Olhar Jurídico

Segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Notícias / Criminal

Perri transfere ex-secretário para Polinter e ordena que Lesco fique atrás das grades na Rotam

Da Redação - Paulo Victor Fanaia Teixeira

11 Out 2017 - 15:12

Foto: OlharDireto

Rogers Jarbas

Rogers Jarbas

O desembargador do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) Orlando Perri decidiu na tarde desta terça-feira (11) pela transferência do ex-secretário de Estado de Segurança Pública (SESP) para a sede da Polinter (Serviço de Polícia Civil Interestadual). O coronel da Polícia Militar Evandro Lesco será transferido para a Rotam (Batalhão De Ronda Ostensiva Tático Metropolitana) e o sargento João Ricardo Soler irá para o 4º Batalhão da PM de Várzea Grande.

Leia mais:
Após sair de batalhão, desembargador determina nova transferência de coronel preso por grampos em MT

A decisão de Orlando Perri quanto ao coronel Evandro Lesco se deve principalmente ao ocorrido na última semana, quando o custodiado na sede do 3º Batalhão foi visto fazendo compras e mexendo em caixa eletrônico de uma farmácia do bairro CPA 4.

Já quanto a Rogers Jarbas, a medida visa evitar que ele, hoje preso no Centro de Custódia de Cuiabá (CCC) entre em contato com outros presos preventivos da "Operação Esdras", "o que poderia facilitar o contato, e, de consequência, a probabilidade de ajustarem suas versões ou de criarem álibis no intuito de prejudicar as investigações policiais".

A decisão:

"Determino, finalmente, a transferência do Cel. PM Evandro Alexandre Ferraz Lesco ao Batalhão Da Rotam, onde deverá ficar recolhido no alojamento com grade, devendo sair apenas nos horários das refeições, banho de sol e visitas, retornando em seguida, devendo a grade permanecer fechada, inclusive durante o dia. 

Em contrapartida, o 2º Sgt. PM João Ricardo Soler, que hoje encontra-se recolhido no Batalhão da ROTAM, deverá ser transferido ao 4º Batalhão da Polícia Militar – Várzea Grande.

O motivo da transferência é óbvio, e partiu de um ofício encaminhado pela Delegada de Polícia:

Cuida-se de Ofício n. 69/2017/GAB/ACF, de 4/10/2017, subscrito pela Delegada de Polícia Ana Cristina Feldner, aduzindo, em síntese, que “o investigado preso Evandro Lesco foi visto fazendo compras em uma drogaria”.

Determino, ainda, a expedição de ofício ao Secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos, Fausto José Freitas da Silva – responsável pelo sistema prisional – para que providencie a imediata transferência do custodiado Rogers Elizandro Jarbas, atualmente custodiado no Centro de Custódia da Capital, para a sede da Polinter, porquanto, segundo informações obtidas com o Delegado-Chefe daquela Unidade Policial, há possibilidade de recebimento do aludido preso provisório em uma das dependências lá existentes.

A medida se patenteia indispensável para evitar que sejam mantidos juntos dois investigados detidos na mesma operação policial, facilitando, com isso, o contato entre eles, e, de consequência, a probabilidade de ajustarem suas versões ou de criarem álibis no intuito de prejudicar as investigações policiais.

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • manoel soares de oliveira
    12 Out 2017 às 09:55

    ESSA CAMBADA ESTANDO PRESO É MUITO BOM !ó que tem mordomias até vai fazer compras ? pode pre so ter esse privilegio ? sacanagem meu povo !!!!

  • Soldado
    12 Out 2017 às 00:03

    Dr Perri na Rotam não tem cela...somente no presidio de Santo Antonio

Sitevip Internet