Olhar Direto

Terça-feira, 18 de dezembro de 2018

Notícias / Cidades

Suspeito de matar jovem e pendurar corpo em praça do CPA sai da prisão

Da Redação - Laura Petraglia

23 Jun 2012 - 18:14

Foto: Reprodução

Suspeito de matar jovem e pendurar corpo em praça do CPA sai da prisão
Suspeito de ter assassinado de maneira brutal a jovem Juliene Anunciação Gonçalves, de 22 anos, cujo corpo foi encontrado nu e pendurado pelo pescoço numa praça do bairro CPA no dia 28 do mês passado, o vendedor Antônio Rodrigo Silva dos Santos, de 34 anos, foi colocado em liberdade no final da tarde de sexta-feira (22).

A liberdade provisória foi concedida pela juíza da 12ª Vara Criminal de Cuiabá, Maria Aparecida Ferreira Fago, a pedido do advogado Flávio Bertin. Antônio estava preso desde o dia do crime na Penitenciária Central do Estado (PCE). Com a decisão ele vai responder pelo crime em liberdade, porém com algumas condicionantes como não sair de casa depois das 23 horas, não se mude, nem viaje sem autorização da justiça.

O assassinato brutal teria sido cometido ainda durante a noite e o responsável pelo crime tentou encenar um suicídio. O corpo da vítima – morta por asfixia com uma corda – foi amarrado nu com a calça que ela usava na noite da festa. O corpo foi encontrado em uma praça na região do CPA. Um casal que chegou ao local para se exercitar pela manhã encontrou o cadáver.

O Instituto Médico Legal (IML) irá realizar necropsia para confirmar as causas da morte e verificar se houve ou não violência sexual contra a vítima, até o momento nenhum indício de que ela foi violentada foi detectado e não há previsão de liberação do laudo pericial.

De acordo com familiares das vítimas, que fizeram o reconhecimento do corpo, Juliene apresentava lesões nas mãos, além das fortes marcas no pescoço e a escuridão na face.

A Delegada Anaíde Barros, da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), é a responsável pelo caso.

31 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • TABY
    25 Jun 2012 às 15:19

    Sabe pq a justiça do Brasil esta falha? È pq essas mostruosidades não acontecem com os filhos dos politicos, juizes etc....

  • vania
    25 Jun 2012 às 14:14

    Nossa nao sabia que matar no brasil, hoje em dia, era tão facil assim, por favor Judiciario acorda né, um assassino como esse em liberdade afffff....

  • drica
    25 Jun 2012 às 13:52

    pelo jeito tá cheio de advogado do diabo por aí,por isso há tanta violência nesse país,ACORDA BRASIL,cade a revisão do código penal? já passou da hora de rever essas leis retrogadas,ou então vamos ter que voltar ao estilo velho oeste...chega de tanta impunidade..

  • Júlio César
    25 Jun 2012 às 10:46

    Quantas inverdades contidas no comentário abaixo que acabam por induzir a sociedade a fazer um julgamento prematuro e até equivocado. Primeiro que sequer saiu o resultado da perícia confirmado se o fio encontrado é o mesmo que supostamente foi utilizado no crime, o que sequer pode ser afirmado (se foi utilizado fio outro outro instrumento), eis que nem mesmo o resultado da necropsia ficou pronto para confirmar a causa da morte. Segundo que o tênis da vítima não foi encontrado coisa nenhuma no carro do acusado. Terceiro que as outras perícias requisitadas sequer ficaram prontas, não justificando a mantença do acusado sob custódia, sobretudo pela ausência de provas. Pessoal, reflitam! Quem cometeu esse crime certamente o fez com muito ódio e quis expor a vítima a situação humilhante. Outra coisa, não fez sozinho. Inacreditável que uma pessoa que é réu primário, não faz uso de entorpecentes, tem bons antecedentes e é trabalhador praticaria uma barbárie dessas apenas por ter supostamente levado um fora. Podem investigar que deve ter caroço nesse angu. A juíza agiu corretamente, eis que a prisão não se justifica! Parabéns Insigne julgadora pela coragem e sabedoria em aplicar de forma escorreita A LEI, independentemente do clamor da sociedade!!!

  • Carlos Santos
    25 Jun 2012 às 10:40

    Licença para matar! Parabéns ao judiciário do Brasil!

  • Pacato Cidadão
    25 Jun 2012 às 10:17

    Quem sabe agora o inquérito voltadno para esta delega, ela investigue melhor, vá mais a fundo, pois do jeito que está, é absolvição, kd a quebra do sigilo telefônico? perícia no corpo da menina, teve depoimento de travestis que viram ela sozinha lá no CPA depois do suspeito deixa ela lá... essa investigação tá muito superficial, o suspeito foi preso pelo CLAMOR PÚBLICO, como disse o comentário anterior, ele é pobre, mas tem advogado competente, dessa vez nãop adianta, tem que investigar mais... os verdadeiros culpados irão aparecer.

  • Caio Oliveira
    25 Jun 2012 às 09:42

    Essa é mais uma do TJ de Mato Grosso, O fio encontrado no carro é mesmo que enforcou a menina, o celular da menina estava com o cara, dentro do carro dele um par de tênis dela... O cara foi o último a ser visto com ela! Falta de prova?

  • José Bonifácio
    25 Jun 2012 às 09:14

    Vejo comentários de algumas pessoas se indignando com a violência em nossos dias, sendo que muitas delas votaram em pessoas e partidos que têm histórico de vilência como: homicídio, sequestro, pistolagem, assalto à bancos, terrorismo etc. Um antigo ditado diz que violência gera violência. Como uma pessoa violenta pode administrar um país combatendo a violência? Prestem atenção na hora de votar!

  • Bode
    24 Jun 2012 às 20:57

    Daqui uns tempos cuiaba vai voltar na quela justiça que é o 44 não adianta a policia prende mais no outro dias eles estão na rua esse escrupuloso que acabou com uma familia tirou da maé a ultima filha ainda tem lei que ampara ele esse draculá bicho servagem mata por cruedade se estivesse la zona de garinpo ja estava no caldeirão do diabo esse verme

  • Andre Silva
    24 Jun 2012 às 19:36

    Os politicos do legislativo adoram esse tipo de coisa. Sempre colocam, a culpa ou nao policia que prende e justica que solta. ENQUANTO ESSE POVAO NAO PERCEBER QUE TUDO ISSO É CULPA DAS LEIS, FEITAS, QUER DIZER, NAO FEITAS PELOS ESSES SAFADOS DE POLITICOS, ESSES SIM, SE QUISEREM MUDAM AS LEIS E JUIZ NAO TEM QUE FICAR SOLTANDO. Enquanto isso, o povao fica colocando a culpa somente nos policiais e juizes enquanto os verdadeiros maus caracter da sociedade ficam tomando os seus whiskies e usando seus ternos em Brasilia.

Sitevip Internet