Notícias / Turismo

03/12/2013 - 17:40

Cachoeiras, rios e cavernas: Bonito vira ponto turístico internacional; Conheça

Da Redação - Stéfanie Medeiros

Foto: Reprodução/ Gold Trip

Lagoa Misteriosa

Lagoa Misteriosa

 Bonito. Este é nome do município e o adjetivo usado para descrevê-lo. Localizado em Mato Grosso do Sul, Bonito integra, juntamente com Jardim, Guia Lopes da Laguna e Bodoquena, o complexo turístico do Parque Nacional da Serra da Bodoquena.

Leia mais: Espetáculos e oficinas ocorrem durante a semana no 1º Encontro dos Artistas do Picadeiro em Cuiabá

O município surgiu a partir da fazenda Rincão Bonito, fundada ainda no século 19. Desde então, a beleza de cada cachoeira, lago ou caverna descoberta só tem contribuído para aumentar a admiração de quem visita este lugar. “É como se Deus tivesse esquecido aqui um pedaço do Jardim do Éden”, disse Peter Goldschimidt, diretor da Gold Trip, que desde 1999 viaja pelo mundo em busca de novos roteiros turísticos.

Segundo Goldschimidt, os rios são o princípio de tudo. As águas que afloram do solo composto de calcário transbordam em rios abundantes que correm para o Pantanal. “Este calcário contribui para a decantação dos sedimentos e torna as águas extremamente transparentes. Por isto, um dos passeios mais procurados na cidade é a flutuação”.



Na flutuação, abrigado por uma roupa de Neoprene, o visitante flutua rio abaixo levado pela suave correnteza. Através da máscara de mergulho, é possível observar com clareza todo o fundo do rio, repleto de vegetação e povoado por milhares de peixes. São Dourados, Piraputangas, Curímbas e Piaus, todos peixes típicos desta região, que nadam tranquilos ao redor do visitante. “É como flutuar no espaço, só que cercado por água a uma temperatura que ronda os 23 graus. Muito agradável!”, completou Goldschimidt.

As águas de bonito também são responsáveis pela formação de saltos e cachoeiras. São centenas delas espalhadas ao redor da cidade e muitas fazem parte de trilhas ecológicas das fazendas da região.

A mais alta destas cachoeiras é a Boca da Onça, com 156 metros de altura. A maior do estado. Ela é tão alta que a água é levada pelo vento antes de chegar à sua base. Ao lado dela pode-se praticar o rapel mais alto da região, com 90 metros de altura. O rapel é feito a partir de uma base metálica, de onde se tem uma das melhores vistas do cânion do rio Salobra.

Além dos rios e cachoeiras, as águas de Bonito também foram responsáveis pela criação de outros atrativos muito procurados pelos visitantes, as cavernas. Muitas delas foram criadas por antigos rios que se infiltraram no solo e suas formações rochosas, chamadas de espeliotemas, resultado da interação da água com o calcário.



Uma das mais visitadas é a de São Miguel, especialmente devido ao seu fácil acesso e suas formações rochosas. Porém a mais famosa é a gruta da Lagoa Azul. Ela tem este nome devido a um lago formado no seu interior, cujas águas são extremamente transparentes com um forte tom azulado.

Além dos atrativos produzidos pelas águas, a cidade de Bonito oferece muito mais ao visitante, como, por exemplo, os projetos de conservação da fauna como o Buraco das Araras e o Projeto Jibóia.

A simpática cidade é também famosa pela sua gastronomia exótica. Aqui é possível experimentar pastel de jacaré, carnes de caça e sorvetes com sabores típicos do serrado.

10 comentários

comentar
por re, em 04/12/2013 às 10:14
Enquanto isso em Mato Grosso, Nobres, Chapada estão jogadas as traças. Secretários de Turismo só sabem viajar para o exterior, e se esquecem de dar uma estrutura minimamente decente aos nossos pontos turisticos.
por Gleide, em 04/12/2013 às 09:40
Salgadeira fechada, estrada ate chapada nao pode ser duplicada proque fere a NATUREZA MAE - TERRA, nao pode ferir a terra, mais pode deixar muita gente morrer nas estradas por la,,,,,,,mato grosso nao tem mais as belezas, ta tudo largado,,,,,,La em MS nao tem copoa, mais eles vendem os pacotes para turistas com direito a so vir aqui na hora do Jogo, porque la e PANTANAL e BONITO.....Chupa essa Cuiaba
por De tchapa, em 04/12/2013 às 09:00
Sou Cuiabano de tchapa, mas conheci alguns pontos turísticos da banda de lá, e AFIRMO que o dia que os nossos pontos turísticos tiverem o pessoal capacitado e a infraestrutura (GOVERNO) que há lá, a coisa seria TRANSFORMADA de lindos pontos desconhecidos (hoje) para “ponto turístico internacional”... como diz o tema da matéria – só que se referindo por exemplo a nossa linda Chapada, Bom Jardim, Primavera do Leste, Mirassol do oeste, Diamantino.
por jose, em 04/12/2013 às 08:51
e o nosso potencial em Nobres, que é mais que bonito, tambem nao entendi nada
por digão, em 04/12/2013 às 08:30
Mato Grosso do Sul sempre divulgou e incrementou o turismo, agora está atraindo o turismo estrangeiro. Chapada e região ficou pelo caminho....Tempos atras a região atraia o turista ZEN, ele vinha sentir o clima esoterico do lugar, ponto geodesico etc. vinha uns adeptos da vida alternativa e muita paz. agora acabou tudo.
por Josenildo, em 04/12/2013 às 07:58
Devia ser proibido este tipo de divulgação. CD Nobres, chapada e pantanal.
por carlos, em 04/12/2013 às 06:16
Lucas nao precisa entender, com apoo nenhum nem chapada, nem nobres que é mais bonita que bonita vao ser valorizados. ESTE VAI SER O LEGADO DA COPA, PARA CHAPADA NADA E PARA NOBRES MUITO MENOS AINDA.
por HERMINIO JUNIOR, em 04/12/2013 às 02:03
O site Olhar Direto é de MT ou MS? Mudem para lá e dão notícia a interessados naquele estado!
por Jacob Mag, em 03/12/2013 às 23:13
Chapada tem muito nóia. Prefiro Bonito.
por lucas, em 03/12/2013 às 20:40
Bonito MS ??? cade a Chapada?? anunciando as belezas de Mato Grosso do Sul, não estou entendendo mais nada!
Sitevip Internet