Olhar Direto

Terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Notícias / Cidades

Homem fica ferido e leva 42 pontos após ser atingido por bombinha

Da Redação - Fabiana Mendes

02 Jan 2018 - 15:01

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto/Ilustração

Homem fica ferido e leva 42 pontos após ser atingido por bombinha
Um homem de 44 anos ficou ferido após uma bombinha explodir próximo de seu pé, no último domingo (31) no bairro Jardim das Violetas, em Sinop (483 km de Cuiabá). Por conta do acidente, ele precisou levar 42 pontos da região atingida. 

Leia Mais: 
Jovem perde parte dos dedos ao soltar bombinhas durante festa de réveillon

O homem que estaria em uma lanchonete foi socorrido e levado até uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima estaria entrando no estabelecimento comercial quando foi atingida pelo artefato. 
 
Ainda não se sabe se o arremesso da bombinha foi proposital ou acidente.
 
Um caso parecido também aconteceu no dia 31 dezembro durante a festa de réveillon. Um jovem de 20 anos teve que amputar parte de dois dedos da mão esquerda após sofrer um acidente enquanto soltava bombinhas no bairro Jardim União, em Cuiabá.
 
A mãe da vítima agradeceu aos amigos nas redes sociais. “Meus amigos que me deram muito apoio estão me dando muito apoio... Todos que fizeram de tudo para que nada de pior acontecesse com ele”, publicou ela em sua página no Facebook.
 
Na mesma página a mãe aproveitou para recomendar, cuidados especiais com os filhos, nesta época do ano, diante da euforia para utilização de bombas e outros materiais explosivos destinados à pirotecnia.  “Pedir a todos que independente da idade fizer uso de bombas que tomem muito cuidados ou nem mecham com isso... Meu filho poderia ter morrido, ter perdido a mão inteira, ter atingido o rosto e levado a cegueira ou coisa pior”, argumentou a mãe do rapaz que perdeu partes dos dedos em explosão.
 
Mesmo diante das recomendações das autoridades, principalmente Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso, sobre os cuidados necessários quando da utilização de material inflamável e explosivo, a maioria das pessoas não obedecem à orientação. Por conta disso, os registros de sinistros, inclusive com amputação de membros continuam sendo ponto dissonante nas comemorações do gênero, assim como em festejos juninos.
 
O formato de fabricação dos fogos de artifícios, bombas e similares mudou muito pouco ou quase nada, nas últimas décadas. Desta forma, o consumidor fica vulnerável quanto à qualidade dos produtos comercializados em Mato Grosso, especialmente quando há vendas em grande escala destinadas às comemorações de época.
 
(Com Só Notícias) 

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Edi
    02 Jan 2018 às 15:44

    Não sei pq a venda disso é liberada

Sitevip Internet