Notícias / Política MT

21/05/2010 - 12:07

Ubiratan Spinelli está na lista de presos (Atualizada)

Da Redação - Kelly Martins e Alline Marques

O ex-conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) Ubiratan Spinelli foi preso na sede da Polícia Federal em Belo Horizonte por envolvimento com crimes ambientais na região da Amazônia mato-grossense, investigado  na Operação Jurupari, deflagrada na manhã desta sexta-feira (21).

A princípio a informação era de que o ex-conselheiro teria ido apenas prestar esclarecimento, porém ele acabou presos no estado de Minas Gerais. O filho dele, Rodrigo Spinelli, foi preso na manhã desta sexta-feira (21) em Cuiabá.

A Polícia Federal cumpre 91 mandados de busca e apreensão e 91 mandados de prisão preventiva em diversos municípios de Mato Grosso e em outros estados.

O objetivo é reprimir a extração, transporte e comércio ilegal de produtos florestais na Amazônia mato-grossense, principalmente aqueles provenientes do interior e entorno de áreas protegidas federais, como Terras Indígenas e Parques Nacionais.

Operação Jurupari

A Operação Jurupari foi deflagrada na manhã desta sexta-feira (21) pela Polícia Federal para reprimir crimes ambientais, como extração, transporte e comércio ilegal de produtos da Amazônia. Estão sendo cumpridos 91 mandados de busca e apreensão e 91 mandados de prisão preventiva em diversos municípios de Mato Grosso, São Paulo, Paraná, Rio Grande Sul e Espírito Santo, expedidos pelo juiz federal da Primeira Vara de Mato Grosso, Julier Sebastião da Silva.

Dentre as principais irregularidades constatadas estão fraudes na concessão de licenciamentos e autorização de desmatamentos, até mesmo no interior de áreas protegidas, como Terras Indígenas.

As investigações começaram há dois anos e PF apurou irregularidades praticadas em pelo menos 68 empreendimentos e propriedades rurais. Foram presos madeireiros, proprietários rurais, engenheiros florestais, servidores públicos da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema) e da Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

Também foi decretado seqüestro e indisponibilidade dos bens de todos os envolvidos, bem como o afastamento preventivo de todos os servidores indiciados. A medida se fundamentou na prova pericial produzida, que comprova, além de diversos dos envolvidos possuírem movimentações financeiras incompatíveis com seus rendimentos declarados à Receita Federal.

O valor mínimo dos danos ambientais causados pelos investigados, nestes últimos anos, somado, é de aproximadamente R$ 900 milhões

Notícias Relacionadas

Exibindo de "01" à "10" do total de "12"

por herança do mario, em 05/09/2010 às 10:46
é cade minha herança do meu exemplar vó mário, quem mandou ser ganancioso parabens a pf
por victor barbosa, em 23/05/2010 às 14:43
quero saber se vai ter feijoada este ano ahahahahahahahah........ valeu TOM supere esta e vamos fazer feijoada .
por porofessor, em 23/05/2010 às 01:05
puts o "almento" que o nobre colega PMMT quer receber vai ficar dificil com esse portugues ai né.... e viva a PM
por Vanilse de Jesus, em 22/05/2010 às 11:44
A maioria das versões enredadas a respeito dos Spinelli como "desbravadores" com certeza não daria uma bela história. Isso se julgarmos que a voz do povo é a voz de Deus.
por Pedro Marques, em 22/05/2010 às 10:57
Quem conheceu de fato essa turma sabe das barbaridades e crueldades que cometiam com os coitados dos trabalhores que tinham a infelicidade trabalhar com eles nos seringais. Muitos deles não estão mas aqui para contar. Viraram anjos !!!!!!!.
por TOCO TAQUES 2010, em 22/05/2010 às 10:19
É com toco ou sem toco, TOCO CO TAQUES 2010.
por Pedro Antonio, em 22/05/2010 às 09:09
Sugiro um "arrastão moral": iniciaria no norte do Brasil e percorreia até o sul, limpando toda essa sujeira que cada dia mais aparece encancarada nos jornais, sejam políticos, pessoas comuns, funcionários públicos do alto e baixo escalão, enfim, limpar a sujeira que domina este pais. Parabéns por mais esta investida e vamos por todos os incorretos na cadeia, ou pelo menos, tentar.
por Ademar Adams, em 22/05/2010 às 08:14
Segundo este sr. Manoel Moreno, só pelo fato de ser de uma família de pioneiros, o Tom poderia cometer todos os crimes ambientais e a corrupção a vontade, sem ir em cana,... Ora meu senhor, vá lamber canalhas em outro conto!
por mario auguto, em 21/05/2010 às 18:13
Haaaaaaaaaa, acabou as festas na Chapada .....rs
por Manoel Moreno Filho, em 21/05/2010 às 17:10
Conheço a familia Spinelli desde a década de 40. Mario e Renato Spinelli foram verdadeiramente bravos pioneiros, quando aqui não existia praticamente nada o nortão matogrossense era um imenso vazio. Renato Spinelli e seus comandados chegaram a pé, nos idos 1943 onde hoje encontra-se a próspera cidade de Alta Floresta! Acho uma injustiça condenar estes dois verdadeiros bandeirantes pelos erros de seus descendentes. Mario e Renato Spinelli são dignos do respeito e reconhecimento (o que ainda não foi feito pelas nossas autoridades) pelo muito que fizeram no desbravamento do sertão matogrossense. Foram verdadeiros bandeirantes, da era do carro-de-boi e não bandeirantes fajutos da era do jato!-sds-Manoel Moreno
Sitevip Internet