Olhar Direto

Quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

Notícias / Cultura

Adevair Cabral destaca sucesso do 'Festival de Lambadão de Cuiabá'

Da Redação - Secom/Cuiabá

06 Dez 2009 - 10:57

Ainda que as chuvas noturnas tivessem prejudicado um pouco as apresentações da etapa final do Lambadão, sexta-feira (04-12), região do Porto, o secretário municipal de Cultura da Capital, Adevair Cabral, afirma que "esse festival se coroou do sucesso pretendido pela Prefeitura de Cuiabá e demais parceiros. Já nos propomos a esquematizar o próximo lambadão, em 2010". Tudo correu conforme a programação agendada, segundo ele.

"No Pedra 90, ponto de partida desse festival, com público constituído por mais de seis mil pessoas na Praça Cultural, tivemos um prenúncio seguro de que o evento teria 100% de sucesso. Todas as etapas foram amplamente prestigiadas pela população de Cuiabá e turistas, em geral. O lambadão começa assim a atrair muita gente de fora, extasiada com nosso ritmo musical e danças", enfatizou. Uma outra etapa concorrida da apresentação das dezenas de bandas inscritas no Festival de Lambadão 2009 aconteceu no CPA, como recorda o secretário Adevair Cabral: "Lá também houve participação maciça de populares.

Isso nos deixa convictos de que o lambadão é um ritmo que veio para ficar; já se incorporou à vida cuiabana e do mato-grossense. Tem sido copiado lá fora por quantos gostem de música animada e que conclama a danças". Na final (bairro Porto, Cuiabá - 04-12), apesar das chuvas, os lambadeiros não desistiram, observou Cabral. "Como todos viram, houve um momento em que aquele aguaceiro repentino arrefeceu um pouco o ânimo do público. Mas, tão logo passou a chuva, eles voltaram ainda mais animados, e a festa prosseguiu firmemente.

Para esse primeiro festival, sem dúvida, tudo foi superior àquilo que esperávamos. O próximo será mais aprimorado". As 45 bandas inscritas nesse Festival de Lambadão de Cuiabá foram reduzidas por meio de prévias, explica Adevair. "Na primeira apresentação foram retiradas oito bandas, e na segunda etapa eles retiraram mais oito.

Já no Porto, no final do festival, não tivemos jurados para definir quem havia vencido ou perdido. Não houve disputa, mas uma confraternização prazerosa de lambadeiros com as bandas classificadas e com outras quatro, convidadas. O lambadão se impõe forte como cultura mato-grossense.

Está na boca de todos e na ginga dos corpos". Uma das lideranças destacadas dos lambadeiros em Mato Grosso, Andrezinho 10, integrante da associação que defende a categoria, disse que as bandas de lambadão têm uma sintonia técnica primordial para o alcance de postos mais graduados: "Esse Festival foi uma mostrado grande potencial que as bandas regionais sabem impor quando o ritmo é lambadão. Talento e vontade de crescer profissionalmente existe em cada batucada dos lambadeiros.

O povo em dança e cantoria animada nas etapas cumpridas é a prova disso. Vamos em frente, sempre", concluiu.