Olhar Direto

Sexta-feira, 25 de maio de 2018

Notícias / Cidades

Fiscalização eletrônica entra em funcionamento no mês de outubro

Da Assessoria/ Ascom Rondonópolis

29 Ago 2014 - 16:32

Com a função de reduzir o elevado número de acidentes na cidade e provocar a educação no trânsito, a fiscalização eletrônica em Rondonópolis passará a funcionar no mês de outubro, após a finalização da integração do sistema, sinalização e período para adaptação da população. O sistema eletrônico que funcionará em Rondonópolis será composto por 12 radares fixos, instalados em pontos estratégicos da cidade, mais oito avanços semafóricos, outras oito lombadas eletrônicas, dois radares portáteis, cinco paineis de mensagens fixos e dois móveis, motomonitoramento e central de monitoramento do sistema.

O excesso de velocidade dos motoristas rondonopolitanos é uma das causas de acidentes na cidade, que a fiscalização eletrônica visa reduzir. Essa infração de trânsito ficou comprovada como comum por um teste feito pela Setrat, por meio dos radares fixos, entre os dias 1º de agosto, e 25 de agosto. Conforme os dados coletados, dos 1.574.955 veículos que passaram pelos radares, 183.187 estavam acima da velocidade máxima permitida.

Os radares, inclusive, detectaram veículos que passaram acima de 100 quilômetros por hora, além de dois carros que passaram, no domingo, dia 17 de agosto, por um via da cidade, exatamente ao mesmo tempo, com velocidade entre 140 e 199 quilômetros por hora, o que configura a realização de um racha.

De acordo com os dados, se os radares estivessem já em operação para emitir multas aos infratores, 183.187 condutores teriam sido multados, e, recebido pontos na Carteira Nacional de Habilitação - CNH, a multa é mais alta, quanto maior a velocidade do veículo. Os dados ainda demonstram que os principais infratores são os condutores de carros, seguidos daqueles de motociclistas.

Para o secretário de Transportes e Trânsito, Argemiro Ferreira, a fiscalização eletrônica deve reduzir o número de acidentes de trânsito, que consequentemente podem causar mortes e ferir pessoas. Segundo dados da Setrat, somente neste primeiro semestre de 2014 ocorreram 1.659 acidentes na cidade. “Queremos educar as pessoas no trânsito, e acima de tudo, queremos salvar vidas”, disse Argemiro.

Cronograma

A Setrat elaborou um cronograma que se estenderá pelo mês de setembro para que todo o sistema de fiscalização eletrônica já esteja pronto para o período de adaptação da população já no início de outubro.

Todos os 12 radares fixos serão sinalizados até o dia 17 de setembro; os avanços semafóricos estarão prontos até o dia 19 de setembro; as lombadas eletrônicas serão aferidas pelo Inmetro até 19 de setembro e finalizadas até 20 de setembro; os radares portáteis estarão na Setrat no dia 11 de setembro e a equipe será treinada pela utilizá-los até o dia 15 de setembro; os paineis de mensagens prontos para o funcionamento até 10 de setembro; e, por fim, o sistema estará totalmente integrado até o dia 25 de setembro.

O processo

Para que a cidade possa contar com o serviço de fiscalização eletrônica no trânsito foi feito o contrato com a empresa Talentech Tecnologia LTDA, após o Pregão Presencial 112/2013, em que venceu a empresa que apresentou o menor preço.
Sitevip Internet