Olhar Direto

Sábado, 25 de novembro de 2017

Notícias / Cidades

Jovem conta como esmurrou e expulsou homem que tentou estuprá-la dentro de ônibus

Da Redação - Lázaro Thor Borges

16 Jul 2017 - 16:33

Jovem conta como esmurrou e expulsou homem que tentou estuprá-la dentro de ônibus
A imagem das suas unhas vermelhas desbotadas, já sem o brilho do esmalte e sem o esmero habitual viralizaram na internet depois que a jovem Fernanda Paula resolveu compartilhar o relato de uma tentativa de estupro sofrido por ela no último sábado (15), em Cuiabá.

Leia mais:
Mato Grosso é o terceiro em ranking de homicídios contra a mulher no Brasil, aponta levantamento


A imagem e o texto relatando o ataque de um estuprador já tiveram mais de 313 compartilhamentos, além de quase mil curtidas. Na publicação, Fernanda conta como reagiu ao ataque que ocorreu dentro do transporte coletivo, por um homem que sentou ao seu lado no ônibus.

 “Eu estava voltando agora a pouco do serviço cansada, cochilando no ônibus quando sinto uma mão na minha região íntima”, escreveu a jovem em seu perfil pessoal no Facebook.

Segundo contou, um homem “de cabelos grisalhos” entrou no mesmo ônibus que ela, na Praça Bispo Dom José, no centro da Capital. “Magro, cabelo grisalho, de idade... sentou com uma rapidez do meu lado no ônibus, 2 minutos depois ele cruzou as pernas, até ai tudo bem...”, descreveu.

A partir daí o idoso teria começado a tocá-la, atitude que ocasionou uma reação que o agressor não previu: Fernanda partiu para cima do homem e começou a esmurrá-lo. “Peguei esse desgraçado e deu um pau nele botei altos no bocão dele pra ele aprender a não mexer com mulher responsa, e coloquei ele pra fora do ônibus.”

A jovem também relatou que uma amiga dela foi atacada pelo mesmo homem. Segundo ela, ele anda pela região do Coxipó, onde procura por possíveis vítimas. Na publicação, Fernanda também fez um alerta aos pais com crianças pequenas e às mulheres que vivem na região.

“Unhas nós coloca de novo, mas isso eu não ia deixar passar batido não”, encerrou ela. Nos comentários da publicação, ela avisa que vai até a delegacia registrar boletim de ocorrência sobre o caso.

8 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Bagulho
    17 Jul 2017 às 13:32

    "Mó responsa essa mina", cheia de gírias e tals, botei fé... (sqn). Lamentável os dois episódios, o fato (ocorrido) e o assassinato do português!

  • Marcos
    17 Jul 2017 às 11:07

    Meu xará aí manja de gíria de cadeia né? rsrs O que importa é que o taradão aí tomou uns contra vapor pra ficar mais esperto. Pra deixar de ser besta e ficar mexendo com mulher no busão.

  • Sampaio
    17 Jul 2017 às 09:45

    Nessa hora ninguém tem celular pra fotografar ou filmar e mostrar esse individuo para que possa ser reconhecido e preso...

  • eric
    17 Jul 2017 às 09:38

    Eu frago esse idoso... mora ali no grande terceiro. Se eu pegar ele nessa situação vou dar uns corretivos nele e chamar a policia dps.

  • Lorena
    17 Jul 2017 às 09:11

    Não importa como ela fala ou escreve, se comporta ou se veste, a violencia do agressor é o ponto central da questão. Graças a Deus ela pôde se defender e evitar que algo pior ocorresse. Muitas vítimas não tem a mesma coragem ou condições físicas e psicológicas.

  • Julio
    17 Jul 2017 às 07:19

    Bem feito mais acho que não devia falar nessa gíria toda

  • Marcos
    16 Jul 2017 às 22:54

    Se ela fala do jeito que escreve, cheia de gíria de cadeia, tem que torcer pra não acabar presa quando for registrar o BO

  • esilva
    16 Jul 2017 às 19:05

    Devia ter chamado a policía pra esse safado e prende-lo.. Um camarada desses a solta é um perigo...

Sitevip Internet