Olhar Direto

Sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Notícias / Brasil

Escritor Sérgio Klein falece em Minas Gerais

Da assessoria

05 Jul 2010 - 16:54

O jornalista, professor, autor de contos, poemas e literatura infantil Sérgio Klein faleceu no último sábado, 4, vítima de uma infecção generalizada causada pela bactéria Staphylococcus aureus, que entra no organismo pela pele e é altamente destrutiva. Sérgio estava internado no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital Felício Rocho, de Belo Horizonte (MG). No domingo, foi sepultado em Sete Lagoas (MG), onde morava.

O autor, de 46 anos, deixa esposa e três filhos. Dedicado à família, Sérgio tornou-se conhecido do grande público escrevendo para um público que adorava: crianças e adolescentes. Suas histórias estavam relacionadas ao universo familiar, às travessuras e brincadeiras inocentes e mágicas.

Em 2006, foi indicado ao Prêmio Jabuti na categoria infatojuvenil pelo livro Poderosa. Sérgio também é autor da Poderosa 2, 3, 4 e 5, de A menina que Era Uma Vez, A menina que Era Outra Vez, Bilboquê - que bicho é esse?, Cinema, pipoca e piruá, Tempo sem tampa, Tremendo de coragem e Uma janela no espelho.

A Editora Fundamento criou um espaço no blog para amigos e colegas deixarem mensagens e impressões sobre o escritor. Quem quiser deixar sua mensagem, pode postar comentário no: blog.editorafundamento.com.br

Abaixo, mensagem do articulista de economia Mauro Halfeld – colega de Editora e amigo de Sérgio.

Caros amigos,

Tive o privilégio de conviver intensamente com o Sérgio nos últimos nove anos. Ousei propor-lhe que mudasse o rumo de sua carreira como escritor e que se dedicasse a escrever para crianças. Convite aceito, Sérgio começou com Tremendo de coragem. Depois vieram mais uns cinco livros e aos poucos todos se consolidaram.
O grande êxito surgiu com Poderosa – Diário de uma Menina que Tinha o Mundo na Mão. Uma jovem personagem, Joana Dalva, tinha o poder de mudar a história ao seu redor quando escrevia com a mão esquerda. Ela conseguiu até fazer ressuscitar sua querida avó.

Essa obra-prima de Sérgio foi um estrondoso sucesso, chegou a ser finalista do Prêmio Jabuti e foi publicada em grandes editoras da Espanha, México, Itália, Canadá, entre outros países. Certa vez, ouvi do principal editor da Espanha que Poderosa era uma obra rara: uma belíssima peça de literatura e, ao mesmo tempo, um fenômeno comercial. Logo depois, foram cedidos os direitos do livro para a Conspiração Filmes, que pretende produzir um seriado de TV.

Sérgio também deixou séries inéditas para pequenos leitores que estão em fase final de diagramação. Tínhamos muitos outros grandes planos... Todos focados em levar alegria, emoções saudáveis e educação para as novas gerações.

Minutos depois de saber sobre o triste final de Sérgio, liguei para meu pequeno filho, Alberto, que havia dias vinha acordando muito cedo para ler os dois primeiros livros do Sérgio (Tremendo de Coragem e Uma Janela no Espelho). Perguntei-lhe se ele tinha gostado. E o pequeno Alberto gritou, sem nada saber sobre o sofrimento do autor: “Adorei!!!!”

Explodi em lágrimas e só aí revelei ao meu filho a triste realidade que estávamos enfrentando.

Pena que eu não tenha os poderes de Joana Dalva. Pena que nosso mundo não seja justo e que a vida nos apresente tantas coisas inexplicáveis.

Que a história da vida do Sérgio nos inspire a perpetuar seus nobres projetos. Que sua boa alma continue iluminando a vida de nossos filhos.
Sitevip Internet