Olhar Direto

Terça-feira, 21 de agosto de 2018

Notícias / Cidades

Homem é preso acusado de estuprar mulher e criança de dois anos; suspeito ejaculou na vítima

Da Redação - Wesley Santiago

02 Jan 2018 - 15:56

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto/Ilustração

Homem é preso acusado de estuprar mulher e criança de dois anos; suspeito ejaculou na vítima
A Polícia Militar prendeu, na última segunda-feira (01), um homem acusado de tentar estuprar uma mulher, de 29, e a filha dela, de apenas dois anos. O suspeito foi detido na própria casa, localizada no bairro Jardim Imperial, em Sinop (447 quilômetros de Cuiabá). Em um dos dias, o homem começou a se masturbar e ejaculou nas roupas da mulher, após ela se negar a manter relações sexuais com ele, tudo na frente da menor.

Leia mais:
Homem invade casa e estupra mulher sob efeito de remédios controlados
 
Segundo as informações do Só Notícias, a vítima relatou no boletim de ocorrências (BO) que o suspeito a convenceu a vir do Pará para morar com ele. Porém, na semana passada, ela disse ter flagrado o acusado passando a mão nas partes íntimas da criança, que tem apenas dois anos de idade.
 
A mulher então questionou o homem, que desconversou. A vítima ainda relatou que o acusado tentou manter relações sexuais com ela durante a noite. Como ela se recusou, ele tentou forçar o ato sexual. Após nova recusa, o criminoso começou a se masturbar na presença da criança e ejaculou nas roupas da mulher.
 
A Polícia Militar foi acionada e realizou a prisão do homem. O caso é investigado pela Polícia Judiciária Civil (PJC).

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Critico
    02 Jan 2018 às 22:31

    Ninguém está obrigado. Assim como ela não foi obrigada a vir do Pará. Veio de livre e espontânea vontade. O ato sexual é uma consequência entre um casal. Estória estranha de ter forçado o ato.

  • João Capivari
    02 Jan 2018 às 17:05

    Esquisito esse caso!

  • Walter
    02 Jan 2018 às 16:43

    Se a mulher tivesse armada, queria ver ele ficar de pinto de fora.

  • José João pessoa
    02 Jan 2018 às 16:30

    Caso requer urgência do MPE e Conselho Tutelar na Apuração Crime.

Sitevip Internet