Olhar Direto

Terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Notícias / Cidades

Após deixar Comando Vermelho e migrar para o PCC, cuiabano é decapitado em MS; veja vídeo

Da Redação - Fabiana Mendes

19 Out 2018 - 10:44

Foto: Rogério Florentino / OD

Após deixar Comando Vermelho e migrar para o PCC, cuiabano é decapitado em MS;  veja vídeo
O cuiabano Márcio Lucas Preza Libanio, de 21 anos, que pertencia a facção criminosa Comando Vermelho, foi assassinado a tiros e decapitado no final da tarde de quarta-feira (17), próximo à ladeira Dona Emília, no bairro Beira Rio, em Corumbá (MS). No Estado, ele estaria fazendo parte da facção Primeiro Comando da Capital (PCC). 

Leia mais: 
Homem é morto a facadas após briga dentro de carro

Segundo o Diário Corumbaense, moradores teriam ouvido os tiros por volta de meio-dia, mas só por volta das 16 horas, o corpo foi localizado em uma área de alta vegetação.
 
O delegado titular do 1º Distrito Policial, Sam Suzumura, disse que a vítima foi reconhecida por uma tia, com quem estaria morando há cerca de três meses. Ele morava na capital mato-grossense e há cerca de três meses estaria no Estado vizinho.
 
Ele foi visto pela última vez na terça-feira, quando saiu de casa dizendo que voltaria logo. No entanto, não foi mais visto. A família reconheceu o corpo encontrado como sendo de Márcio.
 
Márcio apresentava marca de tiros em uma das mãos, ombros e cabeça. O corpo foi levado para o Instituto de Medicina e Odontologia Legal (IMOL).
 
Ainda conforme o site local, a Polícia Civil investiga o possível envolvimento da vítima com facções criminosas, já que um vídeo circula nas redes sociais e nele, "Luquinhas", como era conhecido, aparece com as mãos amarradas.
 
Conforme conteúdo do vídeo, ele foi morador de Cuiabá por cerca de dez anos, onde era membro do Comando Vermelho. Mas após uma “oportunidade” ele migrou para o Primeiro Comando da Capital (PCC), em MS.

Veja vídeo: 

 

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Tobias de Aguiar
    19 Out 2018 às 15:10

    Essa vida loka faz a gente "perder a cabeça"...coisa de loko!!!

  • Aline Santos
    19 Out 2018 às 12:41

    Triste ver um jovem tão perdido, tão envolvido no mundo da criminalidade. Me pergunto o que aconteceu com as famílias desse País? Como os pais olham para os filhos e não enxergam que eles precisam de socorro? Acho que falta amor pelo ser humano.

  • Bainho
    19 Out 2018 às 11:34

    Melhor ser político, por que pode mudar de partido sem nenhum problema!