Olhar Agro & Negócios

Domingo, 26 de janeiro de 2020

Notícias / Energia

Aneel aprova alta de 26,8% na Revisão Tarifária Extraordinária em Mato Grosso; Reajuste anual será em abril

Da Redação - Viviane Petroli

02 Mar 2015 - 08:45

Foto: Viviane Petroli/Agro Olhar

Aneel aprova alta de 26,8% na Revisão Tarifária Extraordinária em Mato Grosso; Reajuste anual será em abril
A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou reajuste de 26,8% na tarifa de energia elétrica relativos à Revisão Tarifária Extraordinária (RTE) em Mato Grosso. O percentual passa a vigorar a partir desta segunda-feira (02). No dia 8 de abril entra em vigor o reajuste anual da energia elétrica de Mato Grosso, elevando ainda mais a conta de luz dos mato-grossenses. O percentual do possível aumento anual é analisado pela Aneel.

A Revisão Tarifária Extraordinária (RTE) realizada a qualquer tempo pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em atendimento a um pedido da distribuidora ou "quando ora, quando algum evento provocar significativo desequilíbrio econômico-financeiro", como esclarece a própria Agência.

Leia mais:
Risco de racionamento de energia não está descartado em Mato Grosso, afirmam especialistas
Consumo de energia cai quase 1% em Mato Grosso no horário de verão

De acordo com a Cemat/Energisa, a data do Reajuste Tarifário Anual em Mato Grosso segue dia 08 de abril e os processos são calculados normalmente pela Aneel, com base em sua metodologia de avaliação. A Cemat/Energia pontua ainda que tais valores considerados na RTE, que entram em vigor nesta segunda-feira (02), não impactarão no reajuste anual.

A aprovação da RTE, no último dia 27 de fevereiro, é decorrente ao cenário "crítico" do setor energético nos últimos dois anos. A baixa dos rios no Brasil levou o governo federal a acionar as usinas térmicas, elevando assim o custo da geração de energia elétrica.

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • lele
    03 Mar 2015 às 09:08

    só o brasil para acontecer isso, tarifa de energia é abusiva vamos parar onde pagando sempre a mais e o salário ooooooo

  • Valéria
    03 Mar 2015 às 08:44

    isso é uma vergonha, se o povo não se manifestar pra tirar o pt do governo, vamos trabalhar pra pagar somente a luz e sustentar o norte e nordeste

  • Janderson
    02 Mar 2015 às 22:47

    Se for pra aumentar, aumenta para todos de forma igual, nós que trabalhamos pagaremos um aumento absurdo, enquanto que aqueles que ganham bolsa vagabundo não pgam quase nada !!!

  • Alyne
    02 Mar 2015 às 13:43

    Estamos pagando o subsídio da região norte e nordeste aumento foi de apenas 5%. E aí ptzada, ta bom pra vcs ou ainda querem mais aumentos??!!! Então aguardem, isso é APENAS o começo da desgraça!

Sitevip Internet