Olhar Conceito

Segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Notícias / Música

Sem acordo com produção, show da cantora Maria Rita em Cuiabá é cancelado e clientes serão ressarcidos

Da Redação - Paulo Victor Fanaia Teixeira

07 Nov 2016 - 09:10

Foto: Divulgação

Flyer do evento

Flyer do evento

A Marketing de Integração Cultural (MIC) anunciou neste fim de semana o cancelamento em definitivo do show da cantora Maria Rita, que havia sido remanejado para o próximo sábado, 12. Em nota, a agência responsabiliza a produção da cantora que teria feito inúmeras exigências de segurança, impossibilitando a realização do evento. Os clientes que adquiriram ingressos serão ressarcidos.

Leia mais:
Sambista Roberta Sá se apresenta em show gratuito na Praça da Mandioca

A apresentação da turnê “Samba de Maria” ocorreria inicialmente em 10 de setembro, no Buffet Alphaville. Porém, na noite do evento, um policial militar se irritou com seguranças ao ser impedido de tirar uma foto com a cantora, invadiu o local descredenciado e armado, desferiu ameaças aos membros da equipe, durante a passagem de som. Mesmo com grande do público já presente no local, a produção decidiu por cancelar o evento, para “manter a integridade da artista”.

Na nota publicada pela MIC em sua página do Facebook, afirma que a “atitude impensada e inconsequente de um único indivíduo gerou medo e apreensão a toda equipe produção e da própria cantora”, de modo que “mesmo já tendo recebido antecipadamente a integralidade do cachê, está colocando inúmeras exigências e garantias para a realização de nova apresentação, inviabilizando por completo a realização do evento”.

A agência acrescenta ainda que na mesma data está previsto o show da cantora de MPB, Ana Carolina, “de renome nacional e de grande aceitação local, levando vários clientes a pedirem o reembolso do ingresso do show da cantora Maria Rita”.

Diante do fato, já nesta quinta-feira (10) a MIC deverá proceder o reembolso dos clientes que ainda não foram reembolsados nos pontos em que seus ingressos foram adquiridos. Acrescenta que cortesia não possui direito a reembolso.

O show de Maria Rita aconteceria em homenagem ao centenário do samba. No repertório, a cantora traria canções de Zeca Pagodinho, Beth Carvalho, Alcione e sua mãe, Elis Regina. Ainda participariam da apresentação a banda local “O Samba, A Bossa e As Novas” e a cantora Luciana Bonfim.

Veja abaixo a integra da nota:

A Agência MIC comunica o cancelamento em definitivo da cantora Maria Rita, reagendado para o dia 12/11.

Como é do conhecimento de todos, no dia previsto para a realização do show, a atitude impensada e inconsequente de um único indivíduo, gerou medo e apreensão a toda equipe produção e da própria cantora que, independente das medidas de garantias tomadas pela produção local do evento, entendeu por bem cancelar a apresentação momentos antes do horário previsto para o seu início, quando grande parte do público já estava no local.

Em razão desse incidente a equipe da cantora Maria Rita, mesmo já tendo recebido antecipadamente a integralidade do cachê, está colocando inúmeras exigências e garantias para a realização de nova apresentação, inviabilizando por completo a realização do evento. Em respeito aqueles que adquiriram o ingresso, a MIC tentou ao máximo viabilizar a nova apresentação, não conseguindo êxito na sua intenção.

Aliado a estes fatos, no mesmo dia 12/11 está previsto o show da Ana Carolina, cantora de renome nacional e de grande aceitação local, levando vários clientes a pedirem o reembolso do ingresso do show da cantora Maria Rita.

Desta forma, em respeito aos seus clientes, a MIC informa que, a partir da quinta feira, dia 10, estará fazendo o reembolso daqueles clientes que ainda não foram reembolsados nos mesmos pontos em que os ingressos foram adquiridos. Informamos que não serão reembolsados os ingressos com identificação de "cortesia".

Mais uma vez pedimos desculpas aos nossos clientes e colaboradores pelos lamentável incidente, fruto, repita-se, de uma atitude inconsequente e de soberba humana.

Seguimos com a nossa agenda de show de 2016, com as seguintes apresentações do Projeto Centenário do Samba: dia 07/11 Roberta Sá e dia 05/12 com Monarco da Portela.

Certos da compreensão de todos, reiteramos nossos agradecimentos.

AGENCIA MIC.

10 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Tami
    07 Nov 2016 às 18:17

    Depois do ocorrido, nada mais justo que a equipe faça todas as exigências no quesito segurança. Só acho engraçado que a agência tinha anunciado que o show havia sido reagendado mas em nenhum momento foi confirmado na agenda oficial da cantora...

  • jose ricardo
    07 Nov 2016 às 17:23

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Walter
    07 Nov 2016 às 14:12

    Fato é: Total falta de respeito com o publico, obvio que Maria Rita não e Elis, obvio que cada uma tem sua representação dentro da cultura brasileira. Total falta de organização foi da produção do evento, assim como sempre nos eventos dessa linhagem, se paga um absurdo por um camarote que vc e roubado, claro que ela esta no direito de reivindicar segurança, se o tal policial chegou e entrou sem ser credencia é sim falta de organização de quem esta produzindo o show, como ele foi colocado para fora não sei, fato e que os seguranças de um modo geral são como o tal policial, sem noção e preparo. Eu como publico pagante tive o transtorno de ir no dia do show ao espaço e ficar esperando até alguém anunciar oque havia ocorrido, gastos com tempo, locomoção e desgaste, agora tenho mais um gasto de ter que ir atrás do ressarcimento do ingresso. Simples se não da conta de fazer bem feito, não faz.

  • Victor Moraes Mendes
    07 Nov 2016 às 13:33

    É o mínimo fazer exigências de segurança. Até o público está um pouco apreensivo depois do ocorrido e com o meliante solto. Maria Rita e Ana Carolina dividem a mesma empresária, então não seria problema conversar e haver troca de datas. Estranho.

  • canta nada
    07 Nov 2016 às 13:26

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Julião Petruquio
    07 Nov 2016 às 11:37

    Sem acordo. Leia-se SEM PUBLICO.

  • Bruna Rappel
    07 Nov 2016 às 10:39

    Quem é Maria Rita?

  • JOELMA PONTES
    07 Nov 2016 às 10:09

    Não muda nada!!!! Maria Rita é igual bolcha de água e sal ....longe de chegar pelo perto da Elis! Brasil têm muitos artistas com bagagem musical....

  • Cuiabano
    07 Nov 2016 às 09:36

    Processem e cobrem desse policial...como sempre metidos a "otoridade"

  • joão
    07 Nov 2016 às 09:27

    Momento oportuno em repensar na segurança em todos os shows, não investe em segurança...

Sitevip Internet