Olhar Direto

Quarta-feira, 21 de novembro de 2018

Notícias / Cidades

​Família consegue transferência e adolescente é encaminhado à UTI do Pronto Socorro em estado grave

Da Redação - Vinicius Mendes

30 Nov 2017 - 14:49

Foto: Reprodução

​Família consegue transferência e adolescente é encaminhado à UTI do Pronto Socorro em estado grave
O adolescente Vitor Hugo da Silva Castro, de 15 anos, após liminar obtida pela família, foi finalmente transferido para uma UTI no Pronto Socorro Municipal de Cuiabá. O garoto e a mãe foram trazidos em uma UTI aérea na tarde desta quarta-feira (29). Ele ainda deve passar por exames complementares para obter um diagnóstico mais completo. O quadro de Vitor Hugo é grave.

Leia mais:
Família consegue liminar na Justiça e cobra transferência de adolescente para UTI em Cuiabá
 
A Secretaria de Estado de Saúde (Ses) confirmou que após a abertura de uma vaga no Pronto Socorro Municipal de Cuiabá ontem, uma UTI aérea foi utilizada para fazer a transferência de Vitor Hugo para a capital, já por volta das 17h30.

A Ses ainda informou que enquanto estava internado em Sinop o adolescente foi submetido a uma cirurgia no intestino e uma para conter um coágulo na cabeça. O diagnóstico ainda não foi esclarecido. Há uma suspeita de que a causa seja uma bactéria, mas o adolescente ainda deve passar por exames complementares em Cuiabá para identificar o problema.

De acordo com o tio de Vitor Hugo, Belmiro Castro, o garoto veio para Cuiabá junto com a mãe, e está sendo acompanhado por um neurologista e um gastroenterologista. No entanto, ele disse que a mãe de Vitor Hugo não recebeu nenhum amparo para continuar acompanhando o filho.

“Ela veio e está sem acomodação, está ficando no hospital mesmo, largada. Mas eu já pedi para o juiz bloquear um valor do Estado, para que ela utilize para pagar os custos de sua estadia enquanto acompanha o filho”, disse Belmiro, que também é advogado da família.

Ele também confirmou que o garoto já começou a fazer os exames. A família ainda está preocupada, mas ficou um pouco mais tranquila com o fato de que Vitor Hugo está sendo atendido na capital.

A Secretaria Municipal de Cuiabá se manifestou apenas através de uma nota, dizendo que não pode fornecer informações sobre o caso.

Leia na íntegra:

A assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Saúde não tem permissão de divulgar informações sobre o estado de saúde dos pacientes internados no Pronto Socorro ou em qualquer unidade que integra a rede. As únicas pessoas autorizadas a conceder informações sobre os pacientes são os médicos que os acompanham e apenas para a família do enfermo. A adoção desta medida é para resguardar o doente e prevenir o desgaste dos familiares.

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Hospedel
    30 Nov 2017 às 18:28

    Ridículo pagar hospedagem para acompanhante ! Como o próprio nome já diz : ACOMPANHANTE , então deve acompanhar o filho no hospital ! Chega de dinheiro público indo pelo ralo !

  • Carlos Nunes
    30 Nov 2017 às 16:34

    Ih! Saúde SALVE-SE SE PUDER...tem que rezar muito pro Anjo da Guarda pra não pegar uma infecção hospitalar no Pronto Socorro. Reza pra entrar, e dá graças a DEUS quando sair. E quase que encontra uma lei do prefeito que quer devolve paciente da onde veio, desrespeitando a Constituição, onde Saúde (Educação e Segurança) são direitos constitucionais básicos dos cidadãos. Pois é, na próxima campanha eleitoral, quando os candidatos a governador vierem falar sobre Saúde...é bom olhar bem pra cara deles e perguntar: O Senhor é cliente do SUS? Se a resposta for NÃO, esse não entende nada de Saúde Pública.

Sitevip Internet