Olhar Direto

Terça-feira, 25 de setembro de 2018

Notícias / Esportes

Projeto cria "BBB em HD" para ajudar na segurança em estádios

Terra

25 Mar 2012 - 19:43

Um trio de empresas apresentou neste domingo, antes do clássico entre Corinthians e Palmeiras pela 15ª rodada do Campeonato Paulista, um projeto piloto que poderá auxiliar a Polícia Militar na segurança em estádios brasileiros. Em parceria com a Federação Paulista de Futebol (FPF), o Grupo Policomm, a Abex Brasil e a NNW mostraram à imprensa um sistema que alia o reconhecimento facial e o uso de câmeras em alta resolução para monitorar o comportamento dos torcedores nas arquibancadas.

O sistema de segurança será utilizado pela quarta vez no clássico deste domingo, depois das partidas entre Palmeiras x Ajax, Palmeiras x Oeste e Corinthians x São Paulo. No Pacaembu, com oito câmeras com resoluções de dois a 29 megapixels, a ideia é acompanhar 100% dos torcedores dentro do estádio. Em uma espécie de "Big Brother Brasil (BBB)" em HD.

"O nosso foco é barrar os torcedores problemáticos", explicou Anderson Luiz Carvalho, gerente de marketing do Grupo Policom, que recusou a hipótese de a iniciativa inibir a liberdade dos torcedores dentro dos estádios. "É um BBB dentro do estádio. Não se trata de invasão de privacidade, mas de segurança. São temas diferentes, e o que nós queremos é oferecer segurança ao público", acrescentou.

A ideia é que câmeras instaladas nas entradas dos estádios façam um reconhecimento facial do torcedor logo em sua chegada ao estádio. Depois, caso seja detectado por policiais ou operadores do sistema algum comportamento anormal ou suspeito, as gravações em alta resolução permitirá a localização exata dos presentes no Pacaembu.

"Monitoramos tudo, 100% dos torcedores. Nesses três jogos que já realizamos, detectamos muita coisa: de beijos e briga de casais até furto de carteira e uso de drogas", relatou Anderson, cauteloso ao falar sobre o custo da operação. Sem precisar números, estima-se que os três jogos de monitoramento tenham custado, no total, de R$ 50 mil a R$ 80 mil à FPF. "Mas quanto vale a segurança?", questionou.

O sistema permite, inclusive, um cadastro dos torcedores por meio do reconhecimento facial - esteja a pessoa de óculos, boné, barba ou bigode, uma vez que o programa de computador realiza um cálculo algoritmo geométrico feito a partir do rosto do fã. Barrar um brigão em um próximo jogo, porém, foge da alçada do grupo de empresas e entraria no âmbito legal.

Projetos para a Copa

A ideia das empresas é expandir o projeto e utilizá-lo, inclusive, em estádios da Copa do Mundo de 2014. Brechas na lei, entretanto, dificultariam a utilização das câmeras em HD, que obviamente realizariam uma resolução melhor das imagens ¿ e, ao mesmo tempo, demandariam um investimento maior.

"Dirigentes e membros de sindicatos ligados ao futebol estão interessados na nossa ideia. Já estamos negociando com um estádio que receberá a Copa, mas a concorrência é injusta. Não á uma norma técnica para isso", lamentou Anderson.

Campeonato Paulista - Série A2
O Terra, maior empresa de Internet da América Latina, exibe ao vivo os jogos da Série A2 do Campeonato Paulista, uma das mais respeitadas e tradicionais competições do País. As partidas serão narradas por Marcelo do Ó e comentadas por Ary Pereira Junior e Bruno Prado. Os internautas podem conferir tabelas, classificação e notícias do torneio, além de participar das transmissões por meio de comentários e mensagens via redes sociais.


Sitevip Internet