Olhar Agro & Negócios

Segunda-feira, 16 de dezembro de 2019

Notícias / Agronegócio

Frente da Pecuária quer criação de conselho e resolver gargalos

De Brasília - Marcos Coutinho e Vinícius Tavares

23 Ago 2012 - 15:45

Frente da Pecuária quer criação de conselho e resolver gargalos
A recém lançada Frente Nacional da Pecuária (Fenapec) defende a criação do Conselho dos Preços do Boi (Consebov), entidade que terá a participação de pecuaristas e de representantes da indústria, varejo e da academia para discutir, de forma homogênea, "alternativas para solucionar os gargalos do setor", conforme o presidente da entidade, Francisco Maia.

A reportagem do Olhar Direto acompanhou a instalação da Fenapec durante evento no hotel Kubitchek Plaza, em Brasíia. E um dos temas em debate foi a concessão de crédito aos frigoríficos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

A preocupação geral do setor é com o fato de a instituição conceder financiamentos apenas às grandes indústrias, o que acaba prejudicando os pequenos e médios frigoríficos, reforçando a concentração do setor, além de restringir o poder de comercialização do produtor.

“Hoje temos uma cadeia completamente heterogênea e chegou a hora de aprendermos a discutir assuntos que impactam os preços pagos ao produtor. Todos os elos da cadeia querem lucro e o produtor também precisa ter renda para continuar investindo na sua propriedade e fornecer matéria-prima”, enfatizou Maia.

O presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), deputado federal Homero Pereira (PSD-MT), mobilizará toda a bancada de apoio ao agronegócio para ajudar buscar soluções para o setor não ser mais prejudicado.

"A FPA vai somar esforços no sentido de garantir que o setor produtivo seja tratado com dignidade e com políticas justas", destacou.

Além de regulação do mercado da carne, há outras demandas que precisam ser debatidas entre os representantes da cadeia, como regras para a classificação de carcaças e a pesagem de animais, entre outros pontos, como dar mais atenção ao mercado interno, que consome mais de 80% da produção de carne.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet