Olhar Conceito

Segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Notícias / Gastronomia

Em oficina no Pantanal Cozinha Brasil, Dona Eulália conta segredo da receita do bolo de arroz e de queijo; fotos e vídeo

Da Redação - Vitória Lopes

10 Out 2017 - 16:52

Foto: Rogério Florentino Pereira/OD

Em oficina no Pantanal Cozinha Brasil, Dona Eulália conta segredo da receita do bolo de arroz e de queijo; fotos e vídeo
Em uma cozinha avessa à que Dona Eulália está habituada a usar, a quituteira mais conhecida de Cuiabá, ensinou a fazer o seu tradicional bolo de arroz e de queijo aos alunos do Centro Universitário de Várzea Grande (Univag), na manhã de terça-feira (9).

Leia também:
Aos 83, Dona Eulália ainda acorda às 3h da madrugada para fazer os bolinhos de arroz

Nas louças brancas e bancada de metal, os ingredientes simples como mandioca e queijo repousavam, antes de ir ao forno elétrico, enquanto os participantes da oficina do Congresso Pantanal Cozinha Brasil faziam perguntas. Na companhia de sua neta, Danielle Soares de Moura Souza, 31 anos, a receita sexagenária continua viva não só na família, mas para outros cozinheiros e demais cuiabanos.

“Ela (Danielle) sabe, minha filha sabe, bisnetos... Tenho a certeza que com minha falta, eles vão continuar. Sempre vai gente lá em casa para fazer trabalho, da Universidade. Teve um que falou assim ‘no Porto tinha uma dona que fazia bolo giual a senhora, ai faleceu e acabou’. Então pra mim, eu me sinto muito importante, porque eles vão continuar. Tem minhas filhas que estudaram, formaram, trabalharam, aposentaram e hoje continuam me ajudando, para permanecer”, conta a matriarca, hoje com 83 anos.

A história de sua vida, que ela não cansa de contar, até para gravar na memória da Cidade, começou há 61 anos, quando ela se interessou pela culinária após ver uma tia preparar os bolinhos. Mas foi só em 1958, quando deixou a comunidade de Aricazinho e mudou-se com o marido e os oito filhos para a Capital, que ela começou a testar a receita.

Rogério Florentino Pereira/OD

Ela, uma mulher à frente de seu tempo, pediu para seu marido construir um forno a lenha. Assim acertou o ponto, contratou 5 ou 6 ‘guris’ para venderem os bolos de arroz nas escolas e ajudar a complementar a renda da família.

“Eu era meio independente. Todo dinheiro que precisava tinha que ficar pedindo pro marido, então Deus me deu uma mente assim. Ele era pedreiro e pedi para fazer um forno pra mim, e decidi experimentar fazer esse bolo que minha tia fazia. E eu fui experimentando, fazendo... E deu certo”, relembra.

O sucesso foi tão instantâneo que ela passou a fazer encomendas para a Festa de São Benedito. Dois anos depois, o ‘Fantástico’, da Rede Globo, entrou em contato com ela para divulgar o quitute, e as vendas estouraram. “Até hoje é quinta, sexta, sábado e domingo. Começava na quinta com 2, 3 mil bolos de arroz, e terminava domingo com 6 e 7 mil bolo de arroz e de queijo”, conta.

Danielle, que começou a ajudar sua avó aos 16 anos, afirma que para dar conta da demanda são 8 kg de queijo as terças e quintas, e 20 kg no sábado e 24 kg no domingo. Já para o bolo de arroz, terça e quinta contam com 5 kg de arroz, e sábado e domingo 15 kg e 20 kg, respectivamente.

Antes de terminar a pergunta, Dona Eulália responde incisiva qual o segredo do bolo de arroz: o amor.

“Já me perguntaram isso. Antes, eu dava a receita, mas tem gente que não acerta. Dizem ‘mas tem algum segredo que a senhora não fala...’ e eu digo ‘não, eu dou do jeito que faço na receita’, mas o que eu faço é com muito amor e até hoje. Por isso que digo que enquanto eu aguentar, eu farei. Tenho prazer de temperar a massa. Foi uma coisa que mudou minha vida, e nem eu esperava ter”, disse, enquanto continua a acordar 3 horas da manhã para preparar a massa.

Já Danielle aponta que o segredo pode estar no forno a lenha, que hoje são quatro na casa de Dona Eulália, na Lixeira.

“Acho que no caso da minha vó, não que seja um segredo, mas é o detalhe. O detalhe maior é o forno a lenha. Porque o bolo fica meio que até defumado, ele pega o cheirinho da lenha, é diferente... Tanto é que quando clientes querem levar o bolo, a gente recomenda levar pré-assado, porque já é assado no nosso forno à lenha, fica branquinho e termina de assar em casa”, revela.

Muito solicitas, Dona Eulália e Danielle compartilham a receita do bolo de arroz e de queijo.

Bolo de arroz (rendimento de 150 bolinhos)

Ingredientes:


* 2,5 kg de fubá do arroz
* 1,100 kg de mandioca
* 2 litros de água
* 1kg de açúcar
* 1/2 pote de 100g de fermento em pó
* 250g de coco ralado
* 1/2 colher de sopa de canela em pó
* 1 xícaras de chá de manteiga ou margarina derretida( sem água)
* 1 colher de sopa de sal

Instrução:

* Deixe o arroz de molho de um dia para o outro. Lave bem, escorra e soque no pilão. Peneire até virar uma farinha e reserve.
* Rale a mandioca e faça um mingau com a água já quente em fogo médio. Mexa bem, sem parar. Acrescente o açúcar, misture e desligue o fogo.
* Coloque a farinha de arroz, mexa e deixe a massa descansar de um dia para o outro para fermentar.
* Adicione os demais ingredientes, misture tudo e asse em fôrma de bolo ou forminhas de empada untadas com manteiga ou óleo

Bolo de queijo (rendimento de 80 bolinhos pequenos)

Ingredientes:

* 1Kg de queijo meia cura (não pode ser muito salgado).
* 1 kg de fécula de mandioca
* 5 ovos
* 3 colheres de sopa de fermento em pó
* 1 xícara de chá de leite
* 1kg de manteiga ou margarina.

Instrução:

* Coloque o queijo em uma vasilha junto com a fécula de mandioca. Misture com as mãos.
* Acrescente o fermento, ovos e leite, no centro. Misture novamente com as mãos
* Para dar liga, adicione uma concha de manteiga, e vá misturando a massa. Nessa quantidade, são acrescentadas ao todo quatro conchas de manteiga.
* Enrole os bolinhos e coloque em uma forma
* Leve ao forno e asse por aproximadamente 20 minutos

Serviço

Endereço: R. Prof. João Félix, 470
Informações: (65) 3624-5653
Funcionamento: Terças e quintas das 5h30 às 10h
Sábados e Domingos das 5h30 às 11h

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet