Olhar Direto

Segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Notícias / Política MT

Wilson Santos defende que Consórcio não é único culpado pelos problemas da obra do VLT

Da Redação - Érika Oliveira

19 Abr 2017 - 10:40

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Wilson Santos defende que Consórcio não é único culpado pelos problemas da obra do VLT
Quase dez dias após retomar suas funções junto à Assembleia Legislativa, o deputado Wilson Santos (PSDB) está fazendo jus ao que prometeu quando deixou o comando da Secretaria de Cidades: defender a conclusão do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT). Nesta terça-feira (18) o tucano afirmou que mudou seu posicionamento quanto à continuidade das obras do modal, depois de ter acesso a documentos que teriam lhe mostrado que o Consórcio VLT Cuiabá-Várzea Grande não foi o único responsável pelos problemas para a implantação do trem.

Leia mais:
Bezerra diz que retorno de WS “desqualifica” a Assembleia e que não haverá mudanças no relatório da CPI


“Estudo, conhecimento, acesso aos documentos, acesso ao contraditório, isso me fez mudar muitos aspectos do que eu pensava. Eu não tenho compromisso com o erro, nós somos um ser em evolução. A medida em que você se depara com novas informações, eu não vejo nenhum problema de mudar. E, principalmente, quando a opinião pública sinaliza que quer a conclusão dessa obra”, afirmou Wilson Santos.

De acordo com o deputado, a equipe designada pelo governador Pedro Taques (PSDB) para estudar a viabilidade da retomada das obras do VLT se debruçou durante quatro meses nos resultados da auditoria da KPMG.

A conclusão, segundo Wilson Santos, seria de que o Governo do Estado – à época comandado por Silval Barbosa – seria responsável por parte dos problemas que impediram a empresa de dar andamento à construção do VLT.

“Há muita controvérsia. Por exemplo, quando eu participei da CPI eu não sabia que o Consórcio havia trabalhado por 8 meses sem receber um tostão. Quando nós sentamos na mesma mesa com eles isso foi exposto e provado. Eu não sabia que o principal responsável pelo não andamento das obras era o Estado, eu soube quando vi o relatório da KPMG”, disse.

Conforme Wilson Santos, sua volta para a Assembleia Legislativa tem como principal objetivo “provar” para os demais parlamentares que o VLT é uma opção segura para a Grande Cuiabá e, quem sabe assim, fazer com que os deputados também possam “mudar de ideia”.

Nesse sentido, o maior desafio do tucano será enfrentar o relatório da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Obras da Copa que, segundo o deputado Oscar Bezerra (PSB), que presidiu os trabalhos da Comissão, sugere a nulidade do contrato firmado entre o Governo e o Consórcio.

“A intenção do Governo não é de reprovar o relatório. A nossa intenção é debater e trazer esclarecimentos, trazer documentos. Vou entregar ao deputado Oscar todo o projeto executivo, que foi uma solicitação dele. São 15 CDs, todas as plantas de todo o conjunto do VLT, ele me pediu e eu estou trazendo. Hoje conheço esse assunto com muito mais profundidade do que quando participei da CPI na condição de membro suplente”.

Embora tenha feito parte da Comissão, o deputado disse que só teve acesso ao relatório final produzido pela CPI na noite desta terça-feira. Todavia, Wilson garantiu que o novo acordo firmado entre o Governo e o Consórcio VLT não deverá implicar no que propõe o documento.

“Tivemos uma reunião no colegiado de líderes, quando eu fiz um pedido para o presidente Botelho para que possa permitir que eu tenha acesso a esse relatório. A princípio, pelas entrevistas que eu tenho acompanhado do presidente Eduardo Botelho e do presidente da CPI, o deputado e colega Oscar Bezerra, eu não vejo grandes conflitos. A maioria das sugestões foram acatadas no termo de acordo”, afirmou.

O acordo firmado entre o Governo e Consórcio – no valor de R$ 922 milhões – prevê a retomada das obras do VLT já no próximo mês. Se homologado pelo Ministério Público, parte do trem deverá estar em funcionamento até o final de 2018.

10 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Gilson
    19 Abr 2017 às 15:15

    Wilson,e o Rodoanel,bem mais simples que o VLT,qdo vai ficar pronto.

  • Llgia
    19 Abr 2017 às 14:51

    Bom senso e caldo de galinha caipira nunca fez mal pra ninguém,o que não pode é o trabalhador que precisa do transporte coletivo de qualidade ser penalizado...

  • Benedito campos
    19 Abr 2017 às 14:11

    O consórcio não é, e nunca será culpado, culpado são quem os contratou, os administradores, os órgãos fiscalizadores, que infelizmente não fiscalizam nada e dão seus pareceres após as obras estarem concluídas.

  • Cuiabano
    19 Abr 2017 às 13:32

    90% da população cuiabana quer a conclusão do VLT.

  • António
    19 Abr 2017 às 13:17

    Ese mala da defendendo os amigo dele se o governador não mandar ese mala enbora da secretaria de Cidade ele ta fuzilado

  • PAULO
    19 Abr 2017 às 13:03

    hummmmmmmmmmm , Bezerra nele. LIZO EM ESTE RODOANEL.

  • Benedito costa
    19 Abr 2017 às 12:42

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • JORGE LUIZ
    19 Abr 2017 às 12:42

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • por justiça
    19 Abr 2017 às 10:57

    cuida primeiro dos seres humanos esses politicos tem que ser mais humano o povo presisa de poiliticos humanos

  • por justiça
    19 Abr 2017 às 10:57

    cuida primeiro dos seres humanos esses politicos tem que ser mais humano o povo presisa de poiliticos humanos

Sitevip Internet