Olhar Agro & Negócios

Domingo, 08 de dezembro de 2019

Notícias / Agronegócio

Venda de fertilizantes diminui quase 10% no primeiro semestre de 2015

De Sinop - Alexandre Alves

15 Jul 2015 - 16:00

Foto: Imagem ilustrativa

Redução da demanda para soja e milho safrinha contribuíram para jogas as vendas para baixo, diz a associação dos fabricantes

Redução da demanda para soja e milho safrinha contribuíram para jogas as vendas para baixo, diz a associação dos fabricantes

As entregas de fertilizantes ao produtor rural encerraram o primeiro semestre de 2015 com 11.7 mil toneladas, registrando redução de 9,6% em relação a idêntico período de 2014, quando foram negociadas 12.9 mil t., informou, nesta terça-feira (14), a Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda).

Conforme o relatório da associação, o Estado do Mato Grosso concentrou o maior volume de vendas, atingindo 2.393 toneladas, seguido do Paraná (1.732 t.), São Paulo (1.381 t.), Goiás (1.224 t.) e Minas Gerais (1.086 t.).

Leia mais:
Multinacional de fertilizantes estuda implantar unidade em Sinop
Importação de fertilizantes deve recuar entre 15% e 20%, diz Rabobank

Apesar da queda nas vendas, a indústria nacional produziu mais fertilizantes entre janeiro e julho de 2015, em relação ao primeiro semestre do ano passado. Saíram das fábricas brasileiras 4.370 toneladas, contra 4.157 t. do mesmo período do ano anterior, representando aumento de 5,1%.

Já as importações de fertilizantes intermediários alcançaram 9.564 toneladas no período analisado, indicando redução de 12,9 % frente ao desembarcado entre janeiro e junho de 2014, quando foram descarregados pelos portos brasileiros 10.981 t.

Nos fertilizantes potássicos (K2O), foi registrado queda de 14,2%, passando de 2.121 toneladas em 2014, para 1.819 t. em 2015, “resultado da redução da demanda para milho safrinha, cana de açúcar e soja”, diz a nota emitida pela Anda.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet