Notícias / Agronegócios

26/10/2010 - 10:45

Rondonópolis terá 1º esmagadora de soja e usina de biodiesel do Brasil

De Rondonópolis - Dayane Pozzer

Foto: Matusalem Teixeira/Ascom

Rondonópolis terá 1º esmagadora de soja e usina de biodiesel do Brasil

O Noble Group, trading de commodities fundada em Hong Kong, na China, começará a construir no início de 2011 sua primeira indústria esmagadora de soja e usina de biodiesel no Brasil. O município escolhido pela multinacional foi Rondonópolis, pólo da região Sul do Estado de Mato Grosso, localizado a 220 km de Cuiabá. Com o investimento de aproximadamente U$ 200 milhões, o equivalente a R$ 340 milhões, a previsão é de que a indústria entre em funcionamento no início de 2012.

O anúncio foi feito no final da tarde desta segunda-feira (25) pelo prefeito José Carlos do Pátio (PMDB) na sala de reuniões do Paço Municipal. Ao lado do prefeito, os representantes da empresa Oséias Oliveira, diretor nacional de grãos, e Luis Sposito, diretor regional de Mato Grosso, acompanharam a coletiva à imprensa, mas por determinação da empresa não puderam responder às perguntas dos jornalistas. As dúvidas foram esclarecidas pelo prefeito José Carlos do Pátio, que já havia se reunido com os diretores.

A área em que o Nouble Group construirá a indústria já foi adquirida com recursos próprios da empresa e está localizada na rodovia BR-163, saída para Campo Grande (MS), próximo à área que sediará o futuro terminal ferroviário de Rondonópolis. No local, uma placa anunciando o investimento também já foi afixada. A área total é de 40 hectares.

Para Pátio, a chegada da esmagadora de soja e da usina de biodiesel vai consolidar Rondonópolis como um dos maiores pólos esmagador de soja do Brasil, sendo esta a terceira grande esmagadora de soja a se instalar na cidade. Atualmente, estão sediadas no município as maiores unidades de processamento de soja no país da ADM e da Bunge.

“Vai coroar nossa administração com mais essa indústria. Certamente, será uma das coisas que vai marcar minha vida pública”, afirmou. De acordo com o prefeito, a administração municipal e o Noble Group mantiveram durante um ano as conversações até consolidar o anúncio da instalação da multinacional em Rondonópolis.

A escolha por Rondonópolis, segundo o prefeito, teve diversos fatores determinantes, como o fato do município ser pólo da região e referência no agronegócio. Além disso, sua posição geográfica e a facilidade de logística, com várias rodovias e a chegada da ferrovia também contribuíram. “Houve também simpatia pelo município, é algo inexplicável”, ressaltou Pátio, que também confirmou que incentivos fiscais e a qualidade do solo também foram levados em consideração na escolha.

No município, a estimativa de produção da usina de biodiesel será de 500 a 600 toneladas ao dia, o equivalente a 200 mil toneladas por ano. A esmagadora de soja irá produzir cerca de quatro mil toneladas do produto ao dia, o equivalente a 1,3 milhão ao ano. No Brasil, o grupo atua há cinco anos e tem uma usina de biodiesel no estado de São Paulo, produção de café no Paraná e em Minas Gerais e terminais de combustível em Itaqui (MA) e no porto de Santos (SP).

Pátio garantiu ainda que a empresa utilizará a mão-de-obra local. A geração de emprego ficará em torno de 500 a 600 postos de trabalho diretos. “Essa foi uma exigência da administração, um pedido aceito pelo grupo”, explicou. A produção da indústria de Rondonópolis atenderá principalmente a Ásia e também o mercado interno. A produção anual de soja em Rondonópolis pela multinacional será o equivalente ao carregamento de 100 carretas bitrens ao dia.

O grupo

Estabelecido há 30 anos na China, fundado por empresários chineses, ingleses e americanos, o Nouble Group atua nas áreas de mineração de ferro, carvão, açúcar, algodão, café, soja e energia. No Brasil, utiliza a produção de aproximadamente 150 mil hectares para o esmagamento da soja. Na Argentina, são mais 50 mil hectares para o consumo daquele país. O faturamento da trading em 2009 chegou a U$ 30 bilhões e, em 2010, a estimativa é que chegue a U$ 40 bilhões, já que no primeiro trimestre do ano faturou U$ 11 bilhões.

por Anônimo, em 12/08/2013 às 11:53
telefone (66) 34103000 NOBLE Rondonópolis
por Paulino Alexandre, em 22/05/2013 às 08:47
Gostaria de saber como posso entrar em contato , pois gostaria muito de saber, pois fico feliz de saber que vamos ter mais oportunidade de emprego, e melhor ainda que se trata de agronegocio, lavoura tudo de bom
por Laureni, em 20/03/2013 às 16:19
Gostaria de saber como posso entrar em contato , pois gostaria muito de saber, pois fico feliz de saber que vamos ter mais oportunidade de emprego, e melhor ainda que se trata de agronegocio, lavoura tudo de bom brigada.
por Joao Carlos Suchek, em 15/02/2013 às 14:22
Boa tarde!! Gostaria que alguem me informasse o telefone da Noble em Rondonopolis
por Daniela da Silva Santos, em 27/12/2012 às 07:47
Ola, fico feliz por Mato grosso estar com essa empresa mais ainda porque Rondonopolis e a Cidade premiada. Eu gostaria muito de fazer parte dessa grandiosa empresa.
por Rogênio José, em 29/10/2010 às 09:55
Deve ter ajudado com o Blá Blá Blá pois ele só tem conversa!!! fala muito e faz pouco!!!
por Renes Paulo, em 29/10/2010 às 09:37
Gostaria de saber de que forma que o Sr. José do Pátio contribuiu com a vinda da Noble group para Rondonópolis? Pois ele mesmo disse o Grupo se simpatizou pela cidade,e visou a parte de logística e pelo ponto estratégico de sua localização,e a área foi adquirida pela empresa. Em que o Sr. ajudou?????????????????????????????
por marcio, em 26/10/2010 às 13:12
parabens prefeito sempre lutando contra os poderosos de roo,força e tenho certeza que vem +++ pela frente.
por WILHIAN, em 26/10/2010 às 11:36
PARABÉNS ZE CARLOS DO PÁTIO PELA SUA LUTA E DEDICAÇÃO NA CONQUISTA DESSA EMPRESA.
por janio, em 26/10/2010 às 11:29
Essa empresa esteve para vir para Rondonopolis, ou Alto araguaia, acabou por vir para Rondonopolis, pela manifestação efetiva de apoio que teve do Prefeito Jose do Pátio. Parabéns ao nósso prefeito.
Sitevip Internet