Olhar Direto

Sábado, 25 de novembro de 2017

Notícias / Cidades

Polícia Federal nega desdobramentos da Operação Carne Fraca em Mato Grosso

Da Redação - Érika Oliveira

20 Mar 2017 - 15:30

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Polícia Federal nega desdobramentos da Operação Carne Fraca em Mato Grosso
Embora os grupos JBS e BRF – alvos da Operação Carne Fraca, deflagrada pela Polícia Federal (PF) na última sexta-feira (17) – possuam pelo menos 28 unidades industriais em Mato Grosso, o delegado regional de investigação, Sérgio Sadao Mori afirmou que não há nenhum desdobramento das investigações apuradas pela PF no Estado.

Leia mais:

- Diante operação da PF, Taques defende qualidade da carne produzida em Mato Grosso

- Blairo Maggi afirma que Brasil tem um dos melhores sistemas de fiscalização do mundo e pede que consumidor denuncie


Por meio de nota, Mori descartou que, pelo menos por enquanto, as plantas frigorificas situadas em Mato Grosso façam parte do esquema de fraudes e corrupção envolvendo as empresas e agentes públicos das Superintendências Regionais do Ministério da Pesca e Agricultura nos Estados do Paraná, de Minas Gerais e Goiás.

Mato Grosso detém o maior rebanho bovino do Brasil, com mais de 30 milhões de cabeças de gado. A cadeia produtiva no Estado é voltada tanto para o mercado interno quanto externo.

A preocupação do Governo, neste momento, é que a repercussão negativa da “Carne Fraca” acabe gerando insegurança por parte do consumidor, principalmente dos países importadores de produtos brasileiros.

Nesta segunda-feira (20), o ministro da Agricultura e Pecuária, Blairo Maggi (PP) destacou, em entrevista ao Olhar Direto, a competência dos agentes fiscalizadores do MAPA e afirmou que a sociedade deve permanecer tranquila com relação à qualidade da carne produzida em todo o País.

“O que queremos dizer para a população é que fique absolutamente tranquila. Nosso sistema de fiscalização é um dos mais respeitados do mundo. Se perceberem qualquer problema, que comuniquem ao Ministério da Agricultura, que tomaremos a providências”, disse o ministro. 

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Bruno
    20 Mar 2017 às 20:05

    A Polícia Federal já passou dos limites faz tempoooooooooo

Sitevip Internet