Olhar Direto

Segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Notícias / Política MT

Botelho garante que Silval mente por problema mental ou má fé; e que ICMS menor ao diesel não favorece empresas

Da Redação - Ronaldo Pacheco / Da Reportagem Érika Oliveira

11 Set 2017 - 14:20

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Botelho garante que Silval mente por problema mental ou má fé; e que ICMS menor ao diesel não favorece empresas
Citado em três casos supostamente envolvendo negociações ou atos ilegais, o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado Eduardo Botelho (PSB), afirmou que o ex-governador Silval Barbosa (PMDB) mentiu na delação à Procuradoria Geral da República (PGE) por sofrer das faculdades mentais ou por má fé. “Eu não sei se fez citação por confusão mental pelo tempo em que ficou preso ou por maldade. Houve várias citações indevidas a meu respeito”, observou Botelho, durante entrevista à imprensa, no Edifício Dante Martins de Oliveira.
 
Botelho se mostrou visivelmente irritado pelo envolvimento do nome do seu irmão caçula, empresário Rômulo César Botelho, e da Construtora Nhambiquaras – uma das gigantes do ramo em Mato Grosso, na delação de Barbosa, em situações suspeitas. Ele lembrou que o nome da empresa foi construído com décadas de dedicação. Rômulo presidente e um dos donos da União Transportes, e diretor da Nahmbiquaras.

Leia Mais:
- Botelho assegura que nunca houve mensalinho e que sem provocação não pode punir quem foi filmado por Silval
  
- Silvano Amaral afirma que Silval colocou todos “dentro de furacão” para justificar desvios

“Faça as ponderações sobre as citações pessoais que ex-governador fez a meu respeito, a respeito do meu irmão [Rômulo Botelho] e das minhas empresas, à qual eu participava; citações indevidas. Por exemplo: fala que nós doamos R$ 1 milhão para ele por conta do [contrato de asfalto do] MT Integrado. Nós não participamos do MT Integrado!”, ponderou o chefe do Poder Legislativo.
 
Sobre ter intermediado “a compra” do apoio da então deputada federal Thelma de Oliveira (PSDB), atual prefeita de Chapada dos Guimarães, para a candidatura à reeleição do próprio Barbosa. Na época, Thelma fazia parte da chapa do atual deputado Wilson Santos (PSDB), candidato ao governo pela coligação Senador Jonas Pinheiro, liderada por PSDB e DEM.
 
“Silval fala [na delação à PGR} que meu irmão articulou pagamento para  Thelma de Oliveira. Nunca existiu conversa com Thelma, nem nada a respeito disso; não sei de onde ele tirou isso”, endureceu Botelho.  
 
Sobre a denúncia de Barbosa quanto  à Integração Transportes, que presta serviço para o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT), o presidente da Assembleia defendeu a idoneidade e qualidade dos serviços.
 
“A empresa presta serviços para o Departamento de Trânsito que, eu como investidor e como empresário participei, sim [da licitação], com uma empresa que até hoje presta serviço do Detran. A empresa presta serviço até hoje. Participei da empresa de junho de 2010 até julho de 2012, faltando dois anos e meio para acabar o governo Silval eu saí; está tudo declarado, no meu Imposto de Renda”, sintetizou ele, para a reportagem do Olhar Direto.
 
Eduardo Botelho tratou com ironia a delação de Barbosa de que a Nahambiquaras teria pago R$ 1 milhão de propina para assumir as obras de recapeamento da Avenida 31 de Março, no Cristo Rei, e outras vias, em Várzea Grande, no valor global de R$ 7 milhões.

“Ele fala que pagamos R$ 1 milhão pelo recapeamento da 31 de Março, no Cristo Rei. Como? O custo total era R$ 7 milhões; fez-se um convênio com a Prefeitura de Várzea Grande para que o Estado fosse o pagador. Ficou devendo! Pagou apenas R$ 2,8 milhão; portanto, acusação totalmente descabida, porque não pagou nem os trabalhos da empresa – deixou para escanteio. Não pagou nada! Simplesmente deixou jogado por baixo do tapete. Acusação não procede”, resumiu o chefe do Poder Legislativo, na coletiva.
 
Eduardo Botelho se mostrou impressionado com a denúncia de Barbosa de que teria feito lobby, com o deputado Romoaldo Júnior (PMDB), então líder do governo, pela redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) que incide sobre o óleo diesel. “Absurda a estória da redução do ICMS do diesel. Diz que combinei com o deputado Romoaldo que votaria [a favor] das contas dele. Primeiro: tirar ICMS do diesel não gera vantagem nenhuma para a empresa; apenas para o consumidor, porque abaixa a tarifa. Segundo: Nunca estive com Sival para falar sobre isso”, detonou Botelho.
 
No bojo do acordo, Botelho teria de deixar de criticar o governo Silval e, ainda por cima, votar favoravelmente às contas de 2014 de sua gestão. “Continuei falando mal [do governo Sival] porque não combinei nada. Nem de deixar de falar mal; nem de aprovar as contas dele,   porque nunca existiu esse acordo”, respondeu ele.
 

9 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Jorge
    12 Set 2017 às 10:14

    Esse tipo de pessoa se e que podemos chamar assim cospe na cara de todos os mato-grossenses!

  • Luiz Paulo Conde Júnior
    12 Set 2017 às 00:01

    Quem conheceu o senhor Botelho, como officie boy da CEMAT, sabe que é competente em administração. Mas também sabe que, com os seus irmãos Luiz Marinho e Rômulo Botelho, sempre esteve próximo dos poderosos. Marinho foi vereadores, presidente da Câmara Municipal de Cuiabá e deputado estadual, sendo esteio político da família.

  • Saulo
    11 Set 2017 às 17:59

    Silval tá falando a verdade sim, nunca ninguém teve a coragem de abrir o jogo, sempre foi assim, agora com a delação premiada tão abrindo o bico pra diminuir a pena, nunca imaginaram que isso poderia acontecer, aparecer os podres dos políticos. Agora a coisa começou a ficar feia para os corruptos do dinheiro público. Tá acabando a mamata.

  • Amauri
    11 Set 2017 às 17:01

    O pior é que eu estou ficando louco, ou é o cristalino dos meus olhos?

  • por justiça
    11 Set 2017 às 16:40

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • joaoderondonopolis
    11 Set 2017 às 16:03

    Vamos saber se Silval mente ou está com problemas mentais, mas para sabermos temos que ver a justiça afastar todos de seus cargos e prendê-los.

  • tobias de aguiar
    11 Set 2017 às 15:24

    O Deputado tem uma visão oposta do Dr. Ezequiel Borges do MP. Na verdade, aqui em MT, e muitos outros estados da federação, AS RAPOSAS TOMAM CONTAS DOS OVOS!

  • Cícero
    11 Set 2017 às 15:23

    E o KIKO?

  • jose ricardo
    11 Set 2017 às 14:41

    Engraçado tem gente que tem cara de peixe abotoado.

Sitevip Internet