirins chamaram a atenção e arrancaram aplausos de todos.
 
Outra apresentação arrancou muitos aplausos foi a de ginástica rítmica, do Colégio Regina Pacis. Cordas, bola, arco maçãs, fitas e muita habilidade e coordenação motora foram postas à prova durante a apresentação. Alguns suspiros puderam ser ouvidos, mas as palmas abafaram qualquer outro tipo de manifestação.
 
E a noite foi, mesmo, recheada de cultura, pois o palco cultural também abrigou a dupla de italianos mais querida de Mato Grosso que fez todos os presentes trocarem os suspiros da ginástica rítmica pelo riso farto de suas piadas.
 
Por fim, para manter a emoção, uma gigantesca carga de adrenalina com mais de 50 minutos de apresentação do piloto de Freestyle Joaninha. Este espantou o sono das crianças e dos adultos presentes.
 
 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Redes Sociais

Sitevip Internet