Olhar Jurídico

Segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Notícias / Criminal

Primeira cuiabana a ocupar presidência do TRT-MT em 25 anos toma posse nesta quinta

Da Redação - Paulo Victor Fanaia Teixeira

07 Dez 2017 - 10:00

Foto: TRT-MT

Eliney Veloso, à frente.

Eliney Veloso, à frente.

A desembargadora Eliney Veloso toma posse nesta quinta-feira (07) como presidente do Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso (TRT) para o biênio 2018/2019. Ela será a primeira cuiabana a ocupar o cargo nos últimos 25 anos de TRT. O juiz Nicanor Fávero será empossado desembargador.

A cerimônia está marcada para as 19h30, no plenário principal do Tribunal, localizado no Centro Político Administrativo, em Cuiabá.

Leia mais:
Fux nega novo recurso de Sérgio Ricardo e conselheiro segue afastado do TCE-MT


Além da presidente, a solenidade marca também a posse dos demais dirigentes da Corte trabalhista mato-grossense: como vice-presidente, o desembargador decano Roberto Benatar; como diretor da Escola Judicial, o desembargador João Carlos de Souza e, como Ouvidor do Tribunal, o desembargador Tarcísio Valente.

Na mesma solenidade de posse dos novos dirigentes também será empossado como desembargador do TRT o juiz Nicanor Fávero, nomeado ao cargo pelo presidente Michel Temer no último dia 23 de novembro. Ele irá ocupar a vaga do desembargador Osmair Couto, que se aposentou em agosto deste ano.

Já Eliney Veloso sucederá, a partir de 1º de janeiro de 2018, a desembargadora Beatriz Theodoro, de quem foi vice no período de 2016 a 2017.  Ela ingressou no TRT de Mato Grosso pelo quinto constitucional, em vaga reservada ao Ministério Público do Trabalho (MPT). Sua posse como desembargadora foi em maio de 2013.

Eliney é natural de Cuiabá, a primeira desembargadora mato-grossense foi procuradora do trabalho entre os anos de 1997 e 2013, tendo exercido a chefia do MPT ao longo da carreira no órgão. Anteriormente, foi procuradora do Estado, assessora jurídica no Tribunal de Justiça e advogada.

Já Nicanor é natural de Ribeirão Preto (SP) e exerce a magistratura na Justiça do Trabalho mato-grossense desde 1993. Ele é oriundo do segundo concurso público para juiz realizado pelo TRT. Nesses 24 anos, o magistrado foi titular nas varas de Colíder e 1ª de Cuiabá. Em 2005, assumiu a 7ª Vara da Capital e, desde maio de 2015, atua como juiz convocado no Tribunal.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • mso
    07 Dez 2017 às 22:00

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet