Olhar Agro & Negócios

Domingo, 22 de setembro de 2019

Notícias / Agricultura

Oportunidades de mercado para área de floresta são debatidas em Cuiabá

Da Redação - Viviane Petroli

25 Nov 2014 - 16:00

Foto: Viviane Petroli/Agro Olhar

Oportunidades de mercado para área de floresta são debatidas em Cuiabá
Mato Grosso produz hoje 187 mil hectares de eucalipto e 65 mil hectares de teca, entre outras árvores nativas. As oportunidades de mercado para a área de floresta plantada no estado foi debatida nesta terça-feira (25) no 10º Encontro de Reflorestadores do Estado de Mato Grosso. Segundo o setor, a teca é produzida para fins comerciais e exportação, enquanto o eucalipto para o agronegócio.

O evento, segundo o presidente da Associação de Reflorestadores de Mato Grosso (Arefloresta-MT), Fausto Takizawa, era uma demanda dos cerca de 30 associados da Associação. “Temos desde produtores até empresas associados na Arefloresta-MT. O objetivo do encontro é discutir as oportunidades de mercado para a área de floresta que plantamos”.

O presidente da Arefloresta-MT salienta ainda que a área planta para fins comerciais em Mato Grosso já desenha o desenvolvimento da cadeia no estado.

Leia mais
Reflorestadores debatem o desenvolvimento florestal sustentável em encontro
Manejo e alimentação inadequados alteram sabor da carne bovina

No caso do eucalipto as principais regiões produtoras de Mato Grosso são o Sul, com referência em Rondonópolis, e o Médio-norte, com referência em Tangará da Serra. No caso da teca é a região Oeste do estado, a região do Araguaia e o Norte, principalmente Alta Floresta.

Na quarta-feira (26) os participantes do encontro visitarão duas empresas madeireiras em Várzea Grande.

Exportações

De acordo com dados da Balança Comercial do Agronegócio, Mato Grosso exportou até outubro US$ 78,315 milhões em madeira, sendo US$ 33,664 milhões em madeira perfilada e US$ 37,066 milhões em madeira serrada.

Entre os principais destinos da madeira mato-grossense os Estados Unidos lidera com US$ 18,990 milhões, seguido da Índia com US$ 11,842 milhões e da China com US$ 5,170 milhões.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet