Olhar Direto

Quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

Notícias / Cidades

MPE investiga emissão irregular de diploma para corretor imobiliário

Da Redação - Pollyana Araújo

04 Jan 2011 - 18:42

Uma denúncia de concessão irregular de diplomas do curso de corretor imobiliário oferecido por um centro de formação de Mato Grosso, cujo nome será preservado por enquanto, já está sendo investigada pela Promotoria da Defesa da Cidadania e do Consumidor. O inquérito foi instaurado no dia 18 de novembro deste ano pelo Ministério Público Estadual (MPE).

Se forem comprovadas as suspeitas, a escola pode perder autorização para funcionar e os alunos devem perder o registro.  Conforme denúncia protocolada junto ao MPE, a instituição possui autorização para atuar somente na capital, mas vem ofertando cursos à distância em todo o Estado.

Segundo uma fonte do Olhar Direto, um dos sócios-proprietários da unidade de ensino faz parte do Conselho Regional dos Corretores de Imóveis do Estado (Creci-MT), responsável pela emissão dos diplomas.

“Os cursos nem chegam a ser ministrados. Basta se matricular, fazer uma ‘provinha’ e já recebe o certificado”, relata essa mesma fonte. “O que é mais me entristece é ver que o próprio poder público fechar os olhos para esses atos de corrupção”, acrescentou ainda.

Em Cuiabá, a escola atua desde 2003 em Mato Grosso com a oferta de cursos técnicos, educação profissional na área de comércio, com o curso de Técnico em Transações Imobiliárias. Outras duas instituições também atuam no segmento.

O diretor da empresa, Alex Vieira, alegou, por meio de nota, que o curso é devidamente legalizado pelo Conselho Estadual de Educação para a formação de corretores imobiliários.

Confira abaixo a nota na íntegra:

Afim de esclarecer o fato noticiado, informo abaixo;

a) O CETEP é devidamente autorizado pelo Conselho estadual de educação para ministrar o curso técnico em transações imobiliárias nas modalidades PRESENCIAL e A DISTANCIA de acordo autorização e credenciamento publicado no com diário oficial de 27/12/2010.

b) Existe um procedimento interno junto ao MP, que já abriu o contraditório a esta unidade escolar no mês de dezembro de 2010;

c) Ao contrario do que é noticiado, o Conselho estadual de educação e secretaria de ciência e tecnologia já estiveram in loco no CETEP por dois dias fiscalizando, em face da denuncia ocorrida;

d) A denuncia versou sobre o Cetep estar ofertando curso de Transações Imobiliárias, na época autorizado na modalidade PRESENCIAL em outras cidades do estado;

e) Porem Esclarecemos que o curso técnico sempre foi ofertado na cidade de Cuiabá , se tornando inverídico a noticia que ofertamos em cidades diversa , existe sim alunos de cidades diversas que realizaram o curso em Cuiabá ,obedecendo toda a carga horária prevista, procedimento totalmente legal;

f) Ainda , houve um equivoco ou ma fé dos denunciantes, pois ofertamos também o curso de tecnologia em Negócios imobiliários em todo Estado na modalidade a DSITANCIA, com provas e aulas nas cidades, temos autorização para isso , por força de convenio com as instituições ULBRA e SEA, devidamente autorizada pelo MEC;

g) Todos estes factóides foram criados por escolas concorrentes e pessoas ligadas a elas, passando por representantes de classe,

h) Para se ter uma idéia , a pessoa que assina a representação junto ao MP , intitula presidente de um sindicato , sindicato ora que não tem representante legal desde 2004 de acordo provas em anexo, bem como pseudo presidente fora cassado pelo CRECI- Conselho regional em 2004, daí se extrai a ma fé da representação, bem como o crime de ESTELIONATO.

i) Inverídico afirmar que se o CETEP trata de a única escola no mercado , para conhecimento de todos , alem do CETEP, oferta em mato grosso,as escolas UNIRONDON, ULBRA, COLIBRI .

O CETEP nos sete anos de atuação no Estado, ofertando vários cursos, sempre pautou pela verdade e respeito com a educação e seus alunos, seus sócios estão há mais de 20 anos na atividade educacional, não será questões de cunho comercial que atrapalhará a formação da profissão que provome o crescimento do Estado.

Para fim de esclarecer a verdade, espero que este conceituado site de noticiais leve ao conhecimento de todos os fatos ocorridos;

Codialmente


Alex Vieira
diretor/socio

13 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • andreia marante
    07 Jan 2011 às 09:29

    Sr Carlindo .......... Com mesma régua que mediras....serás medido....... já estava escrito na escritura bíblica..........ja na justiça dos homens .......cuidado que pode perder carteira é vossa pessoa, com cassação a sua carteira que conseguiu sem curso , não por que comprou , por que na sua epoca nem isso precisava......por que se necessitasse , nao iria conseguir , por sua inveja.....respeite pelo menos seus colegas de trabalho .......vá vender os imóveis, pelo menos isso.......Acredito que nao tenha medo de processo por denunciaçao caluniosa, dano moral e etc

  • Otavio Lima junior
    06 Jan 2011 às 18:43

    Rapaz , isso é revanchismo de corretor velho na area que nao consegue se estabelecer, fiz meu curso na escola de cuiabá e minha esposa na de VG, o curso levou quase um ano, aprendemos mt coisa, agora essa velharada quer fazer RESERVA DE MERCADO.a Galera do CRECI sao os primeiros , ja tentarem implantar exames de suficiencia de forma ilegal.......agora o curso nao pode ser dado a distancia, me poupe

  • Jamil
    06 Jan 2011 às 15:15

    Quem precisa fazer um curso é o diretor dessa escola. Escreveu uma nota cheia de erros de português.

  • andreia marante
    05 Jan 2011 às 22:20

    Quem esta por tras deste terrorismo todo, pelo que sabemos tem um questão de concorrência entre escolas e disputa política por comando do sindicato da categoria, TODO CLASSE sabe que esta rolando este babado..... ai ficam usando o MP como bode espiatorio

  • Carlos Eduardo
    05 Jan 2011 às 17:34

    Eu me formei nesta instituição, frequentei aulas por mais de 02 anos, fiz provas, colei grau, tudo na mais completa normalidade. Penso que isso é intriga da oposição, pois o mercado esta competitivo e tem muita especulação. Conhecí na ocasião os proprietário que me auxiliaram muito em minhas dificuldades, e posso dizer que isso é coisa de algum dinossauro ou corretor pré-histórico que tem pavor da concorrência !!!

  • antonio neto
    05 Jan 2011 às 15:19

    è verdade , existe escola mesmo que voce so vai UM dia e tira o CRECI, o meu tirei em Goiania, fui la e voltei com o CRECI , mas aqui eu nao consegui, exigiram meses de aula, o MP tem que ir la naquele estado e verifcar

  • Carlindo Borges Nonato
    05 Jan 2011 às 12:56

    Sou Corretor de Imovel,conhesso varias pessoas que nunca assisitiram uma aula sequer,pagarao pelo curso e estao com Diploma e Carteira do Conselho.Parabens para o MPE e esses Diretores deve ser investigado tambem pelo MPF pois vem acontecendo esses fatos ha muito tempo.

  • adriana
    05 Jan 2011 às 09:59

    isso tá com cheiro de concorrência......

  • joão carlos
    05 Jan 2011 às 09:16

    NOOOOOOOSSSA! ENTÃO OS ALUNOS DE OUTRAS CIDADES VÃO PERDER A CARTEIRA DE CORRETOR, POIS O DIPLOMA NÃO VALE, NÉ??QUE BABADOOOOOO

  • carlos cavalcante leal
    05 Jan 2011 às 08:48

    O MP está correto, conheço uma pessoa q diz ter diploma mas não estudou.