Olhar Conceito

Quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Notícias / Artes Cênicas

Cultura, diversão e adrenalina marcam 3ª noite do Celebra Sinop

Da Redação - Fabiana Mendes

12 Set 2017 - 16:15

Cultura, diversão e adrenalina marcam 3ª noite do Celebra Sinop
Na noite desta segunda-feira, (11), o palco cultural do ‘Celebra Sinop’ abrigou vários talentos locais. A noite foi aberta com uma apresentação de teatro da Cia Teart que reúne atores com idade entre 06 a 33 anos. Segundo um dos atores da companhia, eles procuraram levar ao público presente uma nova essência na arte de atuar.

Leia Mais: 
Prefeitura de Sinop entrega mais três obras de asfalto em três bairros

A peça escolhida para a noite foi "A revolta dos brinquedos", uma adaptação de Patrícia Emanuela Kleszta, que abordou conceitos, virtudes e valores importantes para a vida em sociedade. A peça, que prendeu bastante a atenção do público infantil, mostrava as atitudes de uma criança que, por influência de amigas, resolveu destruir seus brinquedos velhos para ganhar seus brinquedos novos.
 
Muitos pais que aproveitavam o momento de descontração nas barracas da Festa das Nações acharam excelente a lição de moral que seus filhos estavam recebendo na forma lúdica do teatro.
 
A noite seguiu com música para os ouvidos dos presentes. Entre tenores e sopranos, o coral universitário Vozes de Mato Grosso, da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT) agradou encantar a todos. O coral é uma interação entre universidade e comunidade e reúne vozes de crianças, jovens e adultos das redes fundamental, médio e superior, proporcionando uma elevação da cultura local. O grupo adulto trouxe 18 participantes para a noite de segunda-feira.
 
As melodias, Cuitelinho, Folclore de Mato Grosso, Felicidade de Lupicínio Rodrigues, Caçador de mim de Milton Nascimento, Ode à Alegria de Beethoven, Aleluia de Leonard Coohen e Fama de Mal de Roberto Carlos e Erasmo Carlos.
 
A partir daí foi à vez das crianças tomarem conta do palco e alegrarem a noite com roupas coloridas e muita dança. O estúdio de dança árabe Hemer Angeline contagiou a todos com meia hora de cultura árabe "Habibi Arabic Belly Dance". As dançarinas mirins chamaram a atenção e arrancaram aplausos de todos.
 
Outra apresentação arrancou muitos aplausos foi a de ginástica rítmica, do Colégio Regina Pacis. Cordas, bola, arco maçãs, fitas e muita habilidade e coordenação motora foram postas à prova durante a apresentação. Alguns suspiros puderam ser ouvidos, mas as palmas abafaram qualquer outro tipo de manifestação.
 
E a noite foi, mesmo, recheada de cultura, pois o palco cultural também abrigou a dupla de italianos mais querida de Mato Grosso que fez todos os presentes trocarem os suspiros da ginástica rítmica pelo riso farto de suas piadas.
 
Por fim, para manter a emoção, uma gigantesca carga de adrenalina com mais de 50 minutos de apresentação do piloto de Freestyle Joaninha. Este espantou o sono das crianças e dos adultos presentes.
 
 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet