Olhar Direto

Quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Notícias

Jornal: empresas de obras irregulares deram R$ 240 mi em eleições

Terra

13 Nov 2010 - 18:46

Empresas que estão envolvidas em obras que o Tribunal de Contas da União (TCU) classifica como irregulares e que fazem parte do portfólio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) doaram R$ 240,5 milhões para as campanhas de políticos no primeiro turno das eleições. Os partidos mais beneficiados foram PT, PMDB e PSDB, que receberam, respectivamente, R$ 70 milhões, R$ 38,4 milhões. e R$ 38,1 milhões, segundo o jornal O Estado de São Paulo.

Aloizio Mercadante foi o político mais beneficiado pelas empresas, recebendo R$ 5,5 milhões. Ele é seguido de Osmar Dias (PDT), Sergio Cabral (PMDB), Fernando Pimentel (PT) e Jaques Wagner (PT). Na lista dos dez políticos mais beneficiados pelas doações, Antonio Anastasia e Beto Richa, ambos do PSDB, são da oposição do governo federal. Odebrecht, Queiroz Galvão, OAS, Camargo Corrêa e Constran disseram que suas doações estão de acordo com a lei eleitoral.

Sitevip Internet