Olhar Direto

Quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

Notícias / Cidades

“Ele é psicopata”, afirma pai de estudante de medicina morta a facadas no Paraguai

Da Redação - Fabiana Mendes

22 Ago 2018 - 14:26

Foto: Reprodução

“Ele é psicopata”, afirma pai de estudante de medicina morta a facadas no Paraguai
O pai da estudante de medicina Erika de Lima Corte, 29 anos, assassinada a facadas na madrugada da última segunda-feira (20), na cidade de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, Raniel Corte, expressou seu sentimento após a prisão do paraguaio Cristopher Andrés Romero Irala, de 27 anos, que ocorreu hoje (22). Em entrevista ao Olhar Direto, ele disse ter certeza de que o eletricista seja o principal executor.  
 
“Ele é um psicopata. Eu acho que já é fato que ele foi o executor. Não descarto que tenha uma segunda pessoa. Isso eu não descarto, que tenha uma segunda pessoa nesta situação, que favoreceu, não descarto ainda”, contou.

Leia mais: 
Acusado de matar estudante de medicina de MT no Paraguai é preso

A jovem foi assassinada com pelo menos 15 facadas. Questionado se ele acredita na culpa do suspeito, responde que “sim. Porque agora tem as evidências da roupa dele, que estava no momento. Das informações que me chegaram, [quando] pegaram ele, já estava com a roupa lavada, mas ficaram resíduos, sempre fica”, explicou.
 
O homem, que é eletricista, estava no mesmo carro que havia sido visto na cena do crime. Ele foi preso pelas autoridades paraguaias e o veículo apreendido. Christopher será encaminhado para a cidade de Pedro Juan Caballero, onde deve ser interrogado sobre o crime.
 
“Ele não passa de um psicopata, porque fazer uma situação desta com minha filha, uma menina totalmente desprendida...”, lembrou.
 
“Isso é como uma facada em mim, muito forte. Mas, não tem como voltar. O que eu posso fazer é buscar a Justiça, que ela seja feita e dar o apoio para que os universitários se manifestem e a gente se una cada vez mais, para que o Estado tome providências”, afirmou.
 
Histórico 


Há seis anos, no dia 14 de agosto de 2012, Cristopher Romero, na época com 21 anos, foi acusado de matar a golpes de punhal a estudante universitária paraguaia Daisy Patricia Benítez Gómez, de 26 anos, no bairro Perpétuo Socorro.
 
O rapaz foragiu e depois se apresentou e chegou a ser preso pelo assassinato, mas por falta de provas acabou sendo liberado. Daisy foi morta com crueldade, segundo policiais paraguaios. Além de desferir várias punhaladas na vítima, o assassino tentou queimar o corpo.
 
Ele teria conhecido Erika quando fazia uma instalação elétrica na casa ao lado onde ela morava. Depois disso, passou a assediar a estudante, insistindo para que ela aceitasse um pedido de namoro.
 
O caso

A estudante de medicina, Erika de Lima Corte, 29 anos, foi assassinada com 16 facadas, na madrugada desta segunda-feira (20), na cidade de Pedro Juan Caballero, no Paraguai. Conforme as informações iniciais, a vítima foi encontrada em seu dormitório por uma colega, que acionou a polícia. A estudante tinha duas perfurações na altura do peito e uma no pescoço, onde também apresentava 16 pequenos furos, o que pode indicar que ela poderia ter sido torturada pelo criminoso.

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Bacana
    22 Ago 2018 às 23:38

    Estuda onde Joziane? Aqui o roubo é de 12 mil mes. Se vc tem condicao (o que? Universitario ter 12 mil...nao!!!!! seus pais tem). Afinal o que vc tem sem o dinheiro dos seus pais?

  • Joziene Andréa Aires
    22 Ago 2018 às 17:24

    Orçamento e condições de pagamento