Olhar Conceito

Terça-feira, 21 de agosto de 2018

Notícias / TV

Jornalista mato-grossense de 25 anos assina roteiro de série de TV em gravação

Da Redação - Isabela Mercuri

10 Out 2017 - 09:15

Foto: Divulgação

Stéfanie Medeiros

Stéfanie Medeiros

Terminam nessa segunda-feira (9) as gravações do episódio piloto da série ‘Tem que ser agora’. Escrita pela jornalista e autora Stéfanie Medeiros, a série fala sobre os conflitos de um grupo de amigos em seu primeiro ano de faculdade, passando pelos sonhos e anseios dos personagens.

Leia também:
Cineasta paulista abre 8ª edição da Maratona de Negócios Criativos com foco no audiovisual
 
Stéfanie tem apenas 25 anos de idade, mas já acumula dois livros lançados, e diversos prêmios, como o Concurso Nacional Novos Poetas, com o que conseguiu uma participação na antologia "Poetize 2015", o prêmio nacional de poesia Sarau Brasil, e o edital da Secretaria de Estado de Cultura de Mato Grosso (SEC-MT), em parceria com a Ancine e Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), que resultou na realização desta série e também do longa-metragem de ficção “O anel de Eva”.
 
“Comecei a esboçar a ideia [da série] em 2015. Na época, a história era para um roteiro de longa-metragem de ficção. No ano seguinte, conheci o Duflair Barradas, com quem estava desenvolvendo outro projeto. Nas conversas, mencionei o “Tem que ser agora”. A partir daí comecei a retrabalhar a trama para uma série de 13 episódios”, explica a roteirista.
 
A série surgiu das próprias experiências de Stéfanie durante a faculdade. “A inspiração para a série foram os primeiros anos na faculdade de jornalismo, a relação com meus próprios amigos, com meu ex-namorado e comigo mesma. É uma forma de olhar para o passado, mas com a possibilidade de mudar algumas coisas”.
 
A primeira temporada conta a história de seis amigos, em seu primeiro ano de faculdade. No episódio piloto, o fio condutor é a personagem Amélia, interpretada por Gabriella Di Grecco. “Ela aspira trabalhar em um jornal institucional logo no primeiro semestre, mas se vê competindo pela única vaga com outra aluna nova, Natália (Alana Dezena). As duas têm que escrever uma matéria para concorrerem à vaga. Neste meio tempo, Felipe (Filipe Ribeiro), namorado de Amélia, decide organizar uma festa”, conta Stéfanie.
 
No total, participam da série dez atores, sem contar com figuração. São seis atores para o grupo principal (Amélia, Natália, Felipe, Guilherme, Gustavo e Joana), dois professores (Honório e Marta), a secretária da coordenação de jornalismo (Matilde) e a prima da Natália (Carol). A produção é da Latitude Filmes e a direção do Duflair Barradas. Além de ser a roteirista, Stéfanie também interpreta a personagem Carol, que é prima da Natália (interpretada por Alana Dezena).
 
A jornalista também faz mestrado em Escrita Criativa, na Puc do Rio Grande do Sul. “É corrido, porque as gravações estão acontecendo enquanto as aulas continuam normalmente na faculdade. Então, ao mesmo tempo que estou no set, também tenho que pensar em trabalhos que já estão levemente atrasados”, comenta. “Mas como o mestrado é em Escrita Criativa, que também inclui roteiro, as coisas acabam se complementando. Apesar do cansaço, da correria e do ir e vir, eu me sinto com sorte de poder fazer essas duas coisas”.
 
Depois de o episódio piloto ficar pronto, ‘Tem que ser agora’ será comercializada, transformando o aporte da Sec em mais um produto audiovisual com selo mato-grossense. Segundo Stéfanie, o piloto faz parte dos nove produtos audiovisuais em produção resultantes do edital da SEC/Ancine que foi lançado em 2016, no valor total de R$ 4,5 milhões.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Redes Sociais

Sitevip Internet