Olhar Direto

Terça-feira, 16 de outubro de 2018

Notícias / Política MT

Taques evita falar em "traição" de Mendes e avisa que escolhe aliados, mas não adversários

Da Redação - Ronaldo Pacheco

11 Abr 2018 - 11:02

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Taques evita falar em
A perspectiva de enfrentar o ex-prefeito Mauro Mendes (DEM) na disputa pelo governo de Mato Grosso, nas eleições de outubro, ao menos publicamente, não provoca mal estar nem representa prioridade para o governador José Pedro Taques (PSDB), provável candidato à reeleição. Ele tomou o cuidado de não utilizar o adjetivo traidor como pronome de tratamento, ao se referir à decantada pré-candidatura do seu ex-aliado, para o Palácio Paiaguás.
 
Ao invés disso, Pedro Taques preferiu enaltecer àqueles que permanecem ao seu lado. “Eu escolho os companheiros leais que ficam comigo. Não escolho eventuais adversários”, respondeu ele, durante entrevista ao Programa Chamada Geral, da Rádio Mega FM de Cuiabá, nesta quarta-feira (11).

Leia também:
Taques diz que “promoção do Governo” é constitucional e recorre de decisão judicial

Taques exonera 14 em gabinete do ex-vice e demissões vão gerar R$ 1,5 mi em economia; veja a lista


Em comentários cada vez mais frequentes, nas redes sociais, os seguidores de Taques classificam como “alta traição” a pré-candidatura de Mauro Mendes para o governo de Mato Grosso. O governador não utilizou nenhuma palavra para qualificar o ex-aliado.
 
Sobre o fato de seguidores de Mauro Mendes e do senador Wellington Fagundes (PR), também pré-candidato a governador utilizarem denominação pejorativa à Caravana da Transformação, o governador responde com dureza. A maioria trata com o codinome de ‘caravana da reeleição’, enquanto outros utilizam o termo ‘caranava da enganação’.
 
“Desejo que esses que falam [caravana da reeleição] ligassem para as pessoas que hoje em enxergam para perguntar sobre a validade da iniciativa. Pessoas como dona Maria José [de Cáceres], que não enxergava os seus netos e passou a ver normalmente. Estamos tratando do mais simples, do mais humilde”, argumentou o chefe do Poder Executivo.
 
Pedro Taques lembrou que até mesmo as faixas e cartazes foram confeccionados sem data e sem o nome das cidades, como medida de economia. E não liga para as críticas, que partem majoritariamente dos seguidores de Mendes e Fagundes, por interpretar que o sucesso da Caravana da Transformação é que incomoda os opositores.
 
“Eu recebo as críticas com total tranqüilidade. Faz parte do processo democrático. Se você olhar os cartazes, alguns não têm a data. Determinei que fosse usado sem data, para economizar. Em Cuiabá, realizaremos de 16 de abril até 10 de maio. Qual o índice de recorrência? Mais de 98% sem nenhum problema. É o maior sucesso da Caravana da Transformação”, sintetizou Taques.
 
O governador não assumiu publicamente ser candidato à reeleição, mas respondeu às cobranças como se já estivesse em pré-campanha. O Programa Chamada Geral é ancorado pelo radialista Lino Rossi, ex-deputado federal e ex-vereador em Cuiabá.

7 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Marcos
    13 Abr 2018 às 14:31

    Taques é uma fraude, mais do mesmo, apenas usou ilegalmente o MPF e Arcanjo para aparecer como bom moço. Hoje sua base na Assembleia é a mesma que foi do Silval e Riva, vejam que Savi, Fabris, Satélite, Maluf e outras figuras carimbadas que defendiam Silval hoje defendem esse desgoverno Taques. Será pela sua beleza?? Por outro lado todos que ajudaram a criar Pedro Taques e combater o corrupto Silval, como Pivetta, Percival e Zeca Viana, hoje se arrependem amargamente, pois viram que nada mudou. Ze pedrinho é a maior fraude que esse Estado já produziu. Taques nunca mais!

  • Danilo
    13 Abr 2018 às 14:31

    O próximo governador tem que começar auditando o uso dos recursos da Previdência própria do Estado, a começar com o empréstimo para o escritório do Paulo Taques com recursos da Previdência.

  • Alan
    13 Abr 2018 às 14:30

    Pedro Taques entrou vislumbrado no governo e foi logo criando despesas sem as respectivas fontes de custeio: realizou concurso para 5 mil homens na Segurança Pública, aumentou de 5 para 15 mil o número de comissionados, mil vagas para o Sistema Prisional, concurso para PGE, Defensoria e Delegados. Aumentou o valor das DGA s e a quantidade de beneficiados, criou o Pró-família, com recursos da Seguridade Social. Renúncias fiscais imorais para o agronegócio. Sobra para o trabalhador mesmo.

  • Jonatas
    11 Abr 2018 às 14:51

    Vou de taxi se tiver caro vou de uber mais que é 45 isso é estão bravos pq não puderam roubar como como antes honestidade tem preço a traição mais quero ver a cara deles após a derrota...

  • joaoderondonopolis
    11 Abr 2018 às 13:01

    A última vez que votei enganado foi em Taques, ele não me angana mais.

  • Ex Taques
    11 Abr 2018 às 13:00

    Fico aqui morrendo de vontade de ser o mosquito que vive no gabinete de Zé Pedro pra ver como ele reage. Todo mundo sabe que ele é o primeiro a abandonar amigos e aliados no caminho se não lambem o chão que ele pisa, não concordam na íntegra com seus devaneios e não lhe puxam o saco até que arraste no chão. Provando do veneno que produziu com abundância. Chama-se lei do retorno. Newton explicou direitinho o que significa: bateu/levou

  • Maria
    11 Abr 2018 às 12:14

    Mas o que ele esperava? Um casamento para sempre? Acho que os apoios mútuos em eleições passadas quitou o débito. Agora que sejam felizes, cada um em seu caminho.

Sitevip Internet