Olhar Direto

Domingo, 22 de outubro de 2017

Notícias / Cidades

Apresentador da Record e família são sequestrados em MT e levados para a fronteira com a Bolívia

Da Redação - Wesley Santiago

17 Mai 2017 - 14:10

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto/Reprodução

Apresentador da Record e família são sequestrados em MT e levados para a fronteira com a Bolívia
O apresentador Antônio Luiz Neto, da TV Guapoereí, afiliada da TV Record na cidade de Pontes e Lacerda (480 km de Cuiabá) e sua família viveram momentos de terror nas mãos de criminosos, no último final de semana. Eles foram assaltados e levados até a região de fronteira com a Bolívia. Os suspeitos estavam armados. A família conseguiu ajuda em uma fazenda da região.

Leia mais:
Vereadores são sequestrados e deixados na divisa com a Bolívia; criança também foi levada
 
Conforme as informações da polícia, o apresentador estava com a esposa, duas filhas e o genro, seguindo em uma Fiat Toro na região central de Pontes e Lacerda, no último sábado (13). Porém, eles foram abordados por um dos bandidos, que armado com arma de fogo anunciou o assalto.
 
O criminoso roubou a caminhonete em que a família estava e seguiu com as vítimas até o Parque de Exposições da cidade. Lá, encontrou com outro comparsa, que entrou no veículo. Eles então saíram em direção a Bolívia, junto com os reféns. No caminho, ainda pararam duas vezes para abastecer.
 
A família só foi libertada de madrugada, já na fronteira com o país vizinho. Eles conseguiram andar até uma fazenda, onde conseguiram pedir ajuda com o dia já amanhecendo. A Fiat Toro, com placas QCB-6471, foi levada pelos criminosos, provavelmente para a Bolívia. Nenhum deles foi encontrado.

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • joaoderondonopolis
    18 Mai 2017 às 06:35

    Em Rondonópolis não é diferente, aqui ninguém dorme, ninguém pode ficar em casa, ninguém pode sair a rua, pois, bandidos estão atacando a qualquer hora do dia ou da noite. O cidadão está entregue a marginalidade, pois roubam e matam, enquanto o governador está preocupado com outras coisas. Ainda fala em reeleição.

  • El Cid
    17 Mai 2017 às 15:28

    Em Pontes e Lacerda quem tem um veículo para seu uso e trabalho não dorme sossegado. Principalmente se for camionete Toyota Hilux, Fiat Toro ou Fiat Strada e motocicletas.

  • Nho Belo
    17 Mai 2017 às 15:22

    O Governador deveria botar era a polícia na fronteira, feche a fronteira governador, pare de fuxico e ficar escutando os outros e poe a polícia pra fechar nossa fronteira com a bolívia. E é bolívia com "b" minusculo mesmo.

Sitevip Internet