Olhar Direto

Terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Notícias / Política MT

Emanuel vai buscar consenso sobre prédio da Secretaria de Cultura para evitar crise com Governo do Estado

Da Reportagem Local - Ronaldo Pacheco/ Da Redação - Érika Oliveira

12 Ago 2017 - 14:35

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Emanuel vai buscar consenso sobre prédio da Secretaria de Cultura para evitar crise com Governo do Estado
O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB), que na semana passada acusou o secretário de Cultura do Estado de ser intransigente no caso da desocupação do prédio ocupado atualmente pela Secretaria de Cultura (Sec-MT) e que pertence à Prefeitura de Cuiabá, afirmou, agora, que vai buscar um consenso com o governador Pedro Taques (PSDB), para evitar desgastes na relação entre os Executivos estadual e municipal.

Leia mais:
Emanuel acusa secretário de Cultura de intransigência e Leandro Carvalho rebate

“O governador Pedro Taques acabou de me ligar, propondo que eu e ele possamos sentar e resolver isso, para não gerar uma rusga política, que pode acabar de uma forma ou de outa afetando a Capital. Nesse ponto eu e o governador estamos alinhados e bem maduros, sabendo que, independente da posição política de cada um, Cuiabá está em primeiro lugar. Eu vou ouvir a sugestão do governador, vou externar a minha e até quarta-feira eu quero anunciar o que ficou decidido à imprensa”, afirmou Emanuel, durante conversa com jornalistas na manhã desta segunda-feira (07).

No entanto, apesar do clima de cordialidade, o prefeito alfinetou mais uma vez a postura do secretário Leandro Carvalho, que segundo Emanuel, não tem “traquejo”.

Em resposta à nota emitida na última sexta-feira (04), pela Secretaria de Cultura, em que Leandro Carvalho afirma que “ofereceu diversas opções para a instalação de estrutura administrativa municipal, como as edificações da Casa Cuiabana e do Museu Histórico, localizado na Praça da República”, Emanuel admitiu que considera os espaços inadequados.

“Por que que a Secretaria de Estado de Cultura não ocupa a Casa Cuiabana e o Museu Histórico? Se tivesse tão adequado eles ocupariam, não é?”, rebateu.

Entenda

Na semana passada, a Prefeitura de Cuiabá admitiu que iria notificar a Secretaria de Estado de Cultura, por meio da Procuradoria-Geral do Município, para que desocupasse o antigo Moitará Sebrae Center (prédio da Sec-MT), que pertence a Cuiabá e está cedido ao Estado em regime de comodato.

De acordo com Emanuel Pinheiro, as negociações sobre o uso do prédio tiveram início em janeiro, mas até o momento a Secretaria de Cultura não encontrou uma solução para o problema. Segundo o prefeito, várias alternativas foram sugeridas ao secretário Leandro Carvalho, dentre elas a cessão, por parte do Governo do Estado, da Casa dos Governadores para a Prefeitura. Mas, nenhuma das sugestões teria sido acatada.

A Secretaria de Cultura, por sua vez, afirma que vem mantendo diálogo permanente com a Prefeitura de Cuiabá – inclusive, segundo nota, com o prefeito Emanuel Pinheiro -, mas que as alternativas propostas foram consideradas inviáveis. 

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Cuiabano
    12 Ago 2017 às 20:15

    Discussão inútil esse Odirico Paraguacy do pantanal ! Corre atrás do rabo!

Sitevip Internet