Olhar Direto

Quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Notícias / Política MT

Deputados estaduais aguardam permissão de Valtenir Pereira para deixar PSB

Da Redação - Érika Oliveira

08 Nov 2017 - 08:29

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Deputados estaduais aguardam permissão de Valtenir Pereira para deixar PSB
Parte dos dissidentes do PSB em Mato Grosso ainda aguarda uma definição do presidente do partido no Estado, o deputado federal Valtenir Pereira (PSB), para migrarem para outras siglas. O deputado federal Fábio Garcia (sem partido), ex-presidente do partido, acusa Valtenir de se negar a assinar o documento que autoriza a saída dos deputados estaduais.

Leia mais:
Fábio Garcia conversa com partidos e simpatiza com DEM

“Eu e o deputado Adilton Sachetti recebemos do PSB, por conta de todos os atos discriminatórios, não isonômicos, das ameaças que nós sofremos, uma carta de justa causa para a gente sair do PSB. Então, nós já temos a possibilidade de sair. No entanto, o Valtenir, mesmo com os deputados estaduais manifestando para ele o desejo de sair do partido, ele está se negando a dar a eles a possibilidade de sair, quer prende-los até o último minuto”, acusou Fábio Garcia.

A relação ruim com o PSB iniciou em abril deste ano quando Garcia foi destituído da presidência da sigla, além de quase ser expulso por contrariar a orientação partidária e votar a favor da reforma trabalhista. Mas, para ele, um dos principais motivos que provocou sua saída foi a nomeação de Valtenir para comandar o partido.

“Nós não compactuamos com a forma como o deputado Valtenir faz política, com o posicionamento que ele tem, com a confiabilidade, a falta de confiança que a gente tem no Valtenir para conduzir um partido político que a gente esteja dentro, então a gente teve a decisão de sair”, explicou.

Ainda de acordo com o parlamentar, enquanto a situação dos demais integrantes de seu grupo político não estiver definida, nem ele nem Sachetti irão “fechar” com outros partidos. Entre os deputados que aguardam a "permissão" de Valtenir estão Oscar Bezerra, Max Russi, Mauro Savi, Adriano Silva e o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho.

“Enquanto a gente não conseguir uma definição para o nosso grupo político, a gente tem conversado com alguns partidos, entre eles o DEM, o PR, o PP, o PSD, mas a nossa definição é buscar uma solução para que a gente possa migrar todo mundo junto para um partido onde a gente tenha ideologicamente afinidade. E afinidade ideológica não era o que o PSB estava querendo fazer, que é se juntar ao PT em 2018. A gente acredita que o Brasil não merece isso de novo. Eu espero que até o final do ano, mesmo que os deputados estaduais entrem na Justiça, acredito que até dezembro a gente tenha uma definição”, afirmou.

Outro lado

A reportagem tentou contato com o deputado Valtenir Pereira, por meio de seu telefone e através de sua assessoria de imprensa, mas as ligações não foram atendidas. 

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Lucas
    08 Nov 2017 às 13:40

    Espero que o Valtenir suma da política!

  • Manolo
    08 Nov 2017 às 11:36

    O MANDATO, não é do Partido? Entreguem o mandato, não lhes pertence...bom...em um Estado que é possivel comprar cadeira no tribunal de faz de contas...o mágico sobrevive, escondido, na sombra...estado modelo no estado da arte da política nacional...fala sério!

  • Boca maldita
    08 Nov 2017 às 10:33

    Menino mimado igual a prefeita que foi pega colocando dinheiro na bolsa só tá faltando o vídeo desse rapaz

Sitevip Internet