Olhar Direto

Segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Notícias / Cidades

Ex-superintendente do Ibama é alvo da Polícia Federal e mandado é cumprido na Sema

Da Redação - Wesley Santiago

05 Dez 2017 - 11:41

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Ex-superintendente do Ibama é alvo da Polícia Federal e mandado é cumprido na Sema
A Polícia Federal (PF) cumpriu mandado de busca e apreensão na sede da Secretaria de Meio Ambiente (Sema), na manhã desta terça-feira (5), no Centro Político Administrativo (CPA), em Cuiabá. O documento foi expedido em desfavor de Marcus Keynes Santos Lima, que é ex-superintendente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Leia mais:
PF confirma que cuiabana que viajou à Síria para encontrar soldado já foi localizada

O mandado do juiz federal João Moreira Pessoa Azambuja é de 21 de agosto deste ano. A ação visa contribuir com as investigações referentes a um ato ilícito que teria sido cometido por ele no ano de 2014, enquanto superintendente regional do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) de Mato Grosso.

Há indícios de prática de advocacia administrativa em razão da devolução indevida à empresa autuada de 05 caminhões e 05 reboques apreendidos pela equipe de fiscalização do Ibama durante a operação Onda Verde, por extração ilegal de madeira na terra indígena Apiaka-Kaiabi, localizada entre os municípios de Apiacás (MT) e Jacareacanga (PA).

"Marcus atuou como superintendente de Gestão Florestal da Sema entre 02 de março e 1º de novembro de 2016. Não há qualquer denúncia de crimes praticados pelo suspeito referente a este período, enquanto servidor da Sema, mas a secretaria já se colocou à disposição da PF para prestar esclarecimentos e colaborar com a investigação", diz trecho da nota.

A nota ainda acrescenta que o secretário da pasta e vice-governador, Carlos Fávaro, e o secretário executivo, André Baby, determinaram uma ordem de serviço para que seja feita auditoria de todos os atos praticados por Marcus Keynes nos oito meses em que atuou como superintendente da secretaria. Foram levados da Sema apenas o computador utilizado pelo suspeito à época e a PF também requereu acesso ao perfil de usuário e contas de e-mail.
 
Atualizada às 11h54

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Talisia
    05 Dez 2017 às 18:42

    A REALIDADE É UMA SÓ, A FLORESTA DO ESTADO DE MATO-GROSSO VEM SOFRENDO BASTANTE COM O DESMATAMENTO ILEGAL A MUITO TEMPO, A BUSCA INCESSANTE PELO LUCRO E O COMODISMO DAS NOSSAS AUTORIDADES SÃO AS PRINCIPAIS CAUSAS DESTE TRÁGICO PROBLEMA.

Sitevip Internet