Olhar Direto

Segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Notícias / Política MT

Taques destaca participação popular e diz que independência é combater corrupção e defender a pátria

Da Reportagem Local - Ronaldo Pacheco

07 Set 2017 - 17:52

Foto: Ronaldo Pacheco / Olhar Direto

Taques destaca participação popular e diz que independência é combater corrupção e defender a pátria
Tratado historicamente como um dos principais atos de amor à pátria, o desfile cívico militar de 7 de setembro, nesta quinta-feira (7), pelo segundo ano consecutivo na Arena Pantanal – região Oeste de Cuiabá, recebeu uma avaliação curiosa do governador José Pedro Taques (PSDB), num momento em que a República é ‘passada a limpo’, em meio à sucessão de escândalos.
 
“Eu venho desejar a todos os brasileiros que nós possamos velar contra a corrupção, malversação do dinheiro público e defender os ideais da pátria, que estão escritos na Constituição da República”, exortou Taques, ao lado do comandante da 13 Brigada de Infantaria Motorizada, general Fernando Dias Herzer; secretário Rogers Jarbas, de Estado de Segurança Pública; e comandantes militares.
 
Leia Mais:
- Pedro Taques pede que MP suspenda e impeça investigações de Zaque contra Governo do Estado

- Pedro Taques bate papo informal com jornalistas, não fala de reeleição e projeta “fatos novos” até 2018

Pedro Taques enalteceu a decisão do seu governo em realizar o desfile cívico militar no período vespertino, na Arena Pantanal, onde as pessoas ficam confortavelmente sentadas – na rua ficavam em pé. “Na maioria das capitais brasileiras, realiza-se o desfile cívico militar pela manhã. Em  Cuiabá, por causa da temperatura [próxima dos 40 graus centígrados], que  nos agrada a todos, nós realizamos no final da tarde”, justificou o chefe do Poder Executivo.
 
“Independência significa liberdade, significa libertação, significa autonomia diante dos problemas. É essencial falar sobre esta nossa festa cívica militar”, definiu Taques, para a reportagem do Olhar Direto, pouco antes do início do desfile.
 
O general Fernando Dias Harzer convocou a população brasileira e, particularmente, a sociedade cuiabana para que faça uma reflexação sobre a importância da independência. “Sem dúvida, 7 de setembro é um dia de reflexão. Pois o povo tem que ser independente, para dar valor à liberdade, mas com respeito às leis”, argumentou ele.
 


“É certo exigir direitos, mas concomitantemente ao cumprimentos dos deveres. Cada um tem que fazer a sua parte”, justificou general Harzer, para a reportagem do Olhar Direto.
 
Desfilaram representantes das Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica), Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso, além de escolas estaduais e municipais, com suas fanfarras.
 
Os organizadores calcularam em “mais de 15 mil” presentes ao desfile cívico militar, enquanto a Polícia Militar calculou “em provavelmente menos de 10 mil”, pouco depois das 17 horas deste 7 de setembro, no interior da Arena Pantanal. Milhares de pessoas ainda estavam chegando, do lado de fora do palco esportivo.
 
Presença esperada pela imprensa, o prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB), de Cuiabá, não compareceu. Ele foi representado pelo Secretário Municipal da Ordem Pública, coronel Leovaldo Salles, que explicou que o prefeito não se fez presente “por motivo de força maior”.

18 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Rafaelli Patrícia
    09 Set 2017 às 08:13

    Cadê o Prefeito Emanuel Pinheiro? Depois que ele apareceu no vídeo colocando dinheiro no paletó sumiu do mapa! Bora pra frente?

  • Paulo Alberto
    08 Set 2017 às 22:18

    O Excelentíssimo fala em combate à corrupção, mas, ao mesmo tempo representa pelo afastamento do PROMOTOR DE JUSTIÇA que está à frente das investigações sobre malversação do dinheiro público, agora também em escalões da gestão dele. Que controvérsia!!! Mas agora Sua Excelência é político e não mais PROMOTOR DE JUSTIÇA. Que pena.

  • Silvio
    08 Set 2017 às 21:54

    Francisco Anysio de Paula um dos maiores comediantes do Brasil investido no personagem do Deputado Corrupto Justo Veríssimo dizia:"O povo gosta de um ladrão, o povo é doido por um ladrão" Isso se aplica com muito mais propriedade hoje, duvido se todo esses políticos que apareceram no vídeo supostamente pegando propinas ainda não serão reeleitos, e quantos defendem esse Prefeito com uma prova que até o momento não se pronunciou e sumiu da cidade, francamente!

  • Patrícia
    08 Set 2017 às 18:32

    Cadê Emanuel Dinheiro que não estava lá para ouvir?

  • Francisco 3000
    08 Set 2017 às 18:31

    Boa tarde criancinhas! Agradecer ao Prefeito pelas nossas nomeações na Secretaria dos trezentos anos! eu e mais outros 15 Seguraremos a bronca do Prefeito!

  • Estopa
    08 Set 2017 às 18:28

    Será que Taques não aprende? O Prefeito Emanuel Dinheiro e os Deputados não pegaram propina, tudo era mera ilusão de ótica.

  • Emanuel Dinheiro
    08 Set 2017 às 18:26

    Muito bem, vamos expulsar esses Deputados que supostamente apareceram pegando dinheiro, todos devem explicações à sociedade, menos eu!

  • FABIO RODRIGUES PEREIRA
    08 Set 2017 às 14:20

    O Governador esqueceu de dizer que foi vaiado pelo público presente devido a incompetência da classe politica em não atender aos anseios da população

  • observador social
    08 Set 2017 às 11:55

    nenhum órgão de imprensa local e ninguém vai falar da sonora vai que recebeu o governador no evento de ontem na arena pantanal?

  • CIDADÃO ATENTO
    08 Set 2017 às 10:47

    Esses políticos insistem em nos chamar de trouxas. Caixa dois na campanha (Alan Malouf e Cia), roubalheira na SEDUC (isso é de uma maldade absurda com as crianças e jovens), grampos (vindo do governo de um ex-procurador da República soa como surreal), alianças com a velha política mato-grossense (com Jaime, Wilson, Avalone etc.). É tanta coisa errada em tão pouco tempo. O povo só reelege o PT se for muito burro. Meu voto Sr. nunca mais.

Sitevip Internet