Olhar Direto

Sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Notícias / Política MT

Wilson rebate acusações de Janaina e diz que vai solicitar certidão do repasse das verbas indenizatórias

Da Redação - Érika Oliveira

18 Mai 2017 - 16:00

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Wilson rebate acusações de Janaina e diz que vai solicitar certidão do repasse das verbas indenizatórias
O secretário de Estado de Cidades, deputado licenciado Wilson Santos (PSDB), rebateu as acusações de Janaina Riva (PMDB) de que estaria recebendo de seu suplente, Jajah Neves (PSDB), cerca de R$ 65 mil a título de verba indenizatória. Por meio de nota, Wilson disse que recebeu a informação com “absoluta tranquilidade” e que irá solicitar da Assembleia Legislativa as certidões do repasse, apontando para quem a verba foi paga no período em que esteve afastado da Casa de Leis.

Leia mais:
Janaina pede desculpas à população mato-grossense e assume ter se excedido

“Diante da acusação, feita em plenário pela parlamentar, Wilson Santos solicitará à Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) que conceda uma certidão apontando para quem foi paga a verba indenizatória entre 21 de novembro de 2016 e 10 de abril de 2017, período em que ficou afastado do Parlamento para assumir o comando da Secretaria de Estado das Cidades (Secid-MT)”, cita trecho da nota.

Wilson sugeriu, ainda, que Janaina colha o depoimento do atual presidente do Tribunal de Contas do Estado, Antônio Joaquim e do ex-deputado José Magalhães, que foram seus suplentes nos anos de 1993 e 2000, respectivamente.

As acusações de Janaina foram feitas durante uma discussão acalorada com o deputado Jajah Neves, na sessão plenária desta quarta-feira (17). Ela afirmou que levara as denúncias ao conhecimento do Ministério Público.

Veja a íntegra da nota divulgada pela assessoria do deputado Wilson Santos:

O deputado licenciado do PSDB e atual secretário de Estado das Cidades, Wilson Santos, recebeu com absoluta tranquilidade a informação de que a deputada Janaína Riva (PMDB) acusou o deputado Jajah Neves (PSDB) de repassar a verba de gabinete (R$ 65 mil) a ele, titular do mandato.

Diante da acusação, feita em plenário pela parlamentar, Wilson Santos solicitará à Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) que conceda uma certidão apontando para quem foi paga a verba indenizatória entre 21 de novembro de 2016 e 10 de abril de 2017, período em que ficou afastado do Parlamento para assumir o comando da Secretaria de Estado das Cidades (Secid-MT).

O deputado licenciado Wilson Santos sugere ainda à deputada Janaína Riva colha o depoimento sobre o assunto não só do deputado Jajah Neves, mas também do atual presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT), Antônio Joaquim, que foi seu suplente na Assembleia no ano de 1993, e ainda o membro da igreja Assembleia de Deus e ex-deputado José Magalhães, o qual também assumiu como seu suplente em 2000 no cargo de deputado federal.

Wilson Santos disse que sua trajetória política é um exemplo claro de seu perfil de trabalho e mostra sua seriedade no trato com o dinheiro público. O parlamentar foi eleito pela terceira vez como deputado estadual em 2014 para o pleito 2015-2018 e obteve 20.562 votos.

10 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Camila
    19 Mai 2017 às 15:59

    Janaína não tem nenhuma prova e quer acusar as pessoas de coisas que ela não tem conhecimento e depois chora pra se vitimizar. ... Muito novela do SBT isso.

  • Oto
    19 Mai 2017 às 15:58

    Janaína se diz inteligente, mas não sabe nem se controlar. Uma deputada que agride verbalmente um colega e expõe sua intimidade durante uma seção não deveria continuar na AL.

  • Raila
    19 Mai 2017 às 14:56

    Janaina não tem estrutura moral pra subir em um palanque, primeira oportunidade ela já perde totalmente a compostura atacando seu colega de trabalho, xingando e fazendo acusações totalmente desnecessária. Se quer ser alguém na política minha linda vai estudar primeiro por que você mostrou que está longe disso!

  • Kedra
    19 Mai 2017 às 14:20

    ela é a mesma que quando foi acusada fez textão, vídeo, carta, e tudo que tem direito na novela. Bom ter como provar isso ai linda

  • Luiz
    19 Mai 2017 às 14:19

    Dona Janaína é melhor começar a juntar as provas de tudo que você anda falando. Calúnia também é crime.

  • Cidadão cuiabano
    19 Mai 2017 às 12:41

    Prezado Deputado, essa certidão que V.Exa. vai requerer com certeza vai ser POSITIVA em nome do Dep. Jajah Neves, porque se sair em seu nome haverá ilegalidade de responsabilidade da ALMT. O que se deve fazer, é pedir o extrato da conta de seu correligionário a partir do dia do depósito da V. Indenizatória até seu efetivo saque. Se for por inteiro, caro Deputado, ai Deus nos acuda. Agora, se não for, realmente a Dep. Janaina estará em maus lençóis... faça isso... pois a CERTIDÃO da ALMT em nada servirá, porque com certeza ela não incorrerá em ilegalidade em tempos que o MPMT está buscando deslizes daquela Casa de Leis.

  • Salustiano
    19 Mai 2017 às 10:51

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Seu Creison
    19 Mai 2017 às 10:40

    Não sou partidário do WS, não gosto da forma como age, mas essa Janaína tá na mesma linha. O q faz ela na AL? Até agora não mostrou o q veio, aliás, mostrou sim, fala q acusações contra o corrupto Riva são falsas, e q acusações contra quem ela se opõe é verdade. Nosso dinheiro sendo jogado fora. E Taques fica gastando tempo em grampear quem não faz nada, isso é o pior.

  • cuiaba
    19 Mai 2017 às 07:08

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • carlis
    18 Mai 2017 às 17:28

    Quem nao te conhece que te compre ws

Sitevip Internet