Olhar Conceito

Terça-feira, 20 de novembro de 2018

Notícias / Saúde e Beleza

Evento estimula amamentação em público em três encontros na próxima semana

Da Redação - Isabela Mercuri

14 Ago 2015 - 17:25

Foto: Reprodução

Evento estimula amamentação em público em três encontros na próxima semana
Um evento em prol da amamentação acontece em Cuiabá a partir da próxima terça-feira (18). Reunindo mães e futuras mães para darem de mamar a seus filhos, mas não só isso, o encontro busca promover a ideia de que amamentar não é ‘feio’ e deve ser feito em público sem nenhum tipo de constrangimento.

Leia mais:
Neuropsicologia é a chave pra entender relação entre o cérebro e o comportamento humano
Contrariando misticismos, cresce número de pessoas que procuram cirurgia de prótese de glúteos

De acordo com Rodrigo Carvalho, nutricionista e ativista do aleitamento materno na Rede Internacional em Defesa do Direito de Amamentar (IBFAN) do Brasil, esta primeira edição do Mamaço em Cuiabá vem junto com a Semana Mundial do Aleitamento Materno (que aconteceu na primeira semana de agosto) e a outro projeto, criado por ele, que promove o aleitamento materno e o parto humanizado.

“Temos visto muitas notícias de mães constrangidas em público quando vão amamentar seus filhos. Em São Paulo já existe uma lei municipal que proíbe que peçam para as mães irem para locais fechados ou banheiros... E também existe um projeto de lei tramitando no Senado. Nosso evento quer fortalecer a amamentação em espaços públicos”, explica.

O encontro não acontece em um só dia. Para “descentralizar e dar oportunidade para todos comparecerem”, segundo Rodrigo, o primeiro Mamaço Do Mato será no Gran Bazar Pac, a partir das 18h de terça. O segundo ‘Mamaço Poético’, será a partir das 19h de quinta (20) no Sesc Arsenal, e o terceiro encontro será no Parque Mãe Bonifácia, no sábado (22), a partir das 8h30 da manhã.

Nos encontros haverá pintura de barriga, roda de conversa, poesias, danças e oficinas. Dentre as oficinas está o curso de dança árabe “O resgate do feminino pelo ventre”. Rodrigo afirma que o curso resgata “a feminilidade da mulher, seus desejos e vontades que às vezes a maternidade coloca em segundo plano”.

Além deste, oficinas de “dança como celebração do vínculo mãe/bebê" e “Dançar o ventre preenchido” poderão ser feitas com a professora Nancy Ribeiro, que já trabalha com mulheres gestantes e seus bebês.

“Parece simples, mas dá resultado, até mesmo na hora de facilitar o parto. São exercícios para auxiliar a mulher que amamenta e também paa aumentar o vínculo entre ela e o bebê”, finaliza Rodrigo.

Mais informações sobre o mamaço e as oficinas na FAN PAGE.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • CIDADÃ
    14 Ago 2015 às 19:07

    ESSE TIPO DE DISCUSSÃO É UMA TREMENDA FALTA DO QUE FAZER. LEITE MATERNO TODOS SABEMOS DOS BENEFÍCIOS PARA O RECÉM NASCIDO E É ASSUNTO QUE NÃO SE DISCUTE. AGORA , ESSA COISA DE AMAMENTAR EM PUBLICO , SABEM PORQUE MUITAS MULHERES SE SENTEM ENVERGONHADAS? PELO SIMPLES FATO DE NÃO TERMOS BOLA DE CRISTAL E SABERMOS QUE PERTO DA GENTE TEM UM TARADO QUE OLHANDO A CENA, NÃO ENXERGA UMA MÃE AMAMENTANDO E SIM A MALICIA E O SEXUALISMO DE AFLORA.DAQUI A POUCO VÃO ESTIMULAR A TROCA DE BEBES EM PUBLICO PARA SE EXPOREM AOS PEDOFILOS DE PLANTÃO.TOTALMENTE RIDÍCULA ESSA ESTIMULAÇÃO DE AÇÃO. A MULHER QUE SE SENTIR A VONTADE PARA AMAMENTAR EM PUBLICO , QUE FAÇA , MAS QUE RESPEITEM O DIREITO DAS OUTRAS QUE NÃO SE SENTEM. TANTOS ASSUNTOS MAIS RELEVANTES E SAEM COM UM DESSES .

Redes Sociais

Sitevip Internet